Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Dupla nacionalidade x futebol: qual a relação?

Dupla nacionalidade x futebol: qual a relação?

01/06/2023 Rafael Gianesini

Nos últimos anos, temos visto seleções de todo o mundo disputando cada vez mais jogadores de dupla nacionalidade.

E, se não bastasse isso, em alguns dos casos, os próprios jogadores com mais de uma nacionalidade têm optado por trocar de seleção, seja por falta de oportunidade ou até mesmo para realizar o sonho de disputar uma Copa do Mundo, algo que é desejo de dez entre dez atletas, isto é, unânime.

A Europa, por exemplo, conta com uma grande quantidade de imigrantes, o que acaba refletindo diretamente dentro do campo.

Para se ter uma ideia, a Eurocopa de 2021, principal campeonato de futebol entre seleções dos países da União das Associações Europeias de Futebol (UEFA), contou com a participação de 624 jogadores, sendo que 93 deles possuíam dupla cidadania.

De origem africana, asiática e, claro, brasileira, podemos citar alguns atletas como: Képler Laveran de Lima Ferreira, popularmente conhecido como Pepe, que obteve a cidadania portuguesa; Thiago Alcântara, que possui as nacionalidades italiana, espanhola e brasileira; e Mário Fernandes, que possui cidadania russa.

Em outras palavras, diversos países do continente europeu, que têm pouca tradição no futebol, optaram por entrar nessa disputa para conquistar mais jogadores.

E a obtenção da cidadania europeia tornou-se um componente facilitador para integrar os elencos dos clubes do continente.

Afinal, a dupla cidadania é capaz de abrir portas para um leque de oportunidades dentro do exterior, dando mais chances para o atleta ser contratado no mercado europeu e ainda abrindo portas para o conhecimento da cultura de outros países.

Apesar de parecer algo trabalhoso, quando atrelado a profissionais especializados, o processo de retirada da dupla nacionalidade só traz benefícios para a vida de qualquer atleta profissional.

* Rafael Gianesini é co-fundador da Cidadania4.

Para mais informações sobre dupla nacionalidade clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: PiaR Comunicação



A tragédia já foi. E agora?

Impossível não se sensibilizar e chocar com a situação do Rio Grande do Sul, atingido por chuvas sem precedentes que causaram inundações em grande parte do estado, da capital ao interior.

Autor: Janguiê Diniz


O preconceito que condena

O programa Fantástico da Rede Globo trouxe mais uma história de injustiça cometida pelo Poder Judiciário brasileiro contra um jovem preto e periférico.

Autor: Marcelo Aith


O risco de politização da tragédia no RS

O Brasil todo tem assistido, consternado, ao desastre ambiental que se abateu sobre o Rio Grande do Sul nos últimos dias.

Autor: Wilson Pedroso


Cavalo Caramelo e quando a água baixar

O final de Abril e o começo de Maio foram marcados pelo pior desastre ecológico da história do Rio Grande do Sul, com inundações, mortes e milhares de desabrigados e de pessoas ilhadas.

Autor: Marco Antonio Spinelli

Cavalo Caramelo e quando a água baixar

O fim da reeleição de governantes

Está tramitando pelo Congresso Nacional mais um projeto que revoga a reeleição de Presidente da República, Governador de Estado e Prefeito Municipal.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


PEC das drogas

O que esperar com a sua aprovação?

Autor: Marcelo Aith


PEC do Quinquênio simboliza a metástase dos privilégios no Brasil

Aprovar a PEC significará premiar, sem justificativa plausível, uma determinada categoria.

Autor: Samuel Hanan


O jovem e o voto

Encerrou-se no dia 8 de maio o prazo para que jovens de 16 e 17 anos pudessem se habilitar como eleitores para as eleições municipais deste ano.

Autor: Daniel Medeiros


Um mundo fragmentado

Em fevereiro deste ano completaram-se dois anos desde a invasão russa à Ucrânia.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray


Leitores em extinção

Ontem, finalmente, tive um dia inteiro de atendimento on-line, na minha casa.

Autor: Marco Antonio Spinelli


Solidariedade: a Luz de uma tragédia

Todos nós, ou melhor dizendo, a grande maioria de nós, está muito sensibilizado com o que está sendo vivido pela população do Rio Grande do Sul.

Autor: Renata Nascimento


Os fios da liberdade e o resistir da vida

A inferioridade do racismo é observada até nos comentários sobre os cabelos.

Autor: Livia Marques