Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O que esperar de uma mulher, médica e mãe?

O que esperar de uma mulher, médica e mãe?

03/03/2021 Dra. Roberta Campos

A mulher perfeita levanta cedo, beija os filhos e o marido, prepara o café, arruma as crianças e as deixam na escola, depois segue para o trabalho, linda, reluzente, bem cuidada, de bom humor e perfumada.

Já no trabalho, é elogiada pelo excelente desempenho, retorna cedo e prepara o almoço saudável que a família come reunida em volta de uma grande mesa. Pena que não existe!

Nas últimas décadas, temos visto cada vez mais mulheres engolidas pela rotina massacrante de ser mãe, profissional e mulher. Perseguindo modelos de saúde, beleza e comportamento inatingíveis.

Comparando-se a modelos ilusórios, frustrando-se com resultados reais distantes dos ideais e consolando-se em aceitar o possível sem perceber que já executam o impossível.

Como meras executoras de tarefas, se desdobram em calendários e agendas com múltiplas atividades que não serão cumpridas, seguidas daquelas que serão mal executadas.

Exercem menos cargos de chefia, têm remuneração menor e terminam por ficar mais suscetíveis a crises de estresse.

Na Medicina, além de todas as dificuldades normais de cada mulher, ainda enfrentamos a responsabilidade de atender bem a todos os pacientes, com atenção e competência.

As dificuldades de cada mulher não podem entrar no consultório ou no centro cirúrgico. Ao trocar a roupa privativa, sai de cena a mulher e entra a cirurgiã.

Talvez por isso compreendemos bem nossas pacientes. A paciente que procura por nós, além da competência, espera por empatia e sororidade.

Ser médica é dedicar-se integralmente à profissão, pois, além dos longos plantões, ainda precisamos lidar com a rotina dos cursos incessantes, que são extremamente necessários. Os avanços, a ciência e as descobertas não param.

Mas, conciliar toda essa demanda com a família e, principalmente, com o cuidado com os filhos, sem perder o jogo de cintura, não é uma tarefa nada fácil. É assim que, muitas vezes, deixamos nossas próprias necessidades de lado.

De tempos em tempos, no entanto, é possível encontrar super-heroínas capazes de aceitar a própria vulnerabilidade, vencer a vergonha e ousar serem diferentes. É quando a mágica acontece.

É quando exaustas das regras e modelos, as mulheres se aceitam e se permitem ser originais. Nem sempre boa mãe, às vezes nem mãe. Nem sempre casada, até mesmo preterida, mas feliz, bem resolvida e satisfeita.

Ser mulher nos dias atuais é um desafio diário de permanecer consciente das próprias limitações sem se deixar imobilizar por elas.

É aceitar as próprias dificuldades, superar algumas e, no final, perceber que é nelas que nos tornamos diferentes e únicas.

Foi vivendo imersa em tantas atividades da vida que aprendi a pedir ajuda, delegar tarefas, fazer-me de tonta, surda e muda.

A rir de mim com leveza, perdoar-me e seguir em frente, porque uma mulher feliz não precisa ser perfeita.

* Dra. Roberta Campos é Cirurgiã Vascular e presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular Regional Maranhão (SBACV-MA).

Para adquirir LIVROS clique aqui…

Fonte: Way Comunicações



Desafios e oportunidades para o saneamento

Considerado um dos menos atrativos na infraestrutura, o setor de saneamento passa por uma profunda mudança de paradigma com a aprovação da Lei 14.026/2020.

Desafios e oportunidades para o saneamento

Os desafios de lidar com maternidade e realização profissional

A experiência da maternidade é o momento mais importante na vida da mulher, no entanto um dos mais preocupantes também.


Como a inteligência de dados auxilia o Open Finance

Imagine que a sua televisão está com defeito. Você busca um modelo um pouco melhor na internet (afinal, você merece) e decide comprá-la em algumas suaves prestações.


Evolução da telessaúde

Maior segurança e respeito à autonomia de profissionais e pacientes.


Explore seu universo de possibilidades

Você sabia que o ser humano enfrenta em média 23 adversidades por dia?


Um doidivanas incorrigível

Todos reconhecem Camilo Castelo Branco, como escritor talentoso. Admiram-lhe a riqueza do vocabulário e a vernaculidade da prosa.


O metaverso vem aí e está mais próximo do que você imagina

Você, assim como eu, já deve ter ouvido falar no Metaverso.


Indulto x Interferência de Poderes

As leis, como de corriqueira sabença, obedecem a uma ordem hierárquica, assim escalonadas: – Norma fundamental; – Constituição Federal; – Lei; (Lei Complementar, Lei Ordinária, Lei Delegada, Medida Provisória, Decreto Legislativo e Resolução).


Você e seu time estão progredindo?

Em qualquer empreitada, pessoal, profissional ou de times, medir resultados é crucial.


Propaganda eleitoral antecipada

A propaganda para as eleições neste ano só é permitida a partir do dia 16 de agosto.


Amar a si mesmo como próximo

No documentário “Heal” (em Português, “Cura”), disponível no Amazon Prime, há um depoimento lancinante de Anita Moorjani, que, em Fevereiro de 2006 chegou ao final de uma luta de quatro anos contra o câncer.


O peso da improbidade no destino das pessoas

O homem já em tempos pré-históricos se reunia em volta das fogueiras onde foi aperfeiçoada a linguagem humana.