Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A nota oficial do Presidente da República

A nota oficial do Presidente da República

11/09/2021 Bady Curi Neto

Após o excesso de retórica do mandatário maior da nação ocorrida no dia de uma das maiores manifestações já realizadas e vistas pelo povo brasileiro, o Presidente da República, veio a público, através de nota oficial, prestar a seguinte declaração, da qual destaca-se os seguintes parágrafos:

1 – “Nunca tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar. 

2- Sei que boa parte dessas divergências decorrem de conflitos de entendimento acerca das decisões adotadas pelo Ministro Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito das Fake News.

3- Mas na vida pública as pessoas que exercem o poder, não têm o direito de “esticar a corda”, a ponto de prejudicar a vida dos brasileiros e sua economia.”

A verdade é que o contundente discurso de Jair Bolsonaro trouxe reflexos negativos entre os Poderes da República e, principalmente, na economia, que enxergaram em suas palavras uma tentativa de pré-golpe.

Oposicionistas, em seus comentários, deram ênfase às palavras mal proferidas no discurso do Presidente, acirrando, ainda mais, os ânimos.

Em temperança, com a intenção de jogar água na fervura e preocupado, como dito em sua declaração, nos reflexos da economia que poderiam vir a prejudicar o povo brasileiro, Jair Bolsonaro deu o primeiro passo para o “afrouxar a corda” da hostilidade vivenciada entre o Poder Executivo e Judiciário.

O Presidente da República hasteou a bandeira branca, mas, importante destacar, como dito pelo Ministro Marco Aurelio de Melo, “a corda foi muito esticada, e foi esticada de ambos os lados. Penso que o Judiciário também esticou.”

Bolsonaro explicou que as divergências com o STF deram início com as decisões no inquérito da Fake News, questionável juridicamente, tendo recebido, inclusive, a alcunha de Inquérito do Fim do Mundo.

E completou que as discordâncias “devem ser resolvidas por medidas judiciais que serão tomadas de forma a assegurar a observância dos direitos e garantias fundamentais previsto no Art. 5º da Constituição Federal”.

A Nota Oficial do Presidente da República, ao contrário do que querem fazer crer alguns, em nada diminui a importância das manifestações de apoio popular ao Governo.

E, de maneira oposta, não atesta seu rebaixamento perante os demais Poderes da República, engrandecendo sua declarada preocupação com a economia, com a democracia e com a observância, irrestrita, da Constituição Federal.

Inadmissível seria que vaidades, contendas pessoais e choque entre poderes abalassem a economia e o Estado Democrático de Direito.

Aqueles que enxergam de forma diversa não estão à altura do cargo para qual foram eleitos, despreocupam com a nação, com os mais sofridos, distanciando-se da Pátria e da Constituição. Querem atear fogo, para apresentar-se como bombeiros.

O Governador de São Paulo, sem citar nomes, postou em suas redes sociais: “O leão virou um rato! Grande Dia!”

Diversamente do afirmado, se esta foi a intenção, deve-se esclarecer que a humildade, o reconhecimento de um equívoco, não transforma o leão em rato, apenas demonstra o porquê de sua grandeza.

Tenho dito!

* Bady Curi Neto é advogado fundador do Escritório Bady Curi Advocacia Empresarial, ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) e professor universitário.

Para mais informações sobre Presidente da República clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Trabalhadores de aplicativos: necessidades e vulnerabilidades diferentes

A tecnologia é uma realidade cotidiana irreversível. As plataformas, potencializadas pelos reflexos da pandemia da Covid-19, estão inseridas nas principais atividades da vida humana.

Autor: Ricardo Pereira de Freitas Guimarães


O que é direita? O que é esquerda?

O Brasil sofreu uma enorme polarização política nos últimos anos; mas afinal, o que é esquerda ou direita na política?

Autor: Leonardo de Moraes


Reparação mecânica e as tendências para 2024

No agitado mundo automotivo, as tendências e expectativas para 2024 prometem transformar o mercado de reparação de veículos.

Autor: Paulo Miranda


Política não evoluiu no período pós-redemocratização

O que preocupa é a impressão de que no Brasil não mais existem pessoas dedicadas, honestas e com boas intenções dispostas a entrar na política.

Autor: Luiz Carlos Borges da Silveira


Manifestação da paulista: exemplo de civilidade e democracia

Vivenciamos no último domingo, 25/02/2024, um dos maiores espetáculos da democracia.

Autor: Bady Curi Neto


Rio 459 anos: batalhas deram origem à capital carioca

Diversas lutas e conquistas deram origem à capital carioca. Começo pelo dia em que Estácio de Sá venceu uma grande batalha contra os nativos que viviam no território da atual cidade do Rio de Janeiro.

Autor: Víktor Waewell


Números da economia no governo Lula

Déficit de 231 bilhões de reais: um furo extraordinário.

Autor: Ives Gandra da Silva Martins


Lá vai Maria

Lata d’água na cabeça Lá vai Maria Lá vai Maria

Autor: Osvaldo Luiz Silva


O combate ao etarismo em favor da dignidade da pessoa idosa

É fundamental compreender que o envelhecimento é um processo natural e que todos nós, se tivermos a sorte de viver tempo suficiente, nos tornaremos idosos.

Autor: André Naves


Qual é o futuro do ser humano?

No planeta Terra a vida tem sido, em grande parte, moldada por materialistas que examinam a situação, planejam, estabelecem os objetivos e os põem em execução.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra


Liderança desengajada é obstáculo para uma gestão de mudanças eficaz

O mundo tem experimentado transformações como nunca antes, impulsionadas por inovações tecnológicas, crises econômicas e transições geracionais, dentre outros acontecimentos.

Autor: Francisco Loureiro


Neoindustrialização e a nova política industrial

Com uma indústria mais produtiva e competitiva, com equilíbrio fiscal, ganha o Brasil e a sociedade.

Autor: Gino Paulucci Jr.