Portal O Debate
Grupo WhatsApp

PEC 186 – Oportunidade para corrigir distorções

PEC 186 – Oportunidade para corrigir distorções

17/05/2021 Roberto Matarazzo Braun

O ano de 2021 começou com uma perspectiva um pouco mais otimista.

PEC 186 – Oportunidade para corrigir distorções

Mas, logo, vimos a crise de saúde provocada pela pandemia se tornar ainda mais severa nesses últimos meses. A economia, muito afetada no ano anterior, está sendo novamente desafiada pelas medidas de restrição, a fim de preservar a saúde das pessoas e conter a propagação do vírus. Não menos importante, o cenário político também é palco de importantes debates e ações que interessam à toda sociedade – inclusive com temas mais acalorados pelo calendário eleitoral que se aproxima, como, por exemplo, a corrida pela vacinação.

Apesar dos infortúnios, recentemente foi aprovada pelo Congresso Nacional a PEC 186, conhecida como PEC Emergencial. A maioria das pessoas entendeu que a medida tinha como único propósito a aprovação da extensão do auxílio emergencial, que custará R$ 44 bilhões aos cofres públicos, quando, na verdade, ela vai muito além disso.

A PEC 186 estabelece um compromisso de redução de gastos tributários, que são isenções e benefícios concedidos a determinados setores, mas que implicam custo extra a todos. Em oito anos, esses incentivos terão de passar de 4,2% para 2% do PIB, o que vai contribuir muito com o equilíbrio fiscal que o País tanto precisa. O presidente da República deverá apresentar, em até seis meses após a promulgação da emenda constitucional, um plano de redução gradual desses benefícios.

São feitas exceções a programas como o Simples, os subsídios à Zona Franca de Manaus, o apoio a entidades sem fins lucrativos ligadas a partidos políticos e a produtos da cesta básica, que, de acordo com nota técnica da Consultoria de Orçamento da Câmara dos Deputados, correspondem a 1,9% do PIB. Com o limite de gastos tributários fixado em 2% do PIB, não sobrará praticamente nenhum espaço para manter outros gastos tributários.

Entre os gastos que deverão ser extintos, estão os incentivos regionais concedidos a empresas automotivas. Trata-se de uma oportunidade única para corrigir uma das maiores distorções da indústria automotiva no País, que prejudica as condições de competitividade e previsibilidade para as demais empresas do setor.

Não, não somos contra incentivos, mas eles precisam ser limitados a um tempo específico, sem prorrogações. Quando eles passam a ser incorporados como “regra do jogo”, deixam de atender aos interesses do país e passam a responder por privilégios específicos a poucos players do mercado. Nesse caso, provocam distorções, em vez de colaborar com o desenvolvimento da indústria como um todo.

Passo a passo, o Brasil vai ajustando o seu rumo. A próxima e esperada etapa é a aprovação das reformas tributária e administrativa, que vão contribuir significativamente para melhorar o ambiente de negócios do país e, consequentemente, as condições de competitividade da indústria, permitindo assim a atração de novos investimentos, geração de emprego e renda. Torcemos pelo sucesso das reformas, para um futuro melhor a todos os brasileiros.

* Roberto Matarazzo Braun é diretor de Assuntos Regulatórios e Governamentais da Toyota Brasil.

Para mais informações sobre Economia clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: RPMA Comunicação



Como usar a inteligência emocional para lidar com os negócios?

Ser um empreendedor em um negócio altamente estressante é como estar em uma montanha-russa emocional.

Autor: João Roncati

Como usar a inteligência emocional para lidar com os negócios?

Azul cria fundo social para captação de recursos para desastres nacionais

Itaú Unibanco se torna o primeiro apoiador após doação de R$ 5 milhões.

Autor: Divulgação


Ultrapassei o limite do MEI e agora?

Entenda como funciona a transição para Microempresa.

Autor: Divulgação

Ultrapassei o limite do MEI e agora?

Por que tantas recuperações judiciais?

Nas últimas semanas, a imprensa reproduziu amplamente o indicador de recuperações judiciais produzido e monitorado pela Serasa Experian, a concorrente britânica do histórico SPC, este desenvolvido pela Câmara dos Dirigentes Logistas, que oferece serviços de proteção ao crédito.

Autor: Carlos Gomes


Empreendedorismo com propósito

Nasci em Nova Iguaçu, cidade do estado do Rio de Janeiro, e comecei a empreender desde muito cedo.

Autor: Leonardo Chucrute

Empreendedorismo com propósito

Reforma tributária: os desafios para impulsionar o crescimento econômico

“A simplificação do sistema tributário pode resultar em um catalisador para a criação de empregos, impulsionando a economia do país”, diz especialista.

Autor: Divulgação

Reforma tributária: os desafios para impulsionar o crescimento econômico

Empresário, você precisa sair do operacional

As estatísticas não são animadoras.

Autor: Paulo de Vilhena

Empresário, você precisa sair do operacional

Por que as PMEs são as mais vulneráveis à cibersegurança?

Embora elas possam enfrentar restrições orçamentárias, estão disponíveis soluções tecnológicas acessíveis e eficazes.

Autor: Denis Furtado

Por que as PMEs são as mais vulneráveis à cibersegurança?

A união entre marketing digital e comercial para o sucesso dos negócios

Até parece mentira, mas, nos tempos atuais, há quem ainda acredite que seu lugar não seja nas redes sociais.

Autor: Gustavo Alonge

A união entre marketing digital e comercial para o sucesso dos negócios

Empreender é saber lidar com pressão e estresse

Muitas vezes, diante dos desafios e preocupações do dia a dia, ficamos estressados e não sabemos como lidar com algumas situações ou pressões.

Autor: Leonardo Chucrute

Empreender é saber lidar com pressão e estresse

IA na cobrança: seis dicas para implementar com assertividade

Cobrar um cliente, nem sempre, é uma tarefa fácil.

Autor: Leonardo Coelho

IA na cobrança: seis dicas para implementar com assertividade

Estratégias de desenvolvimento interno de equipes de alta performance

Apostar na formação de funcionários é a melhor saída para driblar a escassez de talentos especializados no mercado de trabalho.

Autor: Divulgação

Estratégias de desenvolvimento interno de equipes de alta performance