Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Mesmo caminhando a passos lentos, carros elétricos dominarão o transporte público

Mesmo caminhando a passos lentos, carros elétricos dominarão o transporte público

24/03/2022 Rodrigo Petroni

O setor de mobilidade urbana ainda precisa cumprir algumas tarefas para ser um exemplo de eficiência no Brasil.

Mesmo caminhando a passos lentos, carros elétricos dominarão o transporte público

Não é de ontem, semana passada ou de dez anos atrás. Há muito tempo o brasileiro enfrenta precariedade nos veículos, superlotação, falta de segurança e uma gestão de tráfego pouco inteligente. Além de todas essas insatisfações, ainda há o fator ambiental. A tendência ainda é tímida no Brasil, mas os carros movidos a eletricidade ganharão capilaridade nos próximos anos, principalmente por serem menos poluentes do que a queima de combustíveis fósseis.

Alguns países já implementaram os veículos elétricos como alternativa econômica, sustentável, moderna e segura. China, Estados Unidos, determinados países da Europa e da América do Sul são referência em eletromobilidade. A China, principal mercado automotivo do mundo, produzirá mais de 8 milhões de carros elétricos até 2028, em comparação com 1 milhão no ano passado, segundo a LMC Automotive, uma empresa global de dados.

Por aqui, seria injusto dizer que não há nenhuma movimentação. Desde 1981, começou a circular a primeira série de carros elétricos no Brasil. De acordo com dados da Associação Brasileira de Veículos Elétrico (ABVE), o país tem uma frota eletrificada de 77.259 automóveis e comerciais leves em circulação. Ano passado, o Brasil apresentou o melhor resultado, com o recorde de 34.990 unidades vendidas. Os números mostram um crescimento no mercado e uma nova postura do consumidor que, se preocupa cada dia mais com sustentabilidade. Atualmente, a cidade de São Paulo, conta com 18 ônibus movidos a bateria circulando pelas ruas, que funcionam com energia limpa sem agredir o meio ambiente, segundo a Sptrans, empresa de planejamento e gerenciamento do transporte coletivo.

Com o avanço da agenda ESG, é bem provável que grandes corporações optem por veículos elétricos, o que pode dar ainda mais uma aquecida no mercado. O iFood, por exemplo, fechou incialmente o projeto piloto com a compra de 30 unidades das motos elétricas da Voltz Motors. Diante deste cenário, arrisco dizer que não está muito longe os setores de transporte e mobilidade urbana já estarem flertando com políticas de sustentabilidade -- um dos três pilares do ESG. Assim, mesmo parecendo que “os ônibus elétricos foram esquecidos”, é possível dizer que em breve começaremos a vê-los com mais frequência.

* Rodrigo von Uslar Petroni é CEO e cofundador da UPM2, startup paulista que desenvolve soluções para mobilidade urbana.

Para mais informações sobre Veículos Elétricos clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: PiaR Comunicação



Alta dos combustíveis? Conheça outras opções para aliviar o bolso

Apostar nos recursos tecnológicos é também uma alternativa para garantir praticidade durante o trajeto até o destino.

Alta dos combustíveis? Conheça outras opções para aliviar o bolso

Volkswagen antecipa novos NFTs após primeira coleção esgotar em poucas horas

Projeto desenvolvido pela startup brasileira OnePercent vende primeira coleção logo após o lançamento e anuncia novas coleções e funcionalidades.

Volkswagen antecipa novos NFTs após primeira coleção esgotar em poucas horas

Somente metade dos brasileiros usam cinto de segurança no banco de trás do carro

O uso do cinto impede que o passageiro seja arremessado, diz especialista.

Somente metade dos brasileiros usam cinto de segurança no banco de trás do carro

Produção de veículos aumenta 11,4% em março, diz Anfavea

Na comparação com março do ano passado, produção foi 7,8% inferior.

Produção de veículos aumenta 11,4% em março, diz Anfavea

Governo Federal cria programa para renovação de frota de caminhões

Entre os objetivos do programa está a retirada de circulação da frota com mais de 30 anos de fabricação.

Governo Federal cria programa para renovação de frota de caminhões

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte inaugura Passarela Mineira

Espaço de convivência faz parte do projeto de modernização do Terminal de Passageiros 1.

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte inaugura Passarela Mineira

Projeto de mobilidade elétrica é lançado em Fernando de Noronha

Serão inseridos 14 carros elétricos e uma rede de eletropostos com 12 pontos de recarga interligados na ilha.

Projeto de mobilidade elétrica é lançado em Fernando de Noronha

Reciclagem de baterias de veículos elétricos pode ser realidade no país em poucos anos

Ação visa o desenvolvimento de processo de reciclagem de células de baterias de íon-lítio dos veículos da BMW.

Reciclagem de baterias de veículos elétricos pode ser realidade no país em poucos anos

Mercedes-Benz reduz dependência da Cemig na fábrica de Juiz de Fora (MG)

A área dispõe de placas de energia fotovoltaica capazes de produzir uma potência de 10.000 kwh/mês.

Mercedes-Benz reduz dependência da Cemig na fábrica de Juiz de Fora (MG)

Será que ainda vale a pena ter carro?

Essa é uma pergunta que toda pessoa que quer ou tem um carro se faz, ainda mais nos dias de hoje em que temos facilidades adicionais com os aplicativos.

Será que ainda vale a pena ter carro?

Aeroportos da Infraero são destaques no Programa “Aeroportos Sustentáveis” da Anac 

Programa busca incentivar a adoção de boas práticas de gestão ambiental nos aeroportos do Brasil. 

Aeroportos da Infraero são destaques no Programa “Aeroportos Sustentáveis” da Anac 

Como ter sucesso em uma troca virtual de carro

Com vendas no setor automotivo em baixa, especialista indica alternativa para quem deseja ter um novo automóvel na garagem.

Como ter sucesso em uma troca virtual de carro