Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Nova York, Bogotá e Barcelona são os destinos do StartOut Brasil em 2020

Nova York, Bogotá e Barcelona são os destinos do StartOut Brasil em 2020

28/01/2020 Divulgação

Durante o ano, estes ecossistemas receberão até 20 startups brasileiras interessadas em internacionalizar seus negócios.

Nova York, Bogotá e Barcelona são os destinos do StartOut Brasil em 2020

Anualmente, o StartOut Brasil, programa de internacionalização de startups realizado pelo Governo Federal, promove ciclos de imersão para apoiar a inserção de soluções brasileiras nos mais promissores ecossistemas de inovação do mundo.

Em 2020, foram selecionados três destinos com potencial para a imersão dessas empresas. Essa escolha se deu com base na análise da abertura que esses polos têm para negócios estrangeiros, seu incentivo à inovação, bem como a possibilidade de conquistar clientes, parceiros e investidores.

A primeira imersão das startups aprovadas será em Nova York (Estados Unidos) e as inscrições já se encerraram. O segundo ciclo do ano será realizado em Bogotá (Colômbia) e a última imersão será em Barcelona (Espanha). Para participar, as startups precisam já faturar ou ter recebido algum tipo de investimento, contar com uma equipe 100% dedicada ao negócio e preencher o formulário de inscrições obrigatoriamente em inglês, com dados específicos sobre a solução e o mercado-alvo.

Serão selecionadas até 20 startups por ciclo. Estes negócios receberão consultoria especializada em internacionalização, mentoria com especialistas no mercado de destino e treinamento de pitch (discurso de apresentação de negócios) para se prepararem para a missão. No local de imersão, terão uma agenda voltada à prospecção de clientes e investidores e à conexão a ambientes de inovação, com visitas a aceleradoras, incubadoras e empresas locais; seminário de oportunidades; rodada de reuniões com prestadores de serviços; encontros de negócios organizados por um matchmaker; e demoday para investidores.

Após esse período de imersão, as cinco organizações responsáveis pelo programa continuam ajudando e monitorando as startups participantes durante os 18 meses seguintes à viagem. Assim, os StartOuters não ficam desamparados durante o processo de definição da sua estratégia de internacionalização e/ou softlanding no mercado-alvo.

"Sendo um programa de Governo, o StartOut oferece um apoio de peso aos empreendedores, mas é essencial que eles também tenham participação ativa nas atividades oferecidas, concentrando esforços em identificar oportunidades locais. E quando retornam da missão, devem imediatamente acionar toda a rede de contatos constituída durante o ciclo de imersão, a fim de concretizar os resultados desse trabalho e gerar novos negócios", orienta o secretário de Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Serviços e Inovação da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Gustavo Ene.

Maiores informações sobre cada um dos ciclos serão disponibilizadas no site: http://www.startoutbrasil.com.br

Fonte: PiaR Comunicação



O impacto da “Open Innovation e Effectuation” no ecossistema das startups

O cenário empresarial brasileiro está em constante evolução, e o ecossistema de startups não é exceção.

Autor: Bruno Rondani

O impacto da “Open Innovation e Effectuation” no ecossistema das startups

Cemig seleciona startups para desenvolvimento de soluções

Programa é o maior em inovação aberta do setor elétrico brasileiro.

Autor: Divulgação

Cemig seleciona startups para desenvolvimento de soluções

Startup cria plataformas de formação complementar para professores

Os professores podem aproveitar as plataformas para criar uma relação de ensino-aprendizagem na sala de aula, pois permite que eles ensinem os seus alunos ao mesmo tempo que aprendem.

Autor: Divulgação

Startup cria plataformas de formação complementar para professores

5 formas de investir em startups com mais segurança

Investir em startups pode ser uma aventura emocionante, mas também traz consigo riscos significativos.

Autor: Ana Paula Debiazi

5 formas de investir em startups com mais segurança

Startup cresce mais de 300% conectando “talentos tech” com empresas

Growyx foi fundada em 2021 e já conta com mais de 20 mil profissionais cadastrados na plataforma.

Autor: Divulgação

Startup cresce mais de 300% conectando “talentos tech” com empresas

Startup paulista propõe o uso de drones para erradicar o mosquito da dengue

O projeto teve apoio do Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE).

Autor: Divulgação

Startup paulista propõe o uso de drones para erradicar o mosquito da dengue

Os insights que a crise dos investimentos trouxe para as startups

Cada crise é única, e as lições aprendidas podem variar dependendo da natureza e do alcance da crise.

Autor: Rafael Kenji Hamada

Os insights que a crise dos investimentos trouxe para as startups

Como criar uma equipe poderosa para sua startup

Contar com uma equipe poderosa, que ajude a construir o crescimento da empresa, é o sonho de qualquer empreendedor.

Autor: Divulgação

Como criar uma equipe poderosa para sua startup

Startup mineira facilita contratos com órgãos públicos

Licitei, parte do portfólio da Dome Ventures, acaba de ganhar aporte de 150 mil dólares da Microsoft.

Autor: Diogo Catão

Startup mineira facilita contratos com órgãos públicos

Você tem perfil para ser CEO de startup?

Características importantes para quem pretende iniciar um modelo de negócio.

Autor: Marilucia Silva Pertile

Você tem perfil para ser CEO de startup?

Cinco dicas para uma startup conquistar sucesso em 2024

Com a proximidade de um novo ano, empreendedores podem aproveitar para dar um novo gás aos seus negócios.

Autor: Marilucia Silva Pertile

Cinco dicas para uma startup conquistar sucesso em 2024

Mortalidade de startups cresce em 2023: como reverter esse cenário?

O importante é que busquem o apoio de uma consultoria especializada no tema para que identifiquem a melhor opção conforme sua realidade e objetivos e se estruturem da melhor formato possível.

Autor: Alexandre Pierro

Mortalidade de startups cresce em 2023: como reverter esse cenário?