Portal O Debate
Grupo WhatsApp

TJMG alerta para tentativas de golpe no recebimento de precatórios

TJMG alerta para tentativas de golpe no recebimento de precatórios

05/09/2022 Henri Navesuh

Estelionatários contatam clientes de advogados, passando-se por integrantes de escritórios

A Central de Conciliação de Precatórios (Ceprec) do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) vem recebendo petições, ligações telefônicas e informações passadas presencialmente por alguns advogados, informando que estelionatários estão novamente contatando seus clientes titulares de precatórios, por meio de rede social (Whatsapp), se passando como componentes dos escritórios. Essas pessoas informam que a expedição de precatório está condicionada ao recolhimento de “alvarás” para resgate do crédito e, assim, induzem as pessoas a realizarem depósitos indevidos em seu favor.

“Coimbra, Chaves & Batista Sociedade de Advogados”, “Escritório do Dr. Pedro Paulo Nogueira e Dr. Max Felipe Rosa Júnior”, “Vicente de Paula Mendes Advogados Associados”, “Escritório do Dr. Joel Rezende Júnior”, “Escritório do Dr. Edgard Moreira da Silva e Dra. Luciana Maria de Figueiredo Moreira”, “Oliveira Baracho & Godoi Advocacia e Consultoria”, são alguns dos escritórios vitimados.

De igual modo, há casos em que os estelionatários afirmam ser necessário a realização de depósito bancário, relativo a supostas certidões negativas ou custas processuais, como condicionante para a efetiva liberação de crédito em nome do credor.

O juiz Coordenador da Asprec, Christian Garrido Higuchi, reafirmou que a liberação de crédito de precatório independe de pagamento de qualquer taxa, não havendo custas ou despesas a serem arcadas. Asseverou também que por ocasião do lançamento de Editais de Acordos existem pessoas que procuram os credores, dizendo que por meio de uma “comissão” poderá obter o pagamento antecipado do precatório.

 “Trata-se de engodo. As participações nos editais de acordo do TJMG são gratuitas, realizadas por meio eletrônico, sendo a única forma legal de um credor receber antecipadamente seu precatório. Qualquer discurso diverso não passa de falácia visando enganar o credor”, asseverou

O magistrado orienta todos os credores a não transferir os créditos a terceiros ou pagar taxas processuais a escritórios, empresas ou advogados sem antes consultar a real situação de seu precatório diretamente nos seguintes setores: Assessoria de Precatórios (Asprec) e Central de Conciliação de Precatórios (Ceprec) -- ambos situados na Rua Goiás, 229, 6º andar, Centro, Belo Horizonte/MG, ou através do site do Tribunal.

Orientações
A Ceprec jamais condiciona o recebimento de precatórios a depósitos de qualquer natureza. Assim, não é exigido pagamento de taxas, custas ou qualquer despesa para a liberação de pagamento de precatório.

Os setores de precatórios do Tribunal de Justiça não telefonam para os credores. Caso o credor receba ligações, mensagens de texto ou e-mail, entre outros, solicitando qualquer tipo de pagamento, ele deve contatar imediatamente a Asprec, a Ceprec ou seu advogado para esclarecer a situação.

Para mais informações sobre golpes clique aqui.

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: TJMG



O peso dos idosos na balança eleitoral

Dados consolidados pelo Tribunal Superior Eleitoral, referentes a abril de 2024, mostram que o Brasil possui 33,7 milhões de eleitores com mais de 60 anos.

Autor: Wilson Pedroso

O peso dos idosos na balança eleitoral

Contribuintes podem ajudar vítimas no Rio Grande do Sul através do IR

O prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda termina em 31 de maio, exceto para as cidades atingidas pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

Autor: Divulgação


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


A tragédia se repete e a insensibilidade política permanece

É estranho que, mesmo com todos os recursos técnicos hoje disponíveis, não se tenha conseguido evitar uma enchente de proporção ainda maior que a de 1941.

Autor: Samuel Hanan

A tragédia se repete e a insensibilidade política permanece

BH Airport suspende temporariamente arrecadação de doações

Mais de 15 toneladas de doações para o Rio Grande do Sul chegaram nos pontos de coleta do BH Airport nos últimos 5 dias.

Autor: Divulgação


Após 1500, como os portugueses conquistaram o Brasil?

De início, os portugueses passavam aqui para buscar produtos como o pau-brasil, a caminho da Índia, onde estavam as especiarias.

Autor: Víktor Waewell

Após 1500, como os portugueses conquistaram o Brasil?

Saber escutar nos aproxima das pessoas

Desde que desenvolvemos a linguagem, passamos a valorizar os grandes oradores.

Autor: Roberta Perdomo

Saber escutar nos aproxima das pessoas

5 coisas que (provavelmente) nunca te contaram sobre o Imposto de Renda

A declaração de Imposto de Renda é uma certeza na vida de milhões de brasileiros, mas há detalhes nesse processo que podem passar despercebidos até mesmo pelos mais atentos.

Autor: Divulgação

5 coisas que (provavelmente) nunca te contaram sobre o Imposto de Renda

Lições para ter um matrimônio saudável e duradouro

No livro "Famílias Indestrutíveis", o pastor e especialista em aconselhamento familiar, Rafael Nery, explica como ter um lar estruturado à luz da Bíblia.

Autor: Divulgação


Como a integração entre indústria e universidade pode trazer benefícios

A parceria entre instituições de ensino e a indústria na área de pesquisa científica é uma prática consolidada no mercado que já rendeu diversas inovações em áreas como TI e farmacêutica.

Autor: Thiago Turcato


O setor de máquinas e equipamentos e a necessidade de investimentos

Na última semana do mês de fevereiro, O IBGE divulgou os dados de desempenho da economia brasileira do 4º trimestre de 2023.

Autor: Gino Paulucci Jr.

O setor de máquinas e equipamentos e a necessidade de investimentos

Como lidar com a “Geração Z” no mercado de trabalho

“Ninguém é produtivo o tempo inteiro, ninguém é feliz o tempo inteiro, mas é possível ser mais feliz e produtivo. E isso sem acabar com a saúde mental.”

Autor: Divulgação