Portal O Debate
Grupo WhatsApp

4 problemas que o app Celular Seguro não resolve

4 problemas que o app Celular Seguro não resolve

03/02/2024 Henrique Volpi

Com menos de 30 dias do lançamento o app já tem uma adesão surpreendente: foram mais de um milhão de usuários cadastrados em menos de duas semanas!

4 problemas que o app Celular Seguro não resolve

O Celular Seguro foi em resposta ao crescente número de crimes relacionados a esses aparelhos: de acordo com o 17º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, foram registrados um milhão de ocorrências apenas em 2022. Isso representa um aumento de 16,6% em relação ao ano anterior, quando foram registrados 860 mil casos.

O aplicativo representa um avanço significativo na proteção dos usuários contra crimes envolvendo seus dispositivos móveis. Contudo ele não resolve quatro problemas importantes:

1- Dificuldade no desbloqueio

A principal preocupação levantada pelos usuários é a incapacidade de desbloquear os aparelhos após o bloqueio definitivo realizado pela Anatel (seja ele intencional ou acidental).

A indicação do Governo é que a operação deve ser realizada diretamente com a Polícia e a Anatel, mas nenhuma delas têm informações sobre a reversão. A saída, segundo o Ministério da Justiça, é procurar diretamente a operadora e também a instituição financeira bloqueada, mas mesmo essas não têm respostas.

2- Cadastro de apenas um IMEI por aparelho

Uma outra questão é que não é possível cadastrar mais de um IMEI por aparelho. No caso de celular com slot para dois chips, apenas uma das linhas será bloqueada. E o mercado de smartphones dual SIM no Brasil só cresce, deixando essas pessoas de fora.

De acordo com a pesquisa da GfK, em 2023, 17,5% dos aparelhos celulares vendidos no Brasil eram dual-SIM. Isso significa que, de um total de 35,1 milhões de aparelhos comercializados, 6,1 milhões tinham dois chips.

3- Não bloqueia celulares de pessoas jurídicas

O Celular Seguro é voltado exclusivamente para pessoas físicas. A medida foi criticada por muitas empresas, já que as impedem de proteger seus ativos e facilita a ação dos criminosos.

O argumento do Governo é que, caso o bloqueio fosse permitido para aparelhos de pessoas jurídicas, criminosos poderiam registrar o IMEI de um celular roubado ou furtado em outro aparelho, pertencente a uma empresa.

4- Não protege contra furtos, roubos e quebras

O aplicativo apenas bloqueia o aparelho, não o protegendo contra a ação dos criminosos, sendo a medida mais segura a contratação de um seguro para celular. O seguro é capaz de ir além da proteção contra roubo e furto, estendendo a tranquilidade para outras possíveis "dores de cabeça".

Um smartphone que cai no chão, uma tela trincada ou o derramamento acidental de líquido são situações corriqueiras que podem rapidamente se transformar em armadilhas financeiras. Nesses momentos, o seguro para smartphones se revela como um verdadeiro aliado, proporcionando tranquilidade na hora de imprevistos.

Com o seguro, o usuário pode contar com o reembolso do valor do aparelho, além de assistência técnica e outros benefícios. Contratar um seguro para smartphones não é apenas uma precaução, mas sim uma decisão inteligente. Além de proteger contra roubo e furto, ele oferece uma camada adicional de segurança, preservando o investimento realizado.

A tranquilidade proporcionada por uma cobertura abrangente vai muito além da garantia material, estendendo-se à segurança financeira de quem utiliza o aparelho. Diante dos imprevistos cotidianos, ter um seguro se torna uma ferramenta essencial, garantindo que esses valiosos dispositivos continuem a ser fontes de praticidade, sem tornar o usuário refém no caso de furto, roubo ou danos.

* Henrique Volpi, CEO e sócio-fundador da Kakau Seguros.

Para mais informações sobre Celular clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Conecte Comunicação



Golpes virtuais: como as empresas podem se proteger?

Especialista oferece dicas de boas práticas para organizações se protegerem contra golpes e invasões virtuais.

Autor: Divulgação

Golpes virtuais: como as empresas podem se proteger?

Criminosos lavaram mais de US$22 bilhões em criptomoedas em 2023

Volume representa queda de 30% ante 2022; a maior parte dos fundos (72%) foram enviados para apenas 5 serviços de off-ramping.

Autor: Divulgação

Criminosos lavaram mais de US$22 bilhões em criptomoedas em 2023

VPN móvel: como garantir segurança e privacidade no celular?

Ao utilizar redes wi-fi domésticas, pontos de acesso públicos ou redes móveis, qualquer pessoa está exposta a ameaças cibernéticas.

Autor: Marijus Briedis

VPN móvel: como garantir segurança e privacidade no celular?

Apple adota RCS: o que muda para as empresas?

A entrada da Apple deve aumentar em 900 milhões os usuários de RCS em todo mundo nos próximos dois anos, atingindo a marca de 2,1 bilhões de usuários globalmente.

Autor: Thiago Gomes

Apple adota RCS: o que muda para as empresas?

Como o fim dos cookies deve impactar o mercado varejista?

Visando melhorar a privacidade dos usuários, medida do Google faz empresas pensarem em novas estratégias para conseguirem clientes.

Autor: Divulgação

Como o fim dos cookies deve impactar o mercado varejista?

5 dicas para criar e-mail marketing com o uso da IA

Será que é possível otimizar uma prática tão criativa como o envio de e-mail marketing? Com a inteligência artificial em ação, a resposta é sim!

Autor: Lívia Barreto

5 dicas para criar e-mail marketing com o uso da IA

Dados em tempos chuvosos: um alerta aos líderes de TI

A resiliência tecnológica emerge como uma prioridade em tempos chuvosos.

Autor: Rennan Sanchez

Dados em tempos chuvosos: um alerta aos líderes de TI

Influenciadores digitais, responsabilidades e os riscos do marketing

O investimento no marketing digital já é uma realidade para a maioria das empresas brasileiras, independentemente de seu porte.

Autor: Gustavo Alonge

Influenciadores digitais, responsabilidades e os riscos do marketing

PIX e IA: relatório revela ano de caos com ransomwares

Um dos fatores que contribuiu para o crescimento do cibercrime foi o interesse pelas ferramentas de Inteligência Artificial.

Autor: Sandro Süffert

PIX e IA: relatório revela ano de caos com ransomwares

Principais desafios de cibersegurança para empresas

A inovação tecnológica trouxe ao mercado novas soluções, regimes de trabalho e uma nova relação com os consumidores.

Autor: Jeferson Propheta

Principais desafios de cibersegurança para empresas

Pesquisa aponta que ferramentas digitais são vistas negativamente pela população

Brasileiros se mostram divididos quanto aos impactos do mundo digital em seus futuros.

Autor: Divulgação

Pesquisa aponta que ferramentas digitais são vistas negativamente pela população

Como garantir a conectividade e a segurança dos dados nas estradas

Você sabia que o carro autônomo do Google coleta quase 1GB de dados sobre o seu entorno por segundo?

Autor: Eduardo Gomes

Como garantir a conectividade e a segurança dos dados nas estradas