Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Mineração brasileira encerra 2020 com bons resultados

Mineração brasileira encerra 2020 com bons resultados

21/01/2021 Jerri Alves

A maior responsável pela boa performance do segmento no ano passado foi a China.

Mineração brasileira encerra 2020 com bons resultados

A mineração brasileira fechou o ano de 2020 com resultados bastante positivos. Apesar dos impactos causados pela pandemia de covid-19, o setor conseguiu se recuperar ao longo do ano se beneficiando da valorização do minério de ferro – que chegou a quase US$ 164 a tonelada em dezembro – e de metais não-ferrosos.

A maior responsável pela boa performance do segmento no ano passado foi a China, que é um dos países que mais importam matérias-primas industriais. Os incentivos e investimentos do governo chinês em projetos de infraestrutura e empreendimentos imobiliários, por exemplo, permitiram que a economia de seu país permanecesse estável mesmo com a chegada da pandemia. Com este contexto, o Brasil, que é um forte fornecedor de commodities para a China, também foi favorecido. Operando em 90% da capacidade de suas usinas de aço, a nação asiática conseguiu manter o seu alto consumo de minérios e metais brasileiros, o que acabou impulsionando o aumento da cotação do minério de ferro.

Ainda existem outras relevantes situações que contribuíram para que a alta nos preços dos produtos da mineração nacional se mantivesse firme até o encerramento de 2020. Uma delas foi a diminuição da oferta prevista por parte da Vale para este ano, em consequência de problemas operacionais da empresa em Minas Gerais. O segundo fator que estimulou a elevação da cotação minerária foi a intensidade das chuvas nos primeiros três meses do ano. Elas costumam afetar a dinâmica dos embarques no Brasil. Os ciclones recorrentes nas regiões dos portos da Austrália também alteram o andamento das viagens. As duas nações são as maiores produtoras da commodity no mundo.

Até o mês de setembro, o rendimento anual da mineração nacional havia alcançado os R$ 125 bilhões, dos quais 40% foram adquiridos só no terceiro trimestre. Os preços de metais não ferrosos, como o alumínio, níquel, cobre e zinco, apresentaram grande elevação na Bolsa de Metais de Londres, o que contribuiu para a recuperação do setor, que também foi aquecida pela valorização cambial das exportações e cotação das commodities.

A procura por minerais industriais como a brita, areia e calcário no mercado interno, expôs um acentuado crescimento no ano passado em decorrência do marcante aumento dos lançamentos imobiliários e da autoconstrução. Já as exportações, fecharam 2020 com um avanço de 10%, atingindo os US$ 35 bilhões. Entre janeiro e novembro, a balança dos embarques acumulou US$ 32 bilhões. Não há dúvidas de que o minério de ferro será o carro-chefe do setor em 2021, as expectativas são animadoras, principalmente, nas exportações dele e de minerais como o nióbio e manganês que irão para a China, Japão e outros países.

Texto: Jerri Alves - superintendente do Grupo MBL




Tempo gasto em apps de finanças cresceu 50% no Brasil no último ano

Brasileiros estão buscando aprender novas formas de ganhar e organizar seu dinheiro para sobreviver.

Tempo gasto em apps de finanças cresceu 50% no Brasil no último ano

O novo food service no Brasil e a corrida contra o tempo para se adaptar

Muitos empreendedores encontraram oportunidades onde muitos não enxergavam.

O novo food service no Brasil e a corrida contra o tempo para se adaptar

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Textos patrocinados são a melhor mídia para divulgar a sua empresa.

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Como a Amazon consegue ter tanta rapidez na entrega?

Temos, em nossa memória, muitas perguntas a que normalmente nos referimos como “a pergunta que não quer calar”.

Como a Amazon consegue ter tanta rapidez na entrega?

Brasileiros estimam inflação de 5,3% nos próximos 12 meses

Resultado é maior que expectativa inflacionária de janeiro: 5,2%.

Brasileiros estimam inflação de 5,3% nos próximos 12 meses

A notável evolução do comércio exterior brasileiro

O setor enfrenta novos desafios como a atualização constante dos processos logísticos, os controles aduaneiros e a formação de novos acordos e blocos econômicos.

A notável evolução do comércio exterior brasileiro

Serviços registram queda de 7,8% em 2020, revela pesquisa do IBGE

Recuo é atribuído em parte aos efeitos da pandemia.

Serviços registram queda de 7,8% em 2020, revela pesquisa do IBGE

Sebrae Minas abre inscrições para o Programa Brasil Mais

Novas vagas são destinadas a microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP); atividades são gratuitas e começam em março.

Sebrae Minas abre inscrições para o Programa Brasil Mais

Vendas do comércio varejista crescem 1,2% em 2020, diz IBGE

Pandemia prejudicou consumo em março e abril, revela pesquisa.

Vendas do comércio varejista crescem 1,2% em 2020, diz IBGE

Pagamentos com cartões movimentam R$ 2 trilhões em 2020

Crescimento foi de 8,2% na comparação com o ano anterior, diz Abecs.

Pagamentos com cartões movimentam R$ 2 trilhões em 2020

Poupança tem retirada recorde de recursos em janeiro

Saques superaram depósitos em R$ 18.1 bilhões no mês passado.

Poupança tem retirada recorde de recursos em janeiro

Reformas residenciais aumentam em quase 60% durante a pandemia

Entre abril e novembro do ano passado, foram realizadas 2,8 milhões solicitações de serviços,

Reformas residenciais aumentam em quase 60% durante a pandemia