Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Ipea: 11% dos trabalhadores fizeram home office ao longo de 2020

Ipea: 11% dos trabalhadores fizeram home office ao longo de 2020

16/07/2021 Divulgação

Profissionais de nível superior foram a maioria em trabalho remoto.

Ipea: 11% dos trabalhadores fizeram home office ao longo de 2020

O grupo de brasileiros que trabalhou de forma remota entre os meses de maio e novembro de 2020 chegou a 8,2 milhões de pessoas, apenas 11% dos 74 milhões de profissionais que continuaram a trabalhar durante a pandemia de covid-19. Os dados foram divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) no dia 15/7, que mostrou que mulheres (56%), brancos (65,6%) e profissionais de nível superior (74,6%) foram a maioria dos trabalhadores em home office.

A pesquisa do Ipea tem com base dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes ao período de maio a novembro e coletados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Covid-19).

O estudo do IBGE mostra que o perfil da população em trabalho remoto diverge da composição da população brasileira, que é formada por 51,1% de mulheres, 54,7% de pretos ou pardos e 13,1% de pessoas com nível superior.

Os 74 milhões de trabalhadores citados pelo Ipea são a parte dos 83 milhões de brasileiros que tinham uma ocupação nesse período e continuaram trabalhando. Entre os 9,2 milhões que se afastaram do trabalho, 6,5 milhões fizeram isso por causa do distanciamento social.

Outros dados
Em termos de faixa etária, a pesquisa mostra que os trabalhadores de 30 a 39 anos responderam por 31,8% daqueles que declararam estar em home office. Já na comparação do setor público com o setor privado, o último concentrou 63,9% do total de profissionais em trabalho remoto.

Quando a pesquisa se debruça sobre cada setor da economia, a educação privada foi a que atingiu o maior percentual de trabalhadores em teletrabalho: 51%. Esse percentual foi de 38,8%, no caso do setor financeiro privado, e de 34,7% na atividade de comunicação privada. Por outro lado, os menores percentuais estavam nas atividades de agricultura (0,6%), logística (1,8%) e alimentação (1,9%).

Por fim, a maior parte dos trabalhadores em home office em 2020 era da Região Sudeste (58,2%). O Nordeste (16,3%), o Sul (14,5%), o Centro-Oeste (7,7%) e o Norte (3,3%) completam a lista.

Para mais informações sobre home office clique aqui.

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Agência Brasil



Lançado o primeiro carrinho inteligente da América Latina

Com o novo carrinho inteligente da Nextop no Enxuto é possível contabilizar e pagar as compras com total autonomia.

Lançado o primeiro carrinho inteligente da América Latina

A promessa da Enjin Coin (ENJ) caiu por terra. As perspectivas de Mushe (XMU) continuam crescendo

A Enjin Coin (ENJ) trouxe uma forma interessante de integrar partes anteriormente díspares do espaço dos criptoativos. Porém, será que sua valorização se manterá consistente ao longo do tempo?

A promessa da Enjin Coin (ENJ) caiu por terra. As perspectivas de Mushe (XMU) continuam crescendo

Artesãos mineiros expõem seus produtos no 15º Salão do Artesanato, em Brasília

Evento, que acontece de 04 a 08 de maio, reunirá mais de 500 artesãos de 25 estados do Brasil.

Artesãos mineiros expõem seus produtos no 15º Salão do Artesanato, em Brasília

Faturamento de bares e restaurantes deve aumentar 30% no Dia das Mães

Data é segundo melhor dia do ano em relação ao movimento, diz Abrasel.

Faturamento de bares e restaurantes deve aumentar 30% no Dia das Mães

Wax (WAXP) e Mushe (XMU): as melhores criptomoedas eco-friendly

Existe uma forma para as finanças descentralizadas se tornarem mais sustentáveis. Aqui estão as empresas que estão pavimentando o caminho.

Wax (WAXP) e Mushe (XMU): as melhores criptomoedas eco-friendly

Percentuais de endividados e inadimplentes são os maiores em 12 anos

Índice de endividados chegou a 77,7% em abril. O cartão de crédito é o principal motivo das dívidas.

Percentuais de endividados e inadimplentes são os maiores em 12 anos

Financiar carro vale a pena?

Especialista em análise de crédito esclarece os principais mitos dessa alternativa.

Financiar carro vale a pena?

Você e seu time estão progredindo?

Em qualquer empreitada, pessoal, profissional ou de times, medir resultados é crucial.


A governança de riscos e gestão em fintechs

Em complemento às soluções e instituições financeiras já existentes, o mercado de crédito ficou muito mais democrático com a expansão das fintechs.


Kanban ainda é pouco explorado, mas pode revolucionar o cotidiano das empresas

Como trazer soluções efetivas em condições de fluxo de atividade em escala?

Kanban ainda é pouco explorado, mas pode revolucionar o cotidiano das empresas

Investimentos registram captação de R$ 46 bi no primeiro trimestre

O segmento de fundos de investimentos fechou o primeiro trimestre de 2022 com absorção líquida de R$ 46,1 bilhões, movimentação de 56,9% menor do que o observado no mesmo período de 2021.


Cadastro Positivo insere mais de 464 mil mineiros no mercado de crédito

Dados divulgados pela ANBC demonstram contingente da população mineira que se beneficiou da primeira consulta de crédito após a implantação do Cadastro Positivo com adesão automática.

Cadastro Positivo insere mais de 464 mil mineiros no mercado de crédito