Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Saneamento, um legado às futuras gerações

Saneamento, um legado às futuras gerações

24/03/2023 José Antonio Parimoschi

A qualidade de vida da população é um dos fatores fundamentais para se aferir o nível de desenvolvimento de uma cidade.

Saneamento, um legado às futuras gerações

Os indicadores dos sistemas de abastecimento de água e tratamento de esgoto são um grande atrativo para investimentos em um município, permitindo a criação de um ambiente favorável aos negócios que propicia a geração de emprego e renda para milhares de munícipes, formando um verdadeiro círculo virtuoso.

O Novo Marco Legal do Saneamento é de fundamental importância para os municípios brasileiros. Até 2033, as cidades devem garantir o acesso à água potável para 99% da população e atender à demanda de coleta e tratamento de esgoto para 90% dos cidadãos do país.

Com um trabalho profundo de gestão dos recursos hídricos, Jundiaí é referência nacional no atendimento aos objetivos preconizados pelo Marco Regulatório, introduzido pela Lei nº 14.026/2020. Durante décadas, o município não tem medido esforços na proteção dos seus mananciais e no aperfeiçoamento dos sistemas de captação, tratamento e distribuição de água. Com isso, alcançamos 99,7% de atendimento urbano de água e tratamos 100% de todo esgoto coletado.

A responsabilidade ambiental vai além de beneficiar os moradores do município. O Rio Jundiaí foi o primeiro do país a ser reenquadrado pelo Conselho de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo (CRH) e passou de classe 4 para classe 3. Esse importante ativo ambiental da cidade permite que suas águas possam ser utilizadas, após tratamento, para consumo humano ao longo de um trajeto de 123 quilômetros, que corta oito municípios da região.

Nossa expertise com resíduos sólidos tem servido de referência para outras localidades pela enorme economia e redução dos impactos ao meio ambiente. Criamos o Centro de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (Geresol), que é responsável pela produção de areia, pedras e asfalto ecológicos, aplicados na pavimentação de ruas e estradas do município.

A iniciativa agrega ainda a estação de transbordo de lixo orgânico, uma área destinada aos resíduos inertes, um lago com peixes e um picador de resíduos verdes, que posteriormente os agricultores utilizam gratuitamente para a preparação do solo para plantio.

Todas essas iniciativas vêm se somar aos nossos esforços para tornar Jundiaí uma cidade mais humana e sustentável, repercutindo nas bases da Cidade das Crianças. Sem sombra de dúvida, a qualidade do sistema de saneamento municipal influi diretamente nos indicadores de saúde do município e impacta no processo de desenvolvimento de Jundiaí.

Assim, cumprimos nosso compromisso de legar às futuras gerações uma cidade ambientalmente responsável e atenta às demandas básicas da população. Enquanto uma parcela significativa dos municípios brasileiros precisa acelerar projetos para o atendimento das metas do Novo Marco Legal do Saneamento, Jundiaí pode alçar voos mais altos e aprofundar seus cuidados por meio de projetos desde a primeira infância.

* José Antonio Parimoschi é gestor de Governo e Finanças da Prefeitura de Jundiaí.

Para mais informações sobre Saneamento clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Ex-Libris Comunicação Integrada



A geopolítica do clima e as consequências de ignorar

Nos últimos anos, estamos percebendo de forma bastante clara como as questões climáticas vêm influenciando o xadrez geopolítico global.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray

A geopolítica do clima e as consequências de ignorar

Não, as praias não serão privatizadas – entenda a PEC 3/2022 e por que defendê-la

É necessário que o bem do Brasil esteja acima de qualquer preciosismo político.

Autor: Lucas Sampaio


Cemig recicla quase 100% dos resíduos sólidos gerados pela companhia

Desde 2020, a empresa evitou o descarte de 200 mil toneladas de materiais no meio ambiente.

Autor: Divulgação

Cemig recicla quase 100% dos resíduos sólidos gerados pela companhia

Minas garante a preservação de espécies raras de fauna e flora

As unidades de conservação (UCs) em Minas Gerais, geridas pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF), são verdadeiros oásis para a conservação da natureza.

Autor: Divulgação

Minas garante a preservação de espécies raras de fauna e flora

Traças de roupas e livros: curiosidades e prejuízos causados pelos insetos

Encontradas em lares, roupas e livros, as traças tem hábitos alimentares e de sobrevivência distintos, de acordo com Biólogo do CEUB.

Autor: Divulgação

Traças de roupas e livros: curiosidades e prejuízos causados pelos insetos

Rio Grande do Sul: a reconstrução passa pela recuperação da vegetação nativa

A nova realidade criada pela tragédia exige igualmente novas respostas da gestão pública, incluindo um olhar prioritário para a questão ambiental.

Autor: Divulgação

Rio Grande do Sul: a reconstrução passa pela recuperação da vegetação nativa

Investir em saneamento traz retorno para a saúde

A aprovação do Novo Marco Legal do Saneamento, em julho de 2020, trouxe novas e importantes perspectivas para o avanço da infraestrutura do setor.

Autor: Elzio Mistrelo

Investir em saneamento traz retorno para a saúde

Descoberta de Luzia, um dos esqueletos mais antigos das Américas, completa 50 anos

Arqueólogos encontraram os primeiros ossos em 1974, na área do Monumento Estadual Lapa Vermelha, em Pedro Leopoldo

Autor: Divulgação

Descoberta de Luzia, um dos esqueletos mais antigos das Américas, completa 50 anos

Governo de Minas e Ibama reabilitam onça parda atropelada e a devolvem à natureza

Animal havia sido atingido em rodovia, próximo a Campos Altos, e foi submetido a cirurgia; espécie é a segunda maior espécie de felino das Américas e está ameaçada de extinção.

Autor: Divulgação

Governo de Minas e Ibama reabilitam onça parda atropelada e a devolvem à natureza

Qual produto é mais recomendado para manutenção de fossa séptica?

A manutenção ideal de uma fossa séptica é crucial para manter um sistema de saneamento confiável e saudável.

Autor: Divulgação


A revolução das soluções baseadas na natureza

De acordo com um estudo liderado pela UFRJ, 48 mil pessoas morreram por ondas de calor entre 2000 e 2018 no Brasil.

Autor: Danilo Roberti Alves de Almeida

A revolução das soluções baseadas na natureza

Municípios têm oportunidades com o saneamento

O saneamento básico galgou um novo patamar no interesse de investidores e especialistas.

Autor: Maurício Vizeu de Castro

Municípios têm oportunidades com o saneamento