Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Timing: ele pode matar sua inovação

Timing: ele pode matar sua inovação

03/09/2015 Wagner Marcelo

Nos últimos anos, tive contato com diversos projetos que envolviam inovação.

Boas ideias, capitaneados por profissionais capacitados que acabam conseguindo investimento para fazer o negócio crescer.

Porém, cada vez mais, me dou conta de que, receber um investimento, não é sinônimo de sucesso.

O empreendedor precisa – entre outros fatores – estar atento ao timing. Muitas vezes o público não está preparado para a inovação desenvolvida.

Além disso, se o produto ou serviço depender de acordos com outras empresas, elas podem não aderir por existir conflitos de interesses com modelos de negócios já estabelecidos.

Vamos tomar como exemplo o Tablet. Todos o conhecem pelas mãos da Apple, mas nem todo mundo sabe que, na verdade, foi a Microsoft quem lançou a primeira versão do produto em 2002.

Steve Jobs lançou o Ipad apenas em 2010, oito anos depois da concorrência. Mas, por que o projeto da Microsoft não emplacou? Vamos aqui listar apenas três das diversas respostas possíveis para essa pergunta.

Eles ainda eram pesados, a duração da bateria era curta e o sistema operacional não era adaptado ao novo formato.

Nesse processo de amadurecimento da tecnologia e do mercado, podemos ver projetos morrendo na mão de uma empresa, enquanto renascem como fênix na mão de outra.

E é preciso encarar isso como processo natural da evolução tecnológica. Em contrapartida, o que parece ser uma derrota em inovação, pode significar conhecimento adquirido que pode ser utilizado em novos projetos e, quem sabe, ser relançado com ajustes após a aderência do produto ou serviço no mercado.

Se um empreendedor desenvolveu um produto ou serviço inovador e ele não decolou, talvez seja culpa do timing. Claro que existem infinitas variáveis neste processo, mas, às vezes, a falta de timing pode ser a grande vilã.

É preciso encarar isso como um fracasso momentâneo. Avaliar o cenário e tentar entender o que aconteceu, sem deixar que o orgulho fale mais alto. Se chegar a conclusão de que o projeto era realmente ruim, é preciso enterrá-lo sem dó.

Acredito que o conhecimento adquirido, as rotinas desenvolvidas e os contatos feitos ao longo do processo de estruturação da sua ideia darão uma ótima bagagem para que o empreendedor alce novos voos.

Quanto mais experiente estiver, mais se cercará de pessoas tão inovadoras e talentosas quanto ele e mais rápido será o processo de tirar projetos do papel. Com voos cada vez mais altos ele também deve estar mais preparado psicologicamente para novas quedas que podem eventualmente acontecer.

Mas, não tentar, quais são as chances de algo dar certo? O mais importante de tudo isso é que o empreendedor terá histórias para contar e ninguém vai poder dizer que não correu atrás de seus sonhos.

* Wagner Marcelo é Coordenador do grupo de Startups na PUC-SP.



O impacto da “Open Innovation e Effectuation” no ecossistema das startups

O cenário empresarial brasileiro está em constante evolução, e o ecossistema de startups não é exceção.

Autor: Bruno Rondani

O impacto da “Open Innovation e Effectuation” no ecossistema das startups

Cemig seleciona startups para desenvolvimento de soluções

Programa é o maior em inovação aberta do setor elétrico brasileiro.

Autor: Divulgação

Cemig seleciona startups para desenvolvimento de soluções

Startup cria plataformas de formação complementar para professores

Os professores podem aproveitar as plataformas para criar uma relação de ensino-aprendizagem na sala de aula, pois permite que eles ensinem os seus alunos ao mesmo tempo que aprendem.

Autor: Divulgação

Startup cria plataformas de formação complementar para professores

5 formas de investir em startups com mais segurança

Investir em startups pode ser uma aventura emocionante, mas também traz consigo riscos significativos.

Autor: Ana Paula Debiazi

5 formas de investir em startups com mais segurança

Startup cresce mais de 300% conectando “talentos tech” com empresas

Growyx foi fundada em 2021 e já conta com mais de 20 mil profissionais cadastrados na plataforma.

Autor: Divulgação

Startup cresce mais de 300% conectando “talentos tech” com empresas

Startup paulista propõe o uso de drones para erradicar o mosquito da dengue

O projeto teve apoio do Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE).

Autor: Divulgação

Startup paulista propõe o uso de drones para erradicar o mosquito da dengue

Os insights que a crise dos investimentos trouxe para as startups

Cada crise é única, e as lições aprendidas podem variar dependendo da natureza e do alcance da crise.

Autor: Rafael Kenji Hamada

Os insights que a crise dos investimentos trouxe para as startups

Como criar uma equipe poderosa para sua startup

Contar com uma equipe poderosa, que ajude a construir o crescimento da empresa, é o sonho de qualquer empreendedor.

Autor: Divulgação

Como criar uma equipe poderosa para sua startup

Startup mineira facilita contratos com órgãos públicos

Licitei, parte do portfólio da Dome Ventures, acaba de ganhar aporte de 150 mil dólares da Microsoft.

Autor: Diogo Catão

Startup mineira facilita contratos com órgãos públicos

Você tem perfil para ser CEO de startup?

Características importantes para quem pretende iniciar um modelo de negócio.

Autor: Marilucia Silva Pertile

Você tem perfil para ser CEO de startup?

Cinco dicas para uma startup conquistar sucesso em 2024

Com a proximidade de um novo ano, empreendedores podem aproveitar para dar um novo gás aos seus negócios.

Autor: Marilucia Silva Pertile

Cinco dicas para uma startup conquistar sucesso em 2024

Mortalidade de startups cresce em 2023: como reverter esse cenário?

O importante é que busquem o apoio de uma consultoria especializada no tema para que identifiquem a melhor opção conforme sua realidade e objetivos e se estruturem da melhor formato possível.

Autor: Alexandre Pierro

Mortalidade de startups cresce em 2023: como reverter esse cenário?