Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Entenda as regras de bicicletas e motos elétricas no trânsito

Entenda as regras de bicicletas e motos elétricas no trânsito

21/03/2023 Divulgação

Com o aumento de circulação de bicicletas e motos elétricas, os órgãos competentes de trânsito tiveram que melhorar a regularização desses meios de transporte.

Entenda as regras de bicicletas e motos elétricas no trânsito

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) neste mês de março está direcionando uma campanha educativa voltada para os ciclistas. Só no ano passado foram produzidas 10.847 bicicletas elétricas, um aumento de 5,4% em relação ao ano de 2021, de acordo com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). Para contribuir com a conscientização e proteção destes condutores, a Zapay, startup de tecnologia e pagamentos focada em facilitar a vida dos proprietários de veículos, explica como funciona a lei de trânsito para ciclomotores. 

Muitos brasileiros já perceberam que a bicicleta elétrica ou a moto elétrica são ótimos meios de locomoção, principalmente por não poluir o meio ambiente, não precisar pegar transporte público ou gastar dinheiro com combustível. Apesar da facilidade para se locomover, o Contran define algumas regras de condução que se diferenciam de acordo com a potência das bicicletas elétricas. 

Não é necessário ter carteira de habilitação se a bicicleta elétrica tiver potência máxima de 250 watts, alcançar velocidade de até 25 km/h e não ter acelerador. No entanto, é necessário ter a habilitação na categoria “A” ou a devida Autorização Para Condução de Ciclomotor (ACC) para dirigir motocicleta que possui potência de 351 watts até 4.000 watts, com velocidade máxima de 50 km/h e autonomia de propulsão.

O uso da bicicleta elétrica só é permitido em ciclovias e ciclofaixas ou, quando não houver esses recursos, nas margens das vias, da mesma forma que uma bicicleta sem motor. Porém, as motos elétricas que possuem velocidade máxima de 50 km/h não podem transitar em ciclofaixas como os veículos de pequeno e médio porte. Elas ainda não podem rodar nas ruas, pois não possuem placas.  

Quanto às penalidades, a resolução do Conselho Nacional de Trânsito n. 315/09 exige ter CNH na categoria A ou ACC, para condução de ciclomotores (incluindo as bicicletas motorizadas que possuem um motor de combustão). Portanto, se o ciclista dirigir uma moto elétrica sem CNH estará cometendo uma infração de trânsito estando sujeito a multa e apreensão do veículo. Essas regras também valem para bicicletas elétricas que possuem potência superior a 4 kW (quatro quilowatts) e velocidade máxima declarada pelo fabricante superior a 50 km/h.

Vale lembrar que os ciclistas que usam bicicletas elétricas são obrigados a usar capacetes. Essas bikes também precisam ter o indicador de velocidade, campainha, sinalização noturna dianteira, traseira e lateral, espelhos retrovisores em ambos os lados e pneus em condições mínimas de segurança. 

Por ser uma modalidade ainda em ascensão, essas leis podem sofrer mudanças, sempre visando a fluidez e segurança de todos no trânsito.

Para mais informações sobre motos elétricas clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: VCRP Press



Marcopolo Rail apresenta a nova solução para mobilidade pública: Prosper VLT Hybrid

A fabricante gaúcha apresenta o Prosper VLT Hybrid, uma solução sustentável para transporte urbano e intercidades. No Seminário VLT em São Paulo, destacando eficiência e versatilidade com motores diesel e elétrico.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Marcopolo Rail apresenta a nova solução para mobilidade pública: Prosper VLT Hybrid

Desafios do gerenciamento de riscos logísticos no Brasil

O Brasil, um gigante econômico e territorial, enfrenta desafios significativos no gerenciamento eficaz do transporte de cargas.

Autor: Marcio Lira


Da crise do álcool ao boom dos veículos elétricos: uma jornada automotiva brasileira

Só quem tem a minha idade sabe o que foi viver sem energia para a mobilidade.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Da crise do álcool ao boom dos veículos elétricos: uma jornada automotiva brasileira

A Iveco Brasil versus Iveco Bus Europa: entenda as razões para tantas diferenças

Um dos ensinamentos em comunicação: se você não se explica, você dá asas para a imaginação, e pior, para os concorrentes.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

A Iveco Brasil versus Iveco Bus Europa: entenda as razões para tantas diferenças

Critérios para escolher o reparador de tanques do seu veículo

Na área de manutenção de veículos e equipamentos industriais, os tanques de combustível frequentemente enfrentam desgaste, vazamentos e corrosão.

Autor: Divulgação

Critérios para escolher o reparador de tanques do seu veículo

Automóveis elétricos: desafios e perspectivas para as locadoras

O cenário atual da mobilidade elétrica no Brasil apresenta um paradoxo intrigante.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Automóveis elétricos: desafios e perspectivas para as locadoras

Combustíveis, a nova Meca dos investidores

Um dos setores mais rentáveis é o de energia e combustíveis, que movimenta trilhões de dólares em todo mundo.

Autor: Cleiton Santos Santana

Combustíveis, a nova Meca dos investidores

Identificação correta dos amortecedores evita erro de aplicação

Existem amortecedores que são semelhantes na parte externa, no entanto, bem diferentes internamente e exige atenção na hora de aplicar a peça no veículo.

Autor: Divulgação

Identificação correta dos amortecedores evita erro de aplicação

Como funcionam as pastilhas de freio: causas do desgaste prematuro

Desgaste natural do material de atrito da pastilha varia de intensidade se o condutor costuma frear de forma brusca ou leve.

Autor: Divulgação

Como funcionam as pastilhas de freio: causas do desgaste prematuro

Volkswagen avança com veículos comerciais leves autônomos

A eletrificação de VCLs é estratégica, especialmente para entregas urbanas de última milha.

Autor:  Filipi Goschrman

Volkswagen avança com veículos comerciais leves autônomos

Escassez global de motoristas de caminhão: desafios e soluções

A escassez de motoristas de caminhão é um problema crônico que afeta o setor de transporte rodoviário em todo o mundo.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Escassez global de motoristas de caminhão: desafios e soluções

O que podemos aprender com os novos padrões de emissões dos EUA?

O que podemos aprender com essas novas regras?

Autor: Marcos Villela Hochreiter

O que podemos aprender com os novos padrões de emissões dos EUA?