Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Principal mercado de negociação de ações se mantém mesmo com crise

Principal mercado de negociação de ações se mantém mesmo com crise

10/04/2020 Divulgação

Responda a seguinte pergunta: No mercado de ações, o que é melhor para o investidor: alta ou baixa?

Principal mercado de negociação de ações se mantém mesmo com crise

Conversando sobre ações com uma colega de trabalho, entendi um pouco sobre o raciocínio comum entre a maioria das pessoas.

Ela disse:

- Bom! Se eu tenho ações e o preço cai eu perco. Se eu tenho ações e o preço sobe, eu ganho.

De certa forma ela tem razão. Mas esta é apenas parte da verdade. No mercado de ações existem modalidades em que o investidor pode lucrar tanto comprando quanto vendendo.

Não vamos explicar aqui o conceito de compra e venda de ações, ok?

Mas queremos chamar a sua atenção a um pouco do que isso implica. A crise gerada pelo Covid-19 sem dúvida derreteu parte do capital de muitas instituições e causou pânico em investidores.

Em certos momentos, os otimistas passaram a perder dinheiro. No entanto os pessimistas se deram bem.

Alguns, com medo, liquidaram suas contas e optaram por guardar seu capital “debaixo do colchão”. Grandes investidores saíram para se proteger em ativos mais fortes. No mês passado, a B3 se viu diante de seis cirtuit breaks. Vou repetir: inacreditáveis seis circuit breaks.

A crise se instalou. O mercado de negociação de ações ligou o sinal de alerta e perdeu o botão de desligar. A rentabilidade de corretoras caiu com certeza e algumas pelo mundo se viram obrigadas a dificultar saques e liquidações.

Um mercado de renda variável

Uma verdade intrigante é que o mercado de renda variável se tornou, para os mais atentos, um “pote de ouro”. E, na contramão dos parcos lucros gerados pelos setores da economia – todos afetados pela pandemia - o interesse por investimentos lucrativos tem aumentado e fatores como este tem dado um respiro para as corretoras.

Apesar desta severa crise, plataformas de negócios e investimentos estão mantendo suas atividades ativas. Um exemplo é a iq option app que passou a dar atenção especial à sua variedade de serviços, ao suporte e a uma dinâmica de transferência de recursos mais rápida.

Também na contramão da crise, a bolsa de valores brasileira divulgou um record inusitado. A quantidade de pessoas físicas inscritas em seus sistemas atingiu a casa dos 2,2 milhões em março. 300 mil novos CPFs, apontam os dados.

O fato concreto é que, independente do setor em que atuam, líderes, CIOs, diretores, governantes e similares deveriam passar a olhar seus negócios com outras “lentes”.

Está provado que toda grande tempestade tem um início discreto que não pode ser desconsiderado. Se perguntarmos hoje quem precisa de quem, a resposta é mais clara do que era no mês passado.

Com certeza, as grandes, médias e pequenas empresas, os bancos, as corretoras e até mesmo o governo continuará tendo como objetivo principal capitalizar e investir. No entanto, deverão cada vez mais dar contrapartidas aos cidadãos; que são indubitavelmente a mola propulsora desta grande engrenagem chamada terra.

O Coronavírus, de longe, não é uma coisa boa, mas está servindo para tirar da posição de conforto muitos que estão acostumados a não compartilhar. Um alerta para ricos e pobres.



Como as comparações me fizeram prisioneira da Síndrome do Impostor

Comecei a perceber que algo não estava certo na minha vida quando, mesmo sendo bem-sucedida, me sentia constantemente inferior.

Autor: Thereza Cristina Moraes

Como as comparações me fizeram prisioneira da Síndrome do Impostor

“Canal Livre” discute o uso exagerado de celular e internet por crianças e adolescentes

O programa aborda os impactos que esse hábito traz para a vida escolar, os prejuízos psicossociais e a interferência na socialização da nova geração.

Autor: Divulgação


Cidadãos podem solicitar segunda via de certidões pelo celular

Solicitante não precisa se deslocar até uma unidade presencial para pedir o documento, podendo recebê-lo em casa ou no cartório de sua escolha.

Autor: Divulgação

Cidadãos podem solicitar segunda via de certidões pelo celular

Fazendo as escolhas certas: guia para selecionar imóveis para investimento em São Paulo

Investir em imóveis certos é garantia de retorno rápido e seguro se feito com base na valorização, localização, demanda e segurança. Uma incorporadora de confiança te ajuda a realizar seu sonho!

Autor: 5 estrelas

Fazendo as escolhas certas: guia para selecionar imóveis para investimento em São Paulo

Bares e restaurantes seguram preços por medo de perder clientes

Inflação em bares e restaurantes é mais baixa que os índices de alimentação no domicílio e também dos insumos, aponta IPCA.

Autor: Divulgação

Bares e restaurantes seguram preços por medo de perder clientes

Idoso de 100 anos ganha ensaio fotográfico de pré-casamento

Nilza e Paraná convivem há quase 18 anos na unidade da Fhemig em Betim (MG).

Autor: Divulgação

Idoso de 100 anos ganha ensaio fotográfico de pré-casamento

Calvície já teve lá seu glamour, mas hoje só afeta a autoestima

Talvez você não saiba, mas já houve um tempo em que ser calvo não apenas era algo dissociado de uma doença capilar como ainda era sinônimo de status.

Autor: ‌Melina Oliveira

Calvície já teve lá seu glamour, mas hoje só afeta a autoestima

Aloísio Teixeira Garcia, ex-deputado estadual, morre aos 80 anos

Cultura, política e educação perderam com o falecimento no domingo passado do ex-deputado estadual e ex-membro da Academia Mineira de Letras, Aloísio Teixeira Garcia.

Autor: Divulgação


O que a pandemia nos ensinou que podemos usar no enfrentamento à dengue?

A palavra pandemia sempre nos transporta a lembranças de dias difíceis.

Autor: Jarbas da Silva Motta Junior


Catástrofe do RS exige união de esforços e não combate a Fake News

A catástrofe do Rio Grande Sul tem comovido o país inteiro.

Autor: Bady Curi Neto

Catástrofe do RS exige união de esforços e não combate a Fake News

O poder sedutor do dinheiro

Dinheiro e Poder, que dupla!

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra

O poder sedutor do dinheiro

Relacionamentos: sabemos realmente o que necessitamos?

Interessante observar que o casamento, por exemplo, não cai de moda, todas as gerações ainda migram para esse modelo.

Autor: Viviane Gago

Relacionamentos: sabemos realmente o que necessitamos?