Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Novo marco e as inovações no saneamento

Novo marco e as inovações no saneamento

19/10/2021 Ricardo Lazzari Mendes

Podemos esperar muito mais nos próximos anos.

Novo marco e as inovações no saneamento

As inovações tecnológicas trouxeram grandes conquistas para a humanidade, e pudemos perceber isso ainda mais fortemente com o advento da pandemia de Covid-19. O home office, impensável até recentemente, se tornou um modelo natural, em grande parte, graças às facilidades propiciadas pela tecnologia. Novas oportunidades surgem a cada dia, relacionadas principalmente ao avanço da Inteligência Artificial.

O novo marco do saneamento chega em um momento oportuno para estimular a criação de novas ferramentas baseadas em tecnologia exponencial, capazes de responder aos desafios de atender às demandas de 99% de abastecimento de água potável para a população e de 90% de esgotamento sanitário até 2033, ano estabelecido como meta na nova legislação do setor.

O ambiente assim criado é altamente competitivo, com as operadoras incentivadas a aumentar a produtividade e garantir ganhos de eficiência dos serviços, enquanto operam um sistema complexo formado por uma rede de abastecimento de água e de coleta de esgoto que percorrem muitos quilômetros, principalmente nas vias urbanas.

A maioria das metrópoles brasileiras, por exemplo, tem redes antigas, com mais de 50 anos de uso e que devem ser um dos objetos para a redução das perdas de água, que alcançam quase 40% na média nacional. O uso de tecnologias por meios não destrutivos já vem ganhando espaço e reduz significativamente as interrupções de vias para troca de tubulações.

Podemos esperar muito mais nos próximos anos. A “Internet das Coisas” (ou IoT, da sigla em inglês de Internet of Things) também vai fazer parte do nosso dia a dia na área de saneamento. A medição remota já é uma realidade, que deve se expandir nos próximos anos, e evitar a necessidade de medição presencial.

O uso de sensores sofisticados já vem sendo aplicado como forma de oferecer informações instantâneas a uma central. A precisão desses instrumentos com medições em tempo real permitirá que a companhia responsável pelo abastecimento envie alertas via e-mail ou SMS para coibir uso irregular e apontar com agilidade eventuais vazamentos da rede, reduzindo significativamente o desperdício.

A indústria também tem grandes desafios pela frente com a oferta de materiais que ofereçam maior durabilidade e, ao mesmo tempo, diminuam o custo dos empreendimentos em saneamento.

O novo marco legal do saneamento irá melhorar a qualidade de vida de milhões de brasileiros. Também impulsionará importantes avanços tecnológicos, que permitirão serviços de qualidade, redução de custos e o atendimento das demandas da população.

* Ricardo Lazzari Mendes, é presidente da Apecs (Associação Paulista de Empresas de Consultoria e Serviços em Saneamento e Meio Ambiente), engenheiro pela Escola de Engenharia de São Carlos da USP e doutor em engenharia hidráulica e sanitária pela Escola Politécnica da USP.

Para mais informações sobre Saneamento clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada



Degradação ambiental: recuperação de florestas, economia, saúde e vida

O Brasil se movimenta para discutir as questões ambientais, e diversos países já acenam para os investimentos vindos do setor privado.

Degradação ambiental: recuperação de florestas, economia, saúde e vida

Cultivo de árvores nativas brasileiras gera retorno ao investimento de até 28,4% ao ano

Estudo analisou 40 projetos em oito estados brasileiros. Quatro deles ficam em Minas Gerais.

Cultivo de árvores nativas brasileiras gera retorno ao investimento de até 28,4% ao ano

Mercado de créditos de carbono no Brasil

A solução mercadológica é criticada por parte dos ambientalistas.

Mercado de créditos de carbono no Brasil

Censo indica estabilidade de onças-pintadas na fronteira entre Argentina e Brasil

Caça, desmatamento, atropelamentos e redução de seu habitat são as principais ameaças da espécie.

Censo indica estabilidade de onças-pintadas na fronteira entre Argentina e Brasil

Colonização espacial será a nova fronteira da humanidade, afirma Biólogo brasileiro

"Em breve deveremos conhecer todas as espécies do planeta e seus DNAs."

Colonização espacial será a nova fronteira da humanidade, afirma Biólogo brasileiro

O gerenciamento de resíduos eletroeletrônicos pelas transportadoras

Depois da instituição do Decreto que obriga a coleta de produtos elétricos, transportadoras passam a incluí-los nos seus serviços de logística reversa.

O gerenciamento de resíduos eletroeletrônicos pelas transportadoras

Museu Nacional anuncia descoberta de dinossauro muito raro

Esqueleto foi encontrado em Cruzeiro do Oeste, noroeste do Paraná.

Museu Nacional anuncia descoberta de dinossauro muito raro

Pesquisa indica nível de evaporação de água de represas brasileiras

Evaporação em 2019 consumiu quase 28 trilhões de água em 2019.

Pesquisa indica nível de evaporação de água de represas brasileiras

Empresa transforma palha de trigo em lenços descartáveis, papel higiênico e guardanapos

Essity á a primeira companhia do setor de papel higiênico a utilizar essas sobras agrícolas em escala industrial.


Líderes mundiais prometeram conter o desflorestamento até 2030

Uma declaração conjunta será adotada por mais de 100 países onde se situam 85% das florestas mundiais.

Líderes mundiais prometeram conter o desflorestamento até 2030

Um ultimato para a humanidade

Uma prova do impacto da elevação da temperatura do planeta é a maior ocorrência dos chamados “eventos climáticos extremos”.

Um ultimato para a humanidade

Importância da COP 26 para o Brasil e o setor privado

A 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a ser realizada em Glasgow, na Escócia, de 31 de outubro a 12 de novembro deste ano, terá dois focos prioritários.

Importância da COP 26 para o Brasil e o setor privado