Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Super-ricos vão recuperar perdas em tempo recorde, diz relatório

Super-ricos vão recuperar perdas em tempo recorde, diz relatório

25/01/2021 Divulgação

Os dez maiores bilionários do mundo acumularam US$ 540 bilhões durante pandemia, mostra pesquisa da Oxfam.

Super-ricos vão recuperar perdas em tempo recorde, diz relatório

As mil pessoas mais ricas do mundo levarão apenas nove meses para ver suas fortunas retornarem aos níveis pré-pandemia, enquanto os mais pobres vão levar 14 vezes mais, ou seja, mais de dez anos, para conseguir repor as perdas devido ao impacto econômico da doença. A conclusão é do relatório O Vírus da Desigualdade, lançado pela Oxfam nesta segunda-feira (25/01), na abertura do Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça.

Em fevereiro de 2020, foi identificado o valor da fortuna dos mais ricos, representando 100%. Em março, essa riqueza caiu para 70,3%, voltando aos 100% em novembro. Como base de comparação sobre a velocidade dessa recuperação, os mais ricos do mundo levaram cinco anos para recuperar o que perderam durante a crise financeira de 2008.

“A pandemia escancarou as desigualdades – no Brasil e no mundo. É revoltante ver um pequeno grupo de privilegiados acumular tanto em meio a uma das piores crises globais já ocorridas na história”, afirmou Katia Maia, diretora executiva da Oxfam Brasil. “Enquanto os super-ricos lucram, os mais pobres perdem empregos e renda, ficando à mercê da miséria e da fome.”

O relatório mostra que, em todo o mundo, os bilionários acumularam US$ 3,9 trilhões entre 18 de março e 31 de dezembro de 2020, sendo que sua riqueza total hoje é de US$ 11,95 trilhões, o equivalente ao que os governos do G20 gastaram para enfrentar a pandemia. Apenas os dez maiores bilionários acumularam US$ 540 bilhões no período – o suficiente para pagar pela vacina contra a covid-19 para todo o mundo e garantir que ninguém chegue à situação de pobreza.



Pesquisa mostra brasileiros mais preocupados com pobreza e pandemia

Poluição e escassez de água potável também preocupam.

Pesquisa mostra brasileiros mais preocupados com pobreza e pandemia

Aumento da expectativa de vida não considera efeitos da Covid-19

De acordo com o IBGE, a expectativa de vida no Brasil era de 76,8 anos em 2020.

Aumento da expectativa de vida não considera efeitos da Covid-19

A Glamourização do Alcoolismo

Junto com a pandemia do Covid 19 surgiu uma outra pandemia, sutilmente disfarçada de status ou “momento de relaxamento”: o consumo excessivo de álcool.

A Glamourização do Alcoolismo

Governo sanciona lei que institui o auxílio gás

Auxílio será destinado às famílias inscritas no CadÚnico

Governo sanciona lei que institui o auxílio gás

Regras para as confraternizações de fim de ano em condomínios

Os salões de festas e churrasqueiras estão novamente disponíveis aos moradores para receber seus convidados.

Regras para as confraternizações de fim de ano em condomínios

Black Friday é o Natal dos golpistas – veja 8 caminhos para se proteger

Na Black Friday os cuidados devem ser enormes, pois sofremos com uma avalanche de promoções.

Black Friday é o Natal dos golpistas – veja 8 caminhos para se proteger

Belo Horizonte recebe o maior “Feirão Limpa Nome” de todos os tempos

Com recorde de pontos de atendimento físico no país, seis capitais devem receber milhares de brasileiros para consulta e renegociação de dívidas entre 23 e 27 de novembro

Belo Horizonte recebe o maior “Feirão Limpa Nome” de todos os tempos

Em 10 anos, Lei de Acesso à Informação contabiliza 1 milhão de pedidos

Registros de óbitos no Brasil têm alta de 14,9% em 2020

De acordo com o IBGE foi a maior alta desde 1984.

Registros de óbitos no Brasil têm alta de 14,9% em 2020

Governo lança nova versão do ID Jovem

Beneficiários terão transporte coletivo com desconto.

Governo lança nova versão do ID Jovem

GP de Fórmula 1 deve gerar R$ 810 milhões para o estado de São Paulo

Corrida será no próximo domingo, no Autódromo de Interlagos

GP de Fórmula 1 deve gerar R$ 810 milhões para o estado de São Paulo

BNDES apoiará 21 projetos de patrimônio histórico

Programa contribui para o desenvolvimento local, com geração de emprego e renda e estímulo ao turismo.

BNDES apoiará 21 projetos de patrimônio histórico