Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A Arte de ser mulher

A Arte de ser mulher

06/03/2012 Glauco Moraes

Mulher, inspiração infinita do artista, ninfa adorada e fonte profunda de sabedoria. Graça, força, garra e determinação são atributos que transformam a mulher em uma obra-prima, pincelada pelo artista, com defeitos de extrema perfeição.

Mulher, vejo-a, a cada dia, ocupando seu espaço, ultrapassando limites e preconceitos. Com ternura deixa seu nome gravado com verbo, ato e ação. Em uma série de pinturas que fiz, intitulada Mulheres de Ouro, exposta no BNP Paribás, representei a mulher guerreira e valente que resplandece das batalhas, ri e chora, fazendo um mundo mais justo e dourado como o Sol. Na época pensei: nada mais contraditório do que ser mulher, pois pensa com o coração, age pela emoção e vence pelo amor.

Vive milhões de emoções num só dia e transmite cada uma delas num único olhar. Hospeda no ventre outras almas, o milagre da vida, dá à luz e depois fica cega diante da beleza dos filhos que gera. Como em uma mágica, transforma em luz as dores que sente na alma e ninguém nota. E ainda tem que ser forte para oferecer os ombros àqueles que choram. fazendo um mundo mais justo. Mulher é isso. É viver mil vezes em apenas uma vida. Lutar por causas perdidas, mas sempre vencer.

É estar antes do ontem e depois do amanhã. Chorando de alegria e sorrindo com tristeza. É acreditar quando ninguém mais acredita, caminhando na dúvida cheia de certezas. Cancelando sonhos em prol de terceiros e esperando quando ninguém mais espera. É estar em mil lugares de uma só vez, fazendo mil papéis ao mesmo tempo. É ser forte e fingir que é frágil... Às vezes, se perder em palavras e depois perceber que se encontrou nelas. Distribuindo emoções que nem sempre são captadas.

É ter a arrogância de viver, apesar dos dissabores, das desilusões, das traições e das decepções. Não tem vergonha de chorar por amor e sabe a hora certa do fim, esperando sempre por um recomeço. É ser mãe de seus filhos, dos outros e amá-los igualmente. É ter confiança no amanhã e aceitação do ontem. É desbravar caminhos difíceis em instantes inoportunos. E fincar a bandeira da conquista e da vitória plena de sua vida com humildade e orgulho. Ser mulher é isso.

*Glauco Moraes é Diretor da Maison Escola de Arte e crítico de Arte.



Onde está a boa educação?

Outrora, o idoso, era respeitado no local de trabalho e na sociedade.


Saneamento básico no Brasil

A infraestrutura que não chega ao esgoto.


Em novos tempos deve-se ter novas práticas

Na Capital fala-se muito em Menos Brasília, Mais Brasil.


Espiritualidade e alegria junina

Junho traz festas de três santos católicos: Antônio, casamenteiro. São João, profeta precursor de Jesus e São Pedro, único apóstolo que caminhou sobre as águas.


Missão do avô

Na família os avós são conselheiros dos pais e dos netos.


A importância das relações governamentais e institucionais

As relações governamentais e institucionais têm sido um instrumento de alta relevância para qualquer organização no atual momento político brasileiro.


Namoro na adolescência: fato ou fake?

O início da adolescência coincide com o final do Ensino Fundamental, fase em que desabrocham as paixões e, com elas, o convite: “quer namorar comigo?”.


Autobiografias: revelações das experiências em família

A curiosidade de muitas pessoas sobre a (auto) biografia de personalidades tem se tornado cada vez mais crescente, nos últimos anos.


What a wonderful world

Louis Daniel Armstrong foi um cantor e instrumentista nascido na aurora do século 20, e foi considerado “a personificação do jazz”.


A violência doméstica

Em Portugal, desde o início do ano, apesar de se combater, por todos os meios, a violência na família, contam-se já mais de uma dezena de mulheres, assassinadas.


O desrespeito ao teto constitucional e o ativismo judicial

O ativismo do Executivo e do Judiciário está “apequenando” o Legislativo.


Indicadores e painéis urbanos aliados à administração pública

A cidade com fatos visualizados está remodelando a forma como os cidadãos e gestores vêm a conhecê-la e governá-la.