Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Montadoras de caminhões param produção por causa da pandemia

Montadoras de caminhões param produção por causa da pandemia

05/04/2021 Marcos Villela (Transporte Mundial)

O otimismo dos fabricantes de caminhões de poucos dias atrás não combinam com a decisão de paralisar a produção.

Montadoras de caminhões param produção por causa da pandemia

Havia uma preocupação com a falta de peças, mas o fato é que o colapso no sistema de saúde brasileiro foi o principal fato para as decisões de parar tudo nas fábricas da Volvo, Mercedes-Benz, Volkswagen e Scania. 

A situação é muito grave por falta de confiança nos gestores públicos dos níveis federal, estaduais e municipais. Muito provavelmente, a ordem deve ter vindo das matrizes dessas empresas, pois o mundo todo está preocupado com a falta de gestão do problema, que, lógico, é mundial, mas no Brasil acrescentado por disputadas políticas e ideológica, gerado por uma polarização sem ocorrência em muitos países.

A VWCO (Volkswagen Caminhões e Ônibus), no dia 25, enviou o seguinte comunicado: “Tendo em vista as medidas de contenção da pandemia da Covid-19 tomadas pelas autoridades municipais e estaduais do Rio de Janeiro e de São Paulo, e também em virtude da situação crítica de desabastecimento de peças, interromperá a produção em sua fábrica de Resende (RJ) de 29 de março a 4 de abril”

A Mercedes-Benz enviou comunicado à imprensa informando a interrupção das atividades produtivas das fábricas de veículos comerciais de São Bernardo do Campo (SP) e Juiz de Fora (MG) no dia 26 de março, com retorno previsto para 5 de abril.

“O nosso intuito, alinhado com o Sindicato dos Metalúrgicos, é contribuir com a redução de circulação de pessoas neste momento crítico no país, administrar a dificuldade de abastecimento de peças e componentes na cadeia de suprimentos, além de atender a antecipação de feriados por parte das autoridades municipais. A partir de 5 de abril, continuando as medidas restritivas para proteção de nossos profissionais, também concederemos férias coletivas para grupos alternados de funcionários produtivos de acordo com o planejamento de nossas fábricas. Assim, teremos um grupo de produção menor mantendo os protocolos de distanciamento, mas continuaremos a atender os nossos clientes com nossos produtos e serviços”, informa a nota à imprensa.

A Rede de Concessionários da marca e suas oficinas permanecerão em funcionamento seguindo todas as medidas preventivas, com exceção daquelas localizadas em estados ou cidades em que há orientação do poder público de interrupção das atividades.

A Volkswagen também paralisou as atividades produtivas no Brasil por causa do avanço da pandemia. A interrupção, que entrará em vigor no dia 24 de março e vai durar 12 dias, vale para todas as suas unidades no país, localizadas nos estados de São Paulo e Paraná.

A companhia explica, em nota à imprensa, que o motivo é o agravamento do número de casos da pandemia e o aumento da taxa de ocupação dos leitos de UTI. “A empresa adota esta medida a fim de preservar a saúde de seus empregados e familiares”, diz o comunicado.

Outra montadora que já suspendeu a maior parte da produção na fábrica de Curitiba/PR, nesta terça-feira, 23/3, foi a Volvo. A empresa informou que as razões da paralisação se devem ao agravamento da pandemia no país, juntamente com a falta de peças, principalmente componentes eletrônicos.

A medida atinge aproximadamente 2 mil funcionários do total de 3,7 mil que trabalham na fábrica da Volvo na capital paranaense e vai durar até o fim deste mês.

Em comunicado, a montadora disse que vai manter “boa parte” do efetivo em atividade, incluindo a linha de montagem de ônibus e uma parte da linha de caminhões – que terá a produção reduzida em 70% -, assim como a distribuição de peças a concessionárias.

Também ontem (22/2) a Scania informou que, após negociação com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, vai paralisar a produção a partir de sexta-feira, 26, até 5 de abril, por causa do agravamento da pandemia. A medida deve atingir a maioria dos 4 mil funcionários da montadora.

* Marcos Villela - Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002.

Para mais informações sobre Caminhões clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Transporte Mundial



Infraero entrega Aeroporto de Uberlândia modernizado

Foram investidos R$ 29,75 milhões, com recursos oriundos do Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac).

Infraero entrega Aeroporto de Uberlândia modernizado

Mais competitividade para a aviação

No momento da retomada, ANP amplia escopo do querosene de aviação no país; para especialista, medida era um pleito do setor e trará melhores condições ao mercado.


Ativa Logística testa placas solares na frota para reduzir consumo de diesel

As placas solares geram energia para o sistema de refrigeração dos baús e outras tecnologias embarcadas nos caminhões.

Ativa Logística testa placas solares na frota para reduzir consumo de diesel

Número de ciclistas supera o de veículos motorizados na lagoa da Pampulha

Canal Ciclo Rota BH realiza contagem de pessoas que passam pelo local e propõe mudanças para melhorar o fluxo na região.

Número de ciclistas supera o de veículos motorizados na lagoa da Pampulha

Aeroporto da Pampulha é concedido à iniciativa privada por R$ 34 milhões

Grupo vencedor do leilão, o mesmo que administra Confins, deve investir R$ 151 milhões em melhorias no terminal, ao longo de 30 anos.

Aeroporto da Pampulha é concedido à iniciativa privada por R$ 34 milhões

Rolls-Royce Motor Cars anuncia seu primeiro automóvel 100% elétrico

A novidade chegará ao mercado no último trimestre de 2023 batizada como ‘Spectre’.

Rolls-Royce Motor Cars anuncia seu primeiro automóvel 100% elétrico

Iveco e Nikola inauguram fábrica de caminhões movidos a hidrogênio

Um novo e importante capítulo na história do transporte sustentável da Iveco e da Nikola Corporation teve início em Ulm, Alemanha.

Iveco e Nikola inauguram fábrica de caminhões movidos a hidrogênio

Dia Mundial sem Carro: pandemia reforça uso de transporte sustentável

Andar a pé foi a modalidade que se tornou mais popular no período.

Dia Mundial sem Carro: pandemia reforça uso de transporte sustentável

VWCO será primeira montadora do mundo a usar bateria com nióbio de carga ultrarrápida

Esse ineditismo na indústria automotiva está sendo possível graças a parceria com a CBMM anunciada no dia 16 de setembro.

VWCO será primeira montadora do mundo a usar bateria com nióbio de carga ultrarrápida

Autorização ferroviária beneficia MG com 610 quilômetros de novos trilhos

Projeto ligando os municípios de Presidente Kennedy, no Espírito Santo, aos mineiros Conceição do Mato Dentro e Sete Lagoas tem investimento de R$ 14 bilhões.

Autorização ferroviária beneficia MG com 610 quilômetros de novos trilhos

Velocidade é a principal causa de colisões nas rodovias federais

Levantamento da PRF mostra que, no primeiro semestre de 2021, ocorreram 3.467 ocorrências de colisões no país.

Velocidade é a principal causa de colisões nas rodovias federais

Aeroporto de Uberaba passará a contar com novos voos da Azul 

A partir de novembro, iniciarão as frequências diretas para Campinas e no verão. Haverá voos diretos para Maceió e Porto Seguro.

Aeroporto de Uberaba passará a contar com novos voos da Azul