Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Novos negócios em tempos de crise

Novos negócios em tempos de crise

12/04/2020 Matheus Costa

Como podemos olhar para esse momento, com mais atenção às oportunidades de negócio?

Primeiro de tudo, é importante ressaltar que sempre surgem oportunidades em meio à crise. Por isso, precisamos ver esse momento com um pouco mais de otimismo.

Alguns negócios nasceram em crises. Há casos de empresas que tiveram um aumento de demanda nesse período.

Hoje, o Coronavírus traz uma reflexão sobre como encontrar soluções diante de desafios criados pela pandemia.

É preciso não só olhar problemas, mas enxergar oportunidades. Isso é o que todo empreendedor fez e faz, diariamente, para alcançar sucesso.

Olhar para seus limitados recursos - sejam eles financeiros, intelectuais, digitais, de networking - e entender quais os passos que podem ser dados para desenvolver um novo negócio. Tudo isso faz parte do jogo.

A Avon, por exemplo, empresa de venda direta de cosméticos surgiu do olhar e "pivotagem" de um empreendedor, em tempos de recessão econômica nos EUA.

Eles tentavam vender enciclopédias e utilizavam perfumes para atrair as pessoas, principalmente mulheres, para tentar "empurrar" seus produtos. Com o tempo, ao invés de comprar as enciclopédias, as pessoas queriam seus perfumes.

Foi então que o empreendedor resolveu se aproveitar de sua nova rede referenciada de clientes para abrir uma marca de cosméticos.

O jogo de tabuleiro Monopoly também nasceu um momento parecido. Nasceu quando um engenheiro desempregado nos EUA, tentando se aproveitar do seu tempo livre com a família, desenvolveu o jogo desenhando as primeiras casinhas na toalha de casa com seus filhos. As crianças e a vizinhança gostaram.

Ou seja, havia interesse em se brincar com aquele jogo. Depois de receber um “não” de uma grande empresa de brinquedos infantis, reuniu-se com amigos e vizinhos para imprimir a primeira versão do jogo e logo o sucesso estava anunciado.

Depois, a mesma empresa que o dispensou, o chamou para fechar um contrato que o permitiu alcançar o sucesso atual.

Temos também a Nintendo, que nasceu como marca de baralhos. Em meados de 1980, quando o mercado de games parecia estar em baixa, diante de marcas como Atari, Odissey e Intellevision, demonstrarem abandono do segmento por resultados de pesquisas que já apontavam o desinteresse das pessoas, resolveu acreditar que faltava algo diferente no mercado.

Ao invés de abandonar o segmento, apostou em novos jogos interativos como o “Super Mario Bros.” e se tornou líder do mercado, abocanhando 80% do market share na época.

Esses são negócios do passado, que surgiram em meio a momentos de crise. Portanto, não importa se o serviço ou produto é de um setor específico ou não.

O importante é enxergar o mercado de maneiras para transformar dificuldades em oportunidades.

* Matheus Costa é empreendedor, gestor de pessoas e de produtos digitais, palestrante, mentor de startups, fomentador de iniciativas de empreendedorismo e fundador e diretor da Your/dev.

Fonte: Agência Drumond



O impacto da “Open Innovation e Effectuation” no ecossistema das startups

O cenário empresarial brasileiro está em constante evolução, e o ecossistema de startups não é exceção.

Autor: Bruno Rondani

O impacto da “Open Innovation e Effectuation” no ecossistema das startups

Cemig seleciona startups para desenvolvimento de soluções

Programa é o maior em inovação aberta do setor elétrico brasileiro.

Autor: Divulgação

Cemig seleciona startups para desenvolvimento de soluções

Startup cria plataformas de formação complementar para professores

Os professores podem aproveitar as plataformas para criar uma relação de ensino-aprendizagem na sala de aula, pois permite que eles ensinem os seus alunos ao mesmo tempo que aprendem.

Autor: Divulgação

Startup cria plataformas de formação complementar para professores

5 formas de investir em startups com mais segurança

Investir em startups pode ser uma aventura emocionante, mas também traz consigo riscos significativos.

Autor: Ana Paula Debiazi

5 formas de investir em startups com mais segurança

Startup cresce mais de 300% conectando “talentos tech” com empresas

Growyx foi fundada em 2021 e já conta com mais de 20 mil profissionais cadastrados na plataforma.

Autor: Divulgação

Startup cresce mais de 300% conectando “talentos tech” com empresas

Startup paulista propõe o uso de drones para erradicar o mosquito da dengue

O projeto teve apoio do Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE).

Autor: Divulgação

Startup paulista propõe o uso de drones para erradicar o mosquito da dengue

Os insights que a crise dos investimentos trouxe para as startups

Cada crise é única, e as lições aprendidas podem variar dependendo da natureza e do alcance da crise.

Autor: Rafael Kenji Hamada

Os insights que a crise dos investimentos trouxe para as startups

Como criar uma equipe poderosa para sua startup

Contar com uma equipe poderosa, que ajude a construir o crescimento da empresa, é o sonho de qualquer empreendedor.

Autor: Divulgação

Como criar uma equipe poderosa para sua startup

Startup mineira facilita contratos com órgãos públicos

Licitei, parte do portfólio da Dome Ventures, acaba de ganhar aporte de 150 mil dólares da Microsoft.

Autor: Diogo Catão

Startup mineira facilita contratos com órgãos públicos

Você tem perfil para ser CEO de startup?

Características importantes para quem pretende iniciar um modelo de negócio.

Autor: Marilucia Silva Pertile

Você tem perfil para ser CEO de startup?

Cinco dicas para uma startup conquistar sucesso em 2024

Com a proximidade de um novo ano, empreendedores podem aproveitar para dar um novo gás aos seus negócios.

Autor: Marilucia Silva Pertile

Cinco dicas para uma startup conquistar sucesso em 2024

Mortalidade de startups cresce em 2023: como reverter esse cenário?

O importante é que busquem o apoio de uma consultoria especializada no tema para que identifiquem a melhor opção conforme sua realidade e objetivos e se estruturem da melhor formato possível.

Autor: Alexandre Pierro

Mortalidade de startups cresce em 2023: como reverter esse cenário?