Portal O Debate
Grupo WhatsApp


A oportunidade Rota 2030

A oportunidade Rota 2030

15/11/2019 Rogério Jorge Amorim

O Rota 2030 impulsionará a indústria brasileira, que está intimamente ligada à tecnologia de materiais.

A oportunidade Rota 2030

A nova legislação para o desenvolvimento da tecnologia do setor automotivo do Brasil, o Programa Rota 2030, acaba de ser lançada. Ao substituir o Inovar-Auto, o novo programa corrige alguns pontos do antigo condenado pela OMC (Organização Mundial do Comércio), principalmente por incentivos desiguais a produtos nacionais frente aos importados.

 Neste momento atual do Brasil em meio à crise econômica, a incerteza política e cortes de recursos federais do MEC para as universidades e para a pesquisa, o Rota 2030 é uma oportunidade ímpar, de proporções sem iguais na história do País, para que empresas ligadas ao setor automotivo comecem a se planejar e participar do desenvolvimento local de tecnologias junto aos ICT’s (Instituições de Ciência e Tecnologia) e à academia em geral.

Seus enfoques principais nas áreas de eficiência energética, desempenho estrutural e novas tecnologias assistivas da mobilidade visam a atacar problemas recorrentes de nossa indústria e que, no patamar atual da globalização, nos enfraquecem no mercado mundial. Entre eles se destacam a nossa competitividade reduzida em termos de custo produtivo, a defasagem tecnológica do produto final e de autopeças produzidas no País, o risco de que as P&Ds que poderiam ser desenvolvidas no País sejam exportadas e perda de investimentos.

Também o desenvolvimento da tecnologia capaz de fazer com que o produto brasileiro aumente sua competitividade frente aos demais reduziria a capacidade ociosa de nosso parque industrial. Ainda evitaríamos a perda do conhecimento e da liderança do Brasil no desenvolvimento de soluções para o aumento da produção e uso de biocombustíveis.

Com a implantação do programa estima-se que nos próximos cinco anos o Brasil investirá aproximadamente R$ 1 bilhão nos programas de P&D, o que não somente ajudará no desenvolvimento de produtos, mas impulsionará o País na direção de novos, modernos e mais equipados centros de pesquisas no meio acadêmico e nos ICT’s, gerando novas tecnologias e patentes nacionais e internacionais.

Sendo, então, uma iniciativa bastante conectada aos conceitos de sustentabilidade, o Rota 2030 impulsionará a indústria brasileira, que está intimamente ligada à tecnologia de materiais, para que apresente soluções e busque inovações para se obter:

• materiais mais leves, para se reduzir o consumo de combustível;

• materiais de alta resistência mecânica, para redução de peso e aumento da segurança ativa e passiva do veículo;

• melhores trabalhabilidade e conformabilidade para redução do tempo de gasto energético na produção, melhoria da qualidade final do produto e redução de perdas.

Ao encontro destas propostas o 10° Simpósio SAE BRASIL de Materiais, que ocorrerá no dia 21 de novembro em Belo Horizonte, vem apresentar o que há de novo na e para a indústria automotiva em termos de materiais, e discutir as oportunidades que podem criar o novo caminho disruptivo para o Brasil.

 * Rogério Jorge Amorim, Ph.D., professor de Engenharia Mecânica na PUC Minas, é chairperson do 10º Simpósio SAE BRASIL de Materiais da Seção Regional Minas Gerais

Fonte: SAE BRASIL



Air Europa assina acordo de codeshare com GOL

Air Europa voará de São Paulo, Recife, Salvador e Fortaleza para outras 20 cidades do Brasil, com base na aliança efetivada com a companhia aérea brasileira.

Air Europa assina acordo de codeshare com GOL

Para fazer certo na primeira vez

O País não terá fabricação significativa de carros elétricos ou autônomos em breve.

Para fazer certo na primeira vez

Primeiras entregas de medicamentos usando drones acontecem nos EUA

Órgão regulador dos Estados Unidos aprovou as primeiras entregas através de voos automáticos.

Primeiras entregas de medicamentos usando drones acontecem nos EUA

Novos rumos para os aeroportos

Os investimentos em infraestrutura são fundamentais para o desenvolvimento econômico brasileiro nos próximos anos.

Novos rumos para os aeroportos

Volvo inicia vendas de caminhões elétricos para transporte urbano na Europa

As vendas iniciarão na Suécia, Noruega, Alemanha, Suíça, França e Países Baixos.

Volvo inicia vendas de caminhões elétricos para transporte urbano na Europa

Produção de veículos cresce 16,6% em outubro, divulga Anfavea

Nos primeiros dez meses do ano, foram produzidos 2,55 milhões de veículos, um aumento de 3,6% em relação ao mesmo preiodo do ano passado.

Produção de veículos cresce 16,6% em outubro, divulga Anfavea

Carros autônomos serão aliados na administração das cidades

Tecnologias desenvolvidas para criar carros autônomos podem coletar dados de grande utilidade para a implantação de políticas públicas de mobilidade e até zeladoria urbana.

Carros autônomos serão aliados na administração das cidades

Bombas de combustíveis terão certificação digital a partir de dezembro

Tesla ultrapassa GM como montadora mais valiosa dos EUA

Aconteceu. Nesta semana, a Tesla, montadora de carros elétricos criada em 2003, ultrapassou a centenária General Motors em valor de mercado.

Tesla ultrapassa GM como montadora mais valiosa dos EUA

Rota 2030, híbridos e novos motores

A Toyota lança o primeiro veículo híbrido com motor flex do mundo.


Falta de concorrência prejudica qualidade do asfalto no país, diz CNT

Estudo mostra os impactos da qualidade do asfalto sobre o transporte rodoviário.

Falta de concorrência prejudica qualidade do asfalto no país, diz CNT

Número de pontos críticos nas rodovias aumenta em 75,6%

Pesquisa da CNT analisa mais de 108 mil km de rodovias em todo país.

Número de pontos críticos nas rodovias aumenta em 75,6%