Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Tecnologia que desativa cilindros pode fazer motor diesel ser mais econômico e menos poluente

Tecnologia que desativa cilindros pode fazer motor diesel ser mais econômico e menos poluente

23/04/2019 Marcos Villela (Transporte Mundial)

Durante a partida e alta carga, o motor funciona com a totalidade dos cilindros.

Tecnologia que desativa cilindros pode fazer motor diesel ser mais econômico e menos poluente

Entre 2022 e 2023 entrará em vigor uma legislação ambiental no Brasil mais rigorosa, a fase P8 do Proconve, equivalente a Euro 6, para motores diesel. Essa mudança legislativa cria regras para que os futuros caminhões e ônibus sejam construídos com tecnologias que reduzam as emissões de poluentes e ruídos até que o país seja rico suficiente para comprar veículos movidos por motores elétricos ou alternativas de energias mais limpas. Ou, que essas tecnologias custem o suficientemente mais baratas e caibam no bolso do brasileiro.

No entanto, enquanto o brasileiro não fica rico e as tecnologias mais baratas, a saída é aperfeiçoar os motores a diesel para serem mais eficiente energeticamente e menos poluentes. Uma das propostas para isso vem da Eaton dos Estados Unidos, uma das empresas globais que mais entendem de energia no mundo.

Assim, se melhorarmos a eficiência dos motores atuais, reduziremos o consumo e as emissões. Uma das formas de melhorar a eficiência dos motores é o que propõe o engenheiro chefe de tecnologia e inovação do centro técnico da Eaton, James McCarthy Jr., que esteve no Brasil para uma conferência e, na ocasião, apresentou o seu projeto à TRANSPORTE MUNDIAL.

A ideia já é aplicada em automóveis e poderá ser uma solução que poderá ajudar atender a resolução 490 do Conama (Conselho Nacional de Meio Ambiente) responsável pela norma Proconve P8 (Euro 6) que vai entrar em vigor no Brasil em 2023 para caminhões e ônibus e novos lançamentos a partir de 2022.

Motor diesel e a gás

Trata-se do CDA, sistema que desativa parte dos cilindros de um motor, mantendo as válvulas fechadas, para que os outros cilindros em funcionamento atinjam (ou mantenham) a melhor temperatura de funcionamento para a melhor queima do diesel (ou gás) e, assim, reduza as emissões de NOx e CO2.

Consequemente, os cilindros que estão fechados não estão consumindo combustível. O sistema conta com inteligência artificial para entender quando e quantos cilindros devem ficar fechados considerando diversas variáveis, como a carga de força solicitada ao motor em função do peso e condições de topografia.

A tecnologia funcional em diversas configurações de motores, mas é mais eficiente em motor de 4, 6 e 8 cilindros a diesel. Ela pode funcionar também em motores movido a gás, porém, não com a mesma eficiência já que este tipo de combustível alcança a temperatura ideal de funcionamento de forma mais rápida. “O ganho em eficiência pode variar dependendo do número de cilindros do motor e carga aplicada, do que vai depender das condições de trânsito, topografia e peso transportado, explica James McCarthy Jr. Testes feitos em laboratórios nos Estados Unidos comprovaram redução de 3,4% no consumo em ciclos que simulavam a atividade de um caminhão pesado. Em um ciclo de ônibus urbano, a redução foi de 5,6% enquanto o motor está em aquecimento e de 8,7% após aquecido. Já em um motor diesel de quatro cilindros e, quando trabalhando apenas com dois, a economia pode chegar até 40%.

Na prática

Um exemplo prático de funcionamento: durante a partida e alta carga, o motor funciona com a totalidade dos cilindros. Com carga parcial e velocidade estabilidade, o sistema mantém somente em funcionamento os cilindros suficientes para garantir a velocidade desejada e os demais ficam desativados sem consumir diesel e emitir emissões. Essa desativação é feita por meio de sistemas elétrico-hidráulicos comandos por uma inteligência artificial que mantêm as válvulas de admissão e escape fechadas, cancelando a injeção de combustível.

James McCarthy é o engenheiro chefe do Centro de Tecnologia de Marshal da Eaton nos Estados Unidos e acredita que a tecnologia poderá ser adotada pelos fabricantes brasileiros de motores em tempo desses motores serem homologados para atender a norma Proconve P8 até 2020.

* Marcos Villela - Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002.

Fonte: Transporte Mundial



Pesquisa mostra as tarifas de ônibus mais caras do Brasil

Porto Alegre tem a passagem de ônibus mais cara do Brasil

Pesquisa mostra as tarifas de ônibus mais caras do Brasil

Levantamento mostra que mulheres são mais cuidadosas no trânsito

Segundo relatório da Seguradora Líder, apenas 25% das indenizações pagas em 2018 foram para mulheres

Levantamento mostra que mulheres são mais cuidadosas no trânsito

Volvo lança nova cabine com sistema anticolisão

Essa função ajuda o condutor a manter uma distância mais segura do veículo que estiver à frente.

Volvo lança nova cabine com sistema anticolisão

Prefeituras querem regulamentar patinetes elétricos

Empresas dizem que disponibilizam informações de segurança a usuários

Prefeituras querem regulamentar patinetes elétricos

Alemanha inaugura sua primeira autoestrada elétrica

Trecho da A5 perto de Frankfurt é adaptado para a recarga em movimento de caminhões com motores elétricos.

Alemanha inaugura sua primeira autoestrada elétrica

Infraero conclui obras na pista do Aeroporto de Uberlândia

Foram investidos R$ 7,14 milhões para recapeamento total da pista

Infraero conclui obras na pista do Aeroporto de Uberlândia

Amsterdã proibirá veículos a gasolina e diesel a partir de 2030

Medida terá início em 2020 com o banimento de veículos a diesel com mais de 15 anos.

Amsterdã proibirá veículos a gasolina e diesel a partir de 2030

Primeiro modelo de caminhões da Ford completa 102 anos

O Model TT foi um dos ícones da marca e a sua trajetória teve início em 1917, ano de seu lançamento no mercado norte-americano. 

Primeiro modelo de caminhões da Ford completa 102 anos

Carroceria do veículo pode salvar ou tirar vidas

Embora seja um atributo essencial para um veículo, a segurança ainda parece exercer pouca influência sobre a decisão de compra por parte do usuário final.

Carroceria do veículo pode salvar ou tirar vidas

Futuro da picape Mercedes-Benz foi colocado em dúvida

Os motivos são de um possível “divórcio” da parceria entre a Daimler e a aliança Renault-Nissan.

Futuro da picape Mercedes-Benz foi colocado em dúvida

Pesquisa constata redução no interesse dos jovens em dirigir

Símbolo de maturidade, status e autonomia, o automóvel vem perdendo espaço entre os mais jovens

Pesquisa constata redução no interesse dos jovens em dirigir

Aeroporto de Viracopos é o mais elogiado do país

É a 11ª vez que o aeroporto é o mais elogiado pelos passageiros em pesquisa

Aeroporto de Viracopos é o mais elogiado do país