Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Brasil perdeu 7,6% de suas florestas em 18 anos, diz IBGE

Brasil perdeu 7,6% de suas florestas em 18 anos, diz IBGE

26/03/2020 Divulgação

De 2000 a 2018, a área agrícola cresceu 44,8%.

Brasil perdeu 7,6% de suas florestas em 18 anos, diz IBGE

Um levantamento publicado nesta quinta-feira (26/03) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que, de 2000 a 2018, o Brasil perdeu 7,6% de sua vegetação florestal. A área, que era de 4,02 milhões de quilômetros quadrados (km²) em 2000, passou a ser de 3,71 milhões de km² o que equivale a 42,4% do território. De 2016 a 2018, a perda foi 0,2%.

A vegetação campestre, que inclui áreas de Cerrado, Caatinga e Pampas, teve uma perda ainda maior no período de 12 anos analisado, de 10,1%. Já de 2016 a 2018, a perda chegou a 0,7%.

Por outro lado, a área agrícola cresceu 44,8% no período de 2000 a 2018 e passou a responder por 664,8 mil km2, ou 7,6% do território nacional, considerando a parte terrestre e marítima do país.

Segundo o pesquisador do IBGE Fernando Peres, de 2000 a 2012, cerca de 20% das novas áreas agrícolas vieram da conversão de pastagens com manejo, usadas na pecuária. Mas, a partir de 2012, esse número subiu para 53%.

“Temos observado que a dinâmica de ocupação, tanto em áreas florestais como de cerrado, segue uma sequência. Primeiro vem a retirada da vegetação nativa, seguida da instalação de pastagens e, depois de alguns anos, a implantação de áreas agrícolas”, explica Peres.

O estudo nota, no entanto, que a expansão de áreas agrícolas tem reduzido seu ritmo. Se de 2012 a 2014, elas cresceram 7%, de 2016 a 2018, avançaram 3,3%. De 2000 a 2018, as áreas de pastagens com manejo cresceram 27% e as de silvicultura, 70%.

Fonte: Agência Brasil



Rio das Velhas registra melhora na qualidade da água

A volta da pesca no Rio das Velhas: em meio à pandemia, condições da água estão melhores em Sete Lagoas e região.

Rio das Velhas registra melhora na qualidade da água

Degradação ambiental e pandemias

O meio ambiente ajuda a equilibrar a qualidade de vida no planeta não só dos animais, mas também dos humanos.

Degradação ambiental e pandemias

Funed tem projetos aprovados para diagnóstico e tratamento da covid-19

Iniciativas buscam respostas rápidas e eficazes para a doença durante a pandemia.

Funed tem projetos aprovados para diagnóstico e tratamento da covid-19

Abril registra recorde de desmatamento na Amazônia nos últimos dez anos

A área desflorestada é aproximadamente do tamanho da cidade de Porto Alegre, mostra sistema de monitoramento do Imazon.

Abril registra recorde de desmatamento na Amazônia nos últimos dez anos

A caixa de Pandora do aquecimento global: novos vírus e novas doenças estão por vir?

Mais uma vez, este tipo de pesquisa alerta para um tema largamente debatido na comunidade científica.

A caixa de Pandora do aquecimento global: novos vírus e novas doenças estão por vir?

COVID-19, SARS, H1N1 – o que estas doenças têm a nos dizer sobre os problemas ambientais?

Organização pressiona G20 pelo fim do comércio de animais silvestres

 Proteção Animal Mundial afirma que o banimento pode evitar futuras pandemias.

Organização pressiona G20 pelo fim do comércio de animais silvestres

Eficiência hídrica no agronegócio

Como a inovação e a tecnologia podem diminuir o consumo de água na agricultura e aumentar a produtividade do plantio.

Eficiência hídrica no agronegócio

Universidades federais conduzem mais de 800 pesquisas sobre covid-19

Instituições também produzem materiais para combate ao vírus.

Universidades federais conduzem mais de 800 pesquisas sobre covid-19

Plástico descartável: proibir para mudar

Algumas pessoas possuem a falsa impressão de que todos os resíduos plásticos são recicláveis.

Plástico descartável: proibir para mudar

Homem é condenado por dano à Mata Atlântica

Ele incendiou área e cortou árvores da Fazenda Tanque, na zona rural de Guaraciaba

Homem é condenado por dano à Mata Atlântica

Estudo mostra que gasto com água vem caindo na economia brasileira

IBGE e Agência Nacional de Águas traçam o perfil de consumo hídrico.

Estudo mostra que gasto com água vem caindo na economia brasileira