Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Cientistas descobrem açúcar que pode substituir o glifosato

Cientistas descobrem açúcar que pode substituir o glifosato

17/03/2019 Christian Albustin (mo)

Pesquisadores alemães identificam molécula de açúcar com efeito semelhante ao do controverso herbicida.

Cientistas descobrem açúcar que pode substituir o glifosato

Pesquisadores da Universidade de Tübingen, na Alemanha, descobriram uma substância, de origem natural, que tem os mesmos efeitos do controverso glifosato, o agrotóxico mais usado no Brasil, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e que é motivo de controvérsia devido a seus riscos para a saúde e o meio ambiente.

A alternativa natural é uma molécula de açúcar liberada por um tipo de cianobactérias, também chamadas de algas verde-azuladas. O grupo de pesquisadores conduzia estudos apenas para analisar a bactéria e descobriu a molécula de açúcar por acaso.

A cianobactéria em questão, a Synechococcus elongatus, é de água doce e bastante egoísta. Ela excreta o açúcar 7-desoxi-Sedoheptulose (7dSh) para inibir o desenvolvimento de cepas de bactérias concorrentes. A inibição é tão bem-sucedida que os cientistas quiseram saber o que há por trás do mecanismo.

Klaus Brilisauer e seus colegas Stephanie Grond e Karl Forchhammer descobriram que o 7dSh age sobre a mesma via metabólica que o glifosato.

"Ele age sobre outra enzima, mas é a mesma via metabólica, a chamada via do chiquimato", explicou Brilisauer em entrevista à DW. O efeito é o mesmo: as plantas tratadas com o açúcar têm seu crescimento interrompido.

Por meio da via do chiquimato, plantas e microrganismos produzem importantes aminoácidos. Dado que esse tipo de metabolismo não existe em formas mais avançadas de vida, como humanos e animais, o açúcar é inofensivo para a saúde delas. "Nós tratamos embriões de peixe-zebra com uma dose bem alta sem nenhum efeito negativo", disse Brilisauer.

A nova substância, entretanto, ainda não pode ser utilizada porque precisa ser testada fora dos laboratórios. Além disso, uma autorização para ser usada como herbicida também está pendente.

"Nós já estamos conversando com parceiros", afirmou Brilisauer. Inicialmente, os parceiros devem testar a substância, e apenas depois um pedido de aprovação de uso como herbicida será submetido. O processo pode levar 18 meses ou mais, mas Brilisauer está otimista.

"Nós esperamos uma boa degradabilidade e baixa ecotoxicidade", afirmou ele. Na prática, porém, justamente a degradabilidade pode arruinar o uso da substância. Se se degradar muito rapidamente em campo, ela não será capaz de desenvolver seu efeito inibidor de ervas daninhas.

Brilisauer não tem receio de que a Bayer, produtora do glifosato, tenha objeção à chegada de uma alternativa natural ao mercado. "No longo prazo, o glifosato vai desaparecer do mercado de toda forma", afirmou, acrescentando que a Bayer até seria bem-vinda para participar do desenvolvimento da substância. A Universidade de Tübingen já apresentou um pedido de patente.

Fonte: Deutsche Welle



Petrobras recolhe 200 toneladas de resíduos de óleo nas praias do Nordeste

Cerca de 1700 agentes ambientais contratados pela companhia atuaram na limpeza das áreas impactadas.

Petrobras recolhe 200 toneladas de resíduos de óleo nas praias do Nordeste

Minas consolida planos diretores em 90% das bacias hidrográficas

Até 2020, todas as 36 bacias presentes no estado serão contempladas.

Minas consolida planos diretores em 90% das bacias hidrográficas

A Gestão da Educação Ambiental

A gestão pública por meio da Educação Ambiental necessita difundir o conceito de futuras gerações.

A Gestão da Educação Ambiental

Processos de outorga de uso da água passa a ser 100% digital em Minas

Portaria do Igam também consolida normas em um só instrumento e padroniza prazo para apresentação de informações complementares.

Processos de outorga de uso da água passa a ser 100% digital em Minas

Projeto coleta mais de oito toneladas de vidro em bares do Rio

Parceria da cervejaria Kona com a startup Green Mining realiza programa de logística reversa inteligente no bairro da Lapa.

Projeto coleta mais de oito toneladas de vidro em bares do Rio

1 em cada 5 brasileiros é consumidor de produtos orgânicos

Os números apurados estão longe do maior mercado mundial dos orgânicos.

1 em cada 5 brasileiros é consumidor de produtos orgânicos

Valores dos ingressos nos parques nacionais terão reajustes

O acréscimo nas entradas dos parques, a partir de novembro, varia em média de R$ 1 a R$ 2.

Valores dos ingressos nos parques nacionais terão reajustes

Consumo consciente deve ser incentivado desde a infância

Especialistas indicam que família e escola trabalhem o tema com as crianças.

Consumo consciente deve ser incentivado desde a infância

Redução do IPTU como incentivo para a coleta seletiva

A sociedade tem aceitando, cada vez mais, medidas ambientalmente adequadas para a preservação do meio ambiente.

Redução do IPTU como incentivo para a coleta seletiva

Rock in Rio terá reciclagem de 2,5 milhões de copos plásticos

A iniciativa transformará os copos plásticos de Heineken descartados durante os sete dias do maior festival de música do mundo em embalagens de Natura Humor.

Rock in Rio terá reciclagem de 2,5 milhões de copos plásticos

32 anos do Protocolo de Montreal, avanços e desafios

A diminuição da camada de ozônio é um dos impactos antrópicos mais significativos da história da humanidade.


Temperatura média do planeta pode subir 3,4°C até 2100

Combustíveis fósseis como o carvão e o petróleo são as principais fontes de energia da humanidade.

Temperatura média do planeta pode subir 3,4°C até 2100