Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Nova era dos negócios na Web3: E o empreendedorismo, como fica?

Nova era dos negócios na Web3: E o empreendedorismo, como fica?

24/03/2023 Ana Wadovski

A Web3 é a nova realidade para o mundo dos negócios e cada vez mais empreendedores estão investindo nesse universo.

Nova era dos negócios na Web3: E o empreendedorismo, como fica?

Dados do Gartner, uma das principais empresas mundiais especializadas em pesquisa e consultoria em tecnologia da informação, apontam que a economia baseada em blockchain deve movimentar mais de R$14 trilhões até 2030. Vista como a revolução da internet, a Web3 tende a ser mais aberta, transparente e democrática que a atual era das Big Techs.

Antes de mais nada, é importante esclarecer que a Web3 é sobre comunidades e existem alguns princípios básicos para conseguir empreender de forma efetiva na Web3. Essas comunidades se organizam em torno de um propósito e podem, até mesmo, se organizar em torno de um produto. Reconhecer a importância das comunidades fará toda diferença nas relações das marcas com seus consumidores.

Esse novo olhar de valorização das comunidades irá permitir que os novos serviços e produtos sejam criados a partir das comunidades e não apenas para as comunidades. Pela importância desse conceito de comunidades, a Web3 ainda diz respeito à noção de propriedade, ou seja, os novos consumidores querem mais do que apenas consumir, eles querem efetivamente fazerem parte de algo que acreditam e apoiam. 

Por essa razão, um negócio que hoje funciona na Web2 poderá, sim, incorporar os conceitos das Web3. No entanto, é preciso lembrar que a transição para uma nova geração de tecnologias demanda também um mindset alinhado a essas exponencialidades advindas da Web3. Como ainda está em desenvolvimento, a Web3 se apresenta como um espaço para testes de novas propostas de interação e até mesmo modelos de negócios, no entanto, existem desafios. 

O primeiro deles é entender quem é o seu cliente e se ele já está - ou quer estar - dentro desta nova realidade - Metaverso, Comunidades, Marketplaces de NFTs e assim por diante. Isso significa que as empresas precisam traçar um plano de curto, médio e longo prazo para a entrada na Web3, levando em consideração a maturidade de conhecimento sobre o assunto. Após reconhecidos esses pontos, o desenvolvimento de um roadmap plausível permite às empresas fazerem suas primeiras incursões na Web3 e observarem - efetivamente -  as vantagens que ela oferece. 

A partir disso, é perceptível que a Web3 irá impactar o mundo dos negócios como um todo, contudo, acredito que os negócios vão continuar operando nos dois modelos paralelamente por muito tempo: os tradicionais e os de web3. Não há nada que impeça as marcas de continuarem girando seus negócios nos modelos já conhecidos, mas já é preciso dedicar tempo e recursos para aplicar os conceitos da Web3 em seus projetos, e isto se faz cada vez mais urgente.

Há uma nova geração de consumidores que é, de fato, uma reserva de mercado prestes a explodir, inclusive impactando o ambiente de trabalho. A forma com que essa nova geração se relaciona com a tecnologia e até mesmo com seus ideais profissionais podem causar uma disrupção no modelo de trabalho atual. Basta nos perguntarmos se o mercado de trabalho, em especial, as empresas, estão prontas para absorver e manter essa mão de obra.

É claro que ainda há um longo caminho a percorrer, afinal, estamos tendo uma oportunidade única de observar um novo ecossistema para relações pessoais e profissionais se desenvolver do zero. A expectativa para o futuro é de termos cada vez mais experiências imersivas dentro de metaversos, hiper personalização do consumo e expansão da criatividade por meio das Inteligências Artificiais. Além de uma economia totalmente dedicada aos avatares e uma grande virada de chave para os produtores de conteúdo e artistas, que poderão também se beneficiar das plataformas de Web3 para monetizar de maneira mais justa suas criações.

* Ana Wadovski é fundadora da Go Digital Factory, empresa que desenvolve soluções para educar pessoas sobre Web3, Metaverso e a Nova Geração de Tecnologias.

Para mais informações sobre empreendedorismo clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Seven PR



Por que tantas recuperações judiciais?

Nas últimas semanas, a imprensa reproduziu amplamente o indicador de recuperações judiciais produzido e monitorado pela Serasa Experian, a concorrente britânica do histórico SPC, este desenvolvido pela Câmara dos Dirigentes Logistas, que oferece serviços de proteção ao crédito.

Autor: Carlos Gomes


Empreendedorismo com propósito

Nasci em Nova Iguaçu, cidade do estado do Rio de Janeiro, e comecei a empreender desde muito cedo.

Autor: Leonardo Chucrute

Empreendedorismo com propósito

Reforma tributária: os desafios para impulsionar o crescimento econômico

“A simplificação do sistema tributário pode resultar em um catalisador para a criação de empregos, impulsionando a economia do país”, diz especialista.

Autor: Divulgação

Reforma tributária: os desafios para impulsionar o crescimento econômico

Empresário, você precisa sair do operacional

As estatísticas não são animadoras.

Autor: Paulo de Vilhena

Empresário, você precisa sair do operacional

Por que as PMEs são as mais vulneráveis à cibersegurança?

Embora elas possam enfrentar restrições orçamentárias, estão disponíveis soluções tecnológicas acessíveis e eficazes.

Autor: Denis Furtado

Por que as PMEs são as mais vulneráveis à cibersegurança?

A união entre marketing digital e comercial para o sucesso dos negócios

Até parece mentira, mas, nos tempos atuais, há quem ainda acredite que seu lugar não seja nas redes sociais.

Autor: Gustavo Alonge

A união entre marketing digital e comercial para o sucesso dos negócios

Empreender é saber lidar com pressão e estresse

Muitas vezes, diante dos desafios e preocupações do dia a dia, ficamos estressados e não sabemos como lidar com algumas situações ou pressões.

Autor: Leonardo Chucrute

Empreender é saber lidar com pressão e estresse

IA na cobrança: seis dicas para implementar com assertividade

Cobrar um cliente, nem sempre, é uma tarefa fácil.

Autor: Leonardo Coelho

IA na cobrança: seis dicas para implementar com assertividade

Estratégias de desenvolvimento interno de equipes de alta performance

Apostar na formação de funcionários é a melhor saída para driblar a escassez de talentos especializados no mercado de trabalho.

Autor: Divulgação

Estratégias de desenvolvimento interno de equipes de alta performance

A estratégia de folha de pagamento na prática

Se os funcionários são o coração pulsante de uma organização, então a folha de pagamento é, de muitas maneiras, o sangue que a percorre.

Autor: Jeff Phipps

A estratégia de folha de pagamento na prática

União da Contabilidade e Marketing voltados para o ESG

O termo ESG surgiu há alguns anos e já tem se tornado prioridade no mundo dos negócios por estar embasado nas práticas ambientais, sociais e de administração de uma empresa.

Autor: Priscilla Helena Afonso Ejzenbaum

União da Contabilidade e Marketing voltados para o ESG

Como calcular o potencial de faturamento do seu negócio?

Conhecer o preço ideal da hora trabalhada em seu escritório ajuda a decidir quanto cobrar e qual pode ser a margem de lucro.

Autor: Beatriz Machnick

Como calcular o potencial de faturamento do seu negócio?