Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Amor e negócios, esses dois se misturam?

Amor e negócios, esses dois se misturam?

08/06/2019 Rosangela Matos

Casais que escolhem embarcar juntos no empreendedorismo são cada vez mais frequentes. Mas será que existe um jeito de fazer a sociedade dar certo sem prejudicar a relação?

Amor e negócios, esses dois se misturam?

Pesquisas recentes mostram que é possível ter duas vezes mais felicidade e satisfação trabalhando com o marido na mesma empresa do que se comparado a casais que não convivem no mesmo ambiente profissional, segundo a Universidade do Estado de Utah, nos Estados Unidos. Já os dados da pesquisa feita no Brasil pela International Stress Management Association ISMA-BR), mostram que trabalhar junto com o parceiro pode gerar menos conflitos e cobranças na relação, menor exaustão profissional e melhores recursos para lidar com o estresse. Incrível né?

Se você e o seu parceiro tem esse sonho, mas você ainda está com receio de dar esse passo, quero te apresentar os 7 mandamentos para que o amor e os negócios andem de mãos dadas.

1- Tenha maturidade para não levar para o lado pessoal

Sempre que uma discussão mais intensa acontecer no trabalho, procure não levar para o lado pessoal, e tenha maturidade para resolver a situação sem competir para ver quem está certo ou errado.

2- Roupa suja se lava no tanque

Não é fácil simplesmente “virar a chave” depois de uma briga horrível em casa e ir trabalhar pela manhã, mas levar o assunto para o trabalho vai gerar um caos desnecessário. Façam reuniões na empresa para assuntos referentes ao trabalho e discutam a relação depois do expediente. Outra coisa, não deixe de ir trabalhar por estar chateada(o), leve o seu negócio a sério.

3- Nada de sujeira embaixo do tapete

Toda vez que um problema não é resolvido ele aumenta de tamanho, e assim como um casamento acaba por pequenos motivos que vão se somando, uma sociedade entra em crise pela mesma razão, sejam parceiros de jornada e jamais evitem assuntos difíceis.

4- Respeite seu marido e sócio (a)

Informações pessoais não devem ser usadas para magoar ou manipular, lembre-se que o respeito é um pilar fundamental em qualquer relação.

5- Negócio é negócio, casamento a parte

É importante que cada um saiba as suas funções na empresa. Como sócios avaliem sempre juntos decisões importantes, mantenham a contabilidade em dia, combinem o valor de pró labore de cada um e separem contas pessoais e da empresa.

6- Elogie mais e critique menos

A falta de reconhecimento é um dos maiores desmotivadores que existem, assim como é importante fazer um elogio por dia ao seu marido em casa, faça um elogio por dia ao seu sócio, isso vai influenciá-lo a fazer a mesma coisa.

7- Tenha um tempo na sua semana para fazer algo por você longe do sócio e marido e deixe que ele faça o mesmo

Ter uma vida interessante fora do trabalho e longe do seu amor e sócio, é um ingrediente para viver uma relação mais feliz e uma sociedade duradoura.

Amor e negócios é uma mistura que pode ser um sucesso se ambos estiverem dispostos a fazer dar certo, pois  não é o amor que vai ajudar o casal a se relacionar melhor quando trabalham juntos, é a forma de se relacionar no trabalho que vai aumentar o amor do casal.

* Rosangela Matos - Terapeuta de Relacionamento  - Analista comportamental formada pelo Instituto Brasileiro de Coaching, analista 360 pelo  Instituto Brasileiro de Coaching, neurocoach formada pela ONT People & Performance, Practitioner em PNL e Terapeuta EFT pelo Brasil PNL, Formada em Liderança, Comunicação Eficaz e Inteligência Interpessoal pela Escola de Executivos e Negócios MasterMind Brasil e Palestrante.

Instagram: https://www.instagram.com/rosangelamatos_dr

Fonte: Comunicame




O engajamento dos colaboradores em um mundo colocado à força em home office

A pandemia causada pelo novo coronavírus obrigou empresas de todo o mundo a adaptarem suas rotinas e métodos de trabalho, adotando o home office como resposta imediata à evolução da Covid-19.


Retomada econômica com cautela é defendida pela FIEMG

Federação acredita que a retomada deve ser customizada para cada região do estado


A crise e suas oportunidades

A partir dos dados da B3, é possível observar um movimento extremamente curioso no mercado financeiro.


Acomodando-se para a longa viagem: trabalhando de casa com segurança

Na última década, vimos um tremendo aumento de trabalhadores remotos - tanto autônomos quanto colaboradores e executivos.


Empreendedor, o herói necessário

A recessão econômica que iniciada neste primeiro semestre de 2020 será uma das mais graves dos últimos tempos.

Empreendedor, o herói necessário

Mais da metade dos pequenos negócios mineiros tiveram crédito negado

Pesquisa do Sebrae mostra que a crise tem levado um número maior de empresários a buscarem empréstimos para manterem os negócios.

Mais da metade dos pequenos negócios mineiros tiveram crédito negado

Edital de Inovação para a Indústria do SENAI lança nova categoria

São 250 mentorias online e gratuitas para apoiar as empresas na produção de equipamentos de proteção para COVID-19.


Novos impactos para implementação da LGPD

As empresas que não se anteciparam na busca de adequação à LGPD devem colocar este projeto em segundo plano.


Geração de caixa através dos tributos em meio a pandemia

O que as empresas necessitam é de geração de caixa como medida imediata. A possibilidade existe por iniciativa própria e dentro da lei.


E-commerce nos tempos de COVID 19

O que as empresas podem fazer para manter a operação funcionando?


Os impactos da pandemia do novo coronavírus na mineração

Para continuar operando durante o período de isolamento social – que é uma das medidas restritivas essenciais no combate ao novo coronavírus –, diversas empresas precisam se reinventar.