Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Novos negócios em tempos de crise

Novos negócios em tempos de crise

12/04/2020 Matheus Costa

Como podemos olhar para esse momento, com mais atenção às oportunidades de negócio?

Primeiro de tudo, é importante ressaltar que sempre surgem oportunidades em meio à crise. Por isso, precisamos ver esse momento com um pouco mais de otimismo.

Alguns negócios nasceram em crises. Há casos de empresas que tiveram um aumento de demanda nesse período.

Hoje, o Coronavírus traz uma reflexão sobre como encontrar soluções diante de desafios criados pela pandemia.

É preciso não só olhar problemas, mas enxergar oportunidades. Isso é o que todo empreendedor fez e faz, diariamente, para alcançar sucesso.

Olhar para seus limitados recursos - sejam eles financeiros, intelectuais, digitais, de networking - e entender quais os passos que podem ser dados para desenvolver um novo negócio. Tudo isso faz parte do jogo.

A Avon, por exemplo, empresa de venda direta de cosméticos surgiu do olhar e "pivotagem" de um empreendedor, em tempos de recessão econômica nos EUA.

Eles tentavam vender enciclopédias e utilizavam perfumes para atrair as pessoas, principalmente mulheres, para tentar "empurrar" seus produtos. Com o tempo, ao invés de comprar as enciclopédias, as pessoas queriam seus perfumes.

Foi então que o empreendedor resolveu se aproveitar de sua nova rede referenciada de clientes para abrir uma marca de cosméticos.

O jogo de tabuleiro Monopoly também nasceu um momento parecido. Nasceu quando um engenheiro desempregado nos EUA, tentando se aproveitar do seu tempo livre com a família, desenvolveu o jogo desenhando as primeiras casinhas na toalha de casa com seus filhos. As crianças e a vizinhança gostaram.

Ou seja, havia interesse em se brincar com aquele jogo. Depois de receber um “não” de uma grande empresa de brinquedos infantis, reuniu-se com amigos e vizinhos para imprimir a primeira versão do jogo e logo o sucesso estava anunciado.

Depois, a mesma empresa que o dispensou, o chamou para fechar um contrato que o permitiu alcançar o sucesso atual.

Temos também a Nintendo, que nasceu como marca de baralhos. Em meados de 1980, quando o mercado de games parecia estar em baixa, diante de marcas como Atari, Odissey e Intellevision, demonstrarem abandono do segmento por resultados de pesquisas que já apontavam o desinteresse das pessoas, resolveu acreditar que faltava algo diferente no mercado.

Ao invés de abandonar o segmento, apostou em novos jogos interativos como o “Super Mario Bros.” e se tornou líder do mercado, abocanhando 80% do market share na época.

Esses são negócios do passado, que surgiram em meio a momentos de crise. Portanto, não importa se o serviço ou produto é de um setor específico ou não.

O importante é enxergar o mercado de maneiras para transformar dificuldades em oportunidades.

* Matheus Costa é empreendedor, gestor de pessoas e de produtos digitais, palestrante, mentor de startups, fomentador de iniciativas de empreendedorismo e fundador e diretor da Your/dev.

Fonte: Agência Drumond



Startup lança jornada para quem quer deixar o consumo de carne e derivados

Healthtech Dei Um Tempo, reconhecida pela metodologia que apoia pessoas na mudança de hábitos indesejados, reúne especialistas e lança um programa especial para este público crescente.

Startup lança jornada para quem quer deixar o consumo de carne e derivados

Mais de 500 startups inscritas no “ilmpact”

Iniciativa do Innovation Latam em parceria com a Fundação Dom Cabral qualifica startups comprometidas com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável definidos pela ONU.

Mais de 500 startups inscritas no “ilmpact”

Startup de logística recebe aporte e investe em nova plataforma de compras de fretes

Everlog atende indústria, varejo e e-commerce e, ao completar cinco anos em 2021, amplia soluções e projeta dobrar de tamanho

Startup de logística recebe aporte e investe em nova plataforma de compras de fretes

Startup aposta em robôs para hiperautomatizar processos

Run2Biz se lançou no mercado dois dias antes da pandemia estourar, superou as dificuldades e hoje já concorre com gigantes internacionais.

Startup aposta em robôs para hiperautomatizar processos

Petrobras divulga 30 startups pré-selecionadas para edital de inovação

Candidatas disputarão, até o fim do ano, aportes para projetos em diferentes verticais tecnológicas.


Startup de contabilidade recebe Prêmio Empresa Brasileira do Ano 2021

Empresa é reconhecida pelas práticas de gestão e recebe honraria da Latin American Quality Institute.

Startup de contabilidade recebe Prêmio Empresa Brasileira do Ano 2021

Startup de saúde lança app de carteira digital de vacinas

Solução na nuvem permite centralizar e gerir todos os dados sobre as vacinas tomadas e a serem tomadas por familiares, funcionários e alunos.


Instituto Mauricio de Sousa e a startup Matraquinha fecham parceria

Ação visa levar mais informações sobre o autismo com o personagem André.

Instituto Mauricio de Sousa e a startup Matraquinha fecham parceria

Mobills lança comparador de cartão de crédito

A tecnologia permite que qualquer pessoa analise e compare mais de 67 opções de cartões de crédito existentes no mercado para entender qual mais se adequa ao seu perfil.

Mobills lança comparador de cartão de crédito

Mercur abre inscrições para Programa de Conexão com Startup

Iniciativa que integra o Projeto de Inovação da empresa tem inscrições abertas até o dia 3 de setembro.

Mercur abre inscrições para Programa de Conexão com Startup

MaxMilhas acelera retomada e compra startup no ramo de hotéis

A empresa faz sua primeira aquisição e acelera plano de diversificação em novas verticais do turismo.

MaxMilhas acelera retomada e compra startup no ramo de hotéis

Programa prepara startups mineiras para atraírem investimentos

Capital Empreendedor 2021 visa orientar e capacitar startups para se aproximarem e negociarem com investidores.

Programa prepara startups mineiras para atraírem investimentos