Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Somos bons motoristas, ciclistas e pedestres?

Somos bons motoristas, ciclistas e pedestres?

25/09/2019 Gerson Luiz Buczenko

No Dia Nacional do Trânsito, 25 de setembro, importa antes refletir do que comemorar.

Somos bons motoristas, ciclistas e pedestres?

O meu comportamento tem sido adequado com relação ao trânsito? Eu excedo a velocidade permitida? Tenho exposto a minha vida e a de outros ao risco de um acidente? Tenho dado o bom exemplo para minha família e para a sociedade quando estou caminhando pelas ruas, pedalando minha bicicleta ou dirigindo meu veículo, seja no trabalho, seja no lazer?

Precisamos também rever a nossa postura perante a condição do veículo que utilizamos, pois é fundamental que esse instrumento esteja devidamente conservado, revisado e em condições para o trânsito. Assim, meu carro está em condições de transitar pela rua, avenida, rodovia?

Os impostos e taxas junto ao departamento de trânsito do meu estado ou cidade estão em dia, devidamente pagos? A minha habilitação está dentro de seu prazo regular? Respeito a legislação de trânsito no que se refere às normas de parada, estacionamento e circulação em todos os momentos?

A próxima reflexão advém da condição de saúde, pois para o pedestre e o condutor interessa muito estar em plena saúde, ou então estar devidamente acompanhado por um tratamento médico. Dessa forma, estou em plenas condições de saúde física e psicológica para sair às ruas como pedestre ou condutor de um veículo?

Após essas reflexões iniciais, verifica-se que, em primeiro lugar, as boas relações no trânsito começam pela ação de cada cidadão fazendo a sua parte, fazendo com que o seu agir seja o melhor possível para o convívio social. Assim teremos um trânsito mais seguro, correto e que não gere tantos acidentes, nem aleije e mate pessoas.

Mesmo se as reflexões propostas pouco importarem, ainda teremos um trânsito violento. Considerando todas as cidades do Brasil, não apenas as capitais, foram registradas 37.345 mortes de trânsito em 2016 (último ano com dados disponíveis no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde).

Basta ver o Relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) no qual o Brasil aparece em quinto lugar entre os países recordistas em mortes no trânsito, atrás somente da Índia, China, Estados Unidos e Rússia. E além desses, Irã, México, Indonésia, África do Sul e Egito estão entre os países com trânsito mais violento do planeta.

Juntas, essas dez nações são responsáveis por 62% das 1,2 milhão de mortes por acidente no trânsito que ocorrem no mundo todos os anos. Além dos mortos, acidentes de trânsito resultam em mais de 50 milhões de feridos a cada ano.

Assim, o Dia Nacional de Trânsito é um dia de importantes reflexões sobre o quanto nós podemos melhorar o trânsito com a nossa conduta pessoal, fazendo com que o sentido desse ambiente seja a vida, e não a morte.

* Gerson Luiz Buczenko, coordenador do Curso Superior de Tecnologia em Gestão do Trânsito e Mobilidade Urbana no Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Pg1



Escassez global de motoristas de caminhão: desafios e soluções

A escassez de motoristas de caminhão é um problema crônico que afeta o setor de transporte rodoviário em todo o mundo.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Escassez global de motoristas de caminhão: desafios e soluções

O que podemos aprender com os novos padrões de emissões dos EUA?

O que podemos aprender com essas novas regras?

Autor: Marcos Villela Hochreiter

O que podemos aprender com os novos padrões de emissões dos EUA?

Sinais de problemas no coxim do motor

Vibração na carroceria do veículo é um dos indícios que podem indicar comprometimento da peça.

Autor: Divulgação

Sinais de problemas no coxim do motor

Scania apresenta novo caminhão elétrico com autonomia de 520 km

A sustentabilidade é um pilar central nessa transição para a eletrificação.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Scania apresenta novo caminhão elétrico com autonomia de 520 km

Dupla direção, dupla eficiência: o novo caminhão de Bombeiros

Não é foto montagem com IA e nem “fake news”.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Dupla direção, dupla eficiência: o novo caminhão de Bombeiros

Ainda não é o ano dos elétricos, mas as opções híbridas devem ganhar força

Trajetória dos elétricos enfrenta desafios, como custo e infraestrutura de recarga; por isso, veículos híbridos ainda lideram a preferência.

Autor: Divulgação

Ainda não é o ano dos elétricos, mas as opções híbridas devem ganhar força

Fatores que interferem na vida útil das pastilhas de freio

Vida útil está ligada à forma de condução e local que o veículo trafega.

Autor: Divulgação

Fatores que interferem na vida útil das pastilhas de freio

Programa de incentivo à descarbonização transforma o papel do setor automotivo

A eficiência energética também impulsionará um novo entendimento por parte do consumidor e estará mais alinhada com os padrões internacionais de avaliação e taxação.

Autor: Stela Kos

Programa de incentivo à descarbonização transforma o papel do setor automotivo

Futuro das estradas: o avanço do hidrogênio em veículos comerciais e de passeio

Futuro das estradas: conheça neste artigo os estágios atuais do desenvolvimento de veículos movidos.

Autor: Eustáquio Sirolli

Futuro das estradas: o avanço do hidrogênio em veículos comerciais e de passeio

Scania vai implantar transporte autônomo com presença de motorista

O sistema SuperDrive é uma solução robusta que promete transformar a maneira como interagimos com nossos veículos.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Scania vai implantar transporte autônomo com presença de motorista

Curso Presencial: Gestão Estratégica de Transporte – Capacite-se para o Futuro!

A Fabet-SP informa que estão abertas as inscrições para o curso presencial “Gestão Estratégica de Transporte, 1ª Edição de 2024”.

Autor: Marcos Villela Hochreiter


Sebrae Minas lança campanha “Nós usamos etanol”

Uso exclusivo do biocombustível vai reduzir em cerca de 60% a emissão de gases de efeito estufa pelos veículos da instituição.

Autor: Divulgação

Sebrae Minas lança campanha “Nós usamos etanol”