Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Uma reflexão sobre o Estado, o crescimento e o desenvolvimento econômico

Uma reflexão sobre o Estado, o crescimento e o desenvolvimento econômico

13/08/2020 Pollyanna Rodrigues Gondin

Qual o papel do Estado frente à pandemia?

Uma reflexão sobre o Estado, o crescimento e o desenvolvimento econômico

Bom, essa pergunta se torna um tanto quanto complexa se analisarmos a nossa atual conjuntura. Entretanto, fácil de ser respondida. Para começar a analisar, é importante diferenciar crescimento de desenvolvimento econômico. Quando nos referimos ao aumento da produção em valores monetários, estamos abordando o conceito de crescimento econômico, que de modo geral, é calculado através do PIB (Produto Interno Bruto). Por outro lado, questões relacionadas a melhores condições sociais para a população, dizem respeito ao desenvolvimento econômico. Assim, é possível promover crescimento sem gerar desenvolvimento, ou seja, sem gerar melhores condições de vida para a população.

O cenário que vivemos causa preocupação em todos os sentidos. Primeiro, mesmo antes da pandemia, já existia uma preocupação com a baixa expectativa de crescimento econômico. Segundo, se pensarmos nas questões sociais, aí esta preocupação aumenta. A aceleração do desemprego e o aumento do emprego informal, a lotação dos hospitais e a existência de várias mazelas em nosso país, que neste momento, estão deixadas, ainda mais de lado, gera um abismo social e a concentração de renda, cada vez maior, nas mãos de poucos.

Mas o que pode ser feito?

Domingo, 26 de julho, seria comemorado o centenário de Celso Furtado, economista de grande renome. Desse modo, várias ações estão sendo feitas para homenagear este brilhante intelectual, que dentre suas pesquisas, abordava o desenvolvimento econômico e o papel do Estado. Segundo Celso Furtado, a condição de país subdesenvolvido revela uma industrialização dependente brasileira, de modo que, para superar esse subdesenvolvimento, seria necessária a atuação do Estado.

Assim, na mesma direção de Furtado, neste momento, diante do colapso social, o Estado brasileiro, deveria atuar de modo mais ativo, realizando políticas para a defesa do bem-estar social. Muitos, ao ler esta matéria vão dizer que isso seria um Estado assistencialista, pejorativamente falando. Entretanto, devemos lembrar que o objetivo de um Estado é diferente de uma empresa que requer lucratividade. O Estado, tem como premissa básica o desenvolvimento e crescimento econômico, sendo seu dever fornecer condições básicas para uma vida digna.

Então, qual seria o papel do Estado brasileiro frente à pandemia?

Fornecer apoio à toda a sociedade! E quando falamos em sociedade, incluímos as empresas, para garantir sua funcionalidade e o emprego. Trabalhadores também são incluídos, de modo a assegurar o consumo que impacta no crescimento econômico e na manutenção das empresas. A população à beira da miséria, sendo papel do Estado garantido na nossa Constituição. As universidades e suas pesquisas, tão necessárias e relevantes para o desenvolvimento econômico. Assim, percebemos que existe um caminho que pode ser traçado para que a economia brasileira consiga passar por este momento: participação ativa do Estado brasileiro na economia, com políticas e ações para garantir o seu funcionamento.

* Pollyanna Rodrigues Gondin é tutora do curso superior de Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital do Centro Universitário Internacional Uninter

Fonte: Página 1 Comunicação



Relacionamentos: sabemos realmente o que necessitamos?

Interessante observar que o casamento, por exemplo, não cai de moda, todas as gerações ainda migram para esse modelo.

Autor: Viviane Gago

Relacionamentos: sabemos realmente o que necessitamos?

O peso dos idosos na balança eleitoral

Dados consolidados pelo Tribunal Superior Eleitoral, referentes a abril de 2024, mostram que o Brasil possui 33,7 milhões de eleitores com mais de 60 anos.

Autor: Wilson Pedroso

O peso dos idosos na balança eleitoral

Contribuintes podem ajudar vítimas no Rio Grande do Sul através do IR

O prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda termina em 31 de maio, exceto para as cidades atingidas pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

Autor: Divulgação


Quais são os problemas que o perfeccionismo causa?

No mundo complexo e exigente em que vivemos, é fácil se deparar com um padrão implacável de perfeição.

Autor: Thereza Cristina Moraes


A tragédia se repete e a insensibilidade política permanece

É estranho que, mesmo com todos os recursos técnicos hoje disponíveis, não se tenha conseguido evitar uma enchente de proporção ainda maior que a de 1941.

Autor: Samuel Hanan

A tragédia se repete e a insensibilidade política permanece

BH Airport suspende temporariamente arrecadação de doações

Mais de 15 toneladas de doações para o Rio Grande do Sul chegaram nos pontos de coleta do BH Airport nos últimos 5 dias.

Autor: Divulgação


Após 1500, como os portugueses conquistaram o Brasil?

De início, os portugueses passavam aqui para buscar produtos como o pau-brasil, a caminho da Índia, onde estavam as especiarias.

Autor: Víktor Waewell

Após 1500, como os portugueses conquistaram o Brasil?

Saber escutar nos aproxima das pessoas

Desde que desenvolvemos a linguagem, passamos a valorizar os grandes oradores.

Autor: Roberta Perdomo

Saber escutar nos aproxima das pessoas

5 coisas que (provavelmente) nunca te contaram sobre o Imposto de Renda

A declaração de Imposto de Renda é uma certeza na vida de milhões de brasileiros, mas há detalhes nesse processo que podem passar despercebidos até mesmo pelos mais atentos.

Autor: Divulgação

5 coisas que (provavelmente) nunca te contaram sobre o Imposto de Renda

Lições para ter um matrimônio saudável e duradouro

No livro "Famílias Indestrutíveis", o pastor e especialista em aconselhamento familiar, Rafael Nery, explica como ter um lar estruturado à luz da Bíblia.

Autor: Divulgação


Como a integração entre indústria e universidade pode trazer benefícios

A parceria entre instituições de ensino e a indústria na área de pesquisa científica é uma prática consolidada no mercado que já rendeu diversas inovações em áreas como TI e farmacêutica.

Autor: Thiago Turcato


O setor de máquinas e equipamentos e a necessidade de investimentos

Na última semana do mês de fevereiro, O IBGE divulgou os dados de desempenho da economia brasileira do 4º trimestre de 2023.

Autor: Gino Paulucci Jr.

O setor de máquinas e equipamentos e a necessidade de investimentos