Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Como músico, advogado e padre, saíram de boa

Como músico, advogado e padre, saíram de boa

03/12/2020 Humberto Pinho da Silva

Quando, em 1945, os americanos ocuparam Garmish, um jeep, cheio de soldados, estacionou, à porta da casa de Richard Strauss.

Apearam-se, na intenção de entrar à força – se necessário fosse, na residência, – (desconhecendo que era do famoso compositor,) para a revistar. Surgiu-lhes, então, idoso de oitenta e um anos, que tranquilamente os interrogou:

- “O que desejam?! …”

Os militares ficaram mudos de espanto. O dono da casa era o grande e conhecido Maestro Richard Strauss. E prosseguiu:

- “Sou o compositor do: ‘Cavaleiro da Rosa’”.

De imediato o comandante, em sentido, cumprimentou-o, fazendo a continência, seguido pelos subalternos. Estavam diante do músico, do compositor, Strauss, admirado em todo o mundo.

***

Outra história, igualmente verídica, ocorrida em meados do século XX, em Gaia (Portugal): Havia, na rua Cândido dos Reis (Direita,) farmacêutico, republicano de sete costados.

Certo dia, o abade de santa Marinha (dr. Azevedo Maia,) que não poupava, nas homilias, os desvarios dos republicanos, foi seriamente ameaçado de morte, por certa organização secreta.

Aflito, não conhecendo a quem recorrer, lembrou-se do farmacêutico, Homem reconhecido pela bondade e justiça.

Atónito, ouviu-o atentamente, condoído da má sorte do abade. Deu-lhe guarita, em sua casa, durante semanas, facilitando-lhe a fuga, para o exílio (Paris)

Há homens justos, de consciência, desde a extrema-direita, à mais nefasta esquerda…; até entre bandidos…

Não dizia, ao morrer, o gangster americano, Crowley: que possuía coração bondoso, e que matava, apenas, para se defender?! Se assim pensava um bandido, o que dizer de um politico…

***

Agora, outro episódio curioso: Contaram-me – já lá vão muitas décadas, – que uma manhã, a policia secreta portuguesa (PIDE) bateu à porta de famoso advogado, para o levar a interrogatório.

Como o jurista estivesse a almoçar, juntamente com a família, a criada, a tremer, foi avisá-lo. Regressou com o seguinte recado:

- “O Senhor Doutor está a terminar a refeição…”

O agente, amavelmente, respondeu-lhe:

- “Pois diga ao Senhor Doutor que não se apresse. Eu aguardo que termine de comer…”

Decorrido minutos, o advogado apareceu. Ao dirigir-se ao agente, disse-lhe em tom interrogatório:

- “Não receou que fugisse? …”

Ao que o policia, prontamente, respondeu:

- “Nós sabemos, que o Senhor Doutor, é pessoa de bem. Não ia fugir…Não anda a lançar bombas…”

Esta cena verídica, ilustra bem, que, mesmo para a famigerada policia, as pessoas honradas e honestas ainda eram respeitadas.

Na vida, como na política, pouco importa a ideologia e os partidos; mas, o carácter, a bondade e os bons sentimentos de cada um.

* Humberto Pinho da Silva




Ações mais comuns na Justiça do Trabalho

O ano que passou não foi fácil para o trabalhador. O desemprego aumentou.


Síndrome de Tourette: o popular tique nervoso

A Síndrome de Tourette é pouco conhecida e atinge apenas 0,6% da população em geral. É popularmente conhecida como “tique nervoso”.


Quanto você pagaria por uma vacina contra a Covid-19?

A Constituição brasileira prevê que a saúde é direito de todos e dever do Estado (art. 196), mas permite expressamente a atuação da iniciativa privada no setor (art. 199).


Janeiro Branco

Todo cuidado conta! Em 2014, na cidade de Uberlândia, Minas Gerais, o psicólogo Leonardo Abrahão idealizou a companha conhecida como "Janeiro Branco".


A arte de escrever para crianças

Escrever para crianças, é arte delicada que poucos dominam.


2021, o ano das bolsas

O ano de 2021 deverá ser um dos melhores anos para os investidores do mercado de ações; entretanto, existe uma combinação de fatores que devem ser analisados ainda em 2020, principalmente para os que desejam começar a investir ainda neste ano.


Agro é vida – Adube um meio ambiente melhor

Os adubos são caminho seguro para aumentar a produção das culturas e, assim, colocar mais alimento à mesa.


A CPMF e o imposto da janela

Em 1696, os britânicos encontraram uma maneira criativa de um novo imposto e começaram a taxar as janelas.


Sementes de esperança

Em 1500, quando, na carta-relatório do Descobrimento do Brasil ao rei português D. Manoel, o escriba Pero Vaz de Caminha relatou que "aqui em se plantando tudo dá", jamais poderia imaginar que, 520 anos depois, um bem intangível de imenso valor também estaria brotando de nossa abençoada terra: a esperança.


Antes inimigos declarados, bancos começam a flertar com o Bitcoin

Estamos vivenciando um momento único na humanidade e também na história do Bitcoin.


São Sebastião, o mártir da perseverança

São Sebastião foi martirizado na última e pior perseguição do Império Romano, que foi a de Diocleciano, por volta do ano 300 d.C.


Vidas perdidas por falta de gestão profissional

Esperança é o sentimento deste início de 2021.