Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Veículos elétricos crescem em todo o país e aceleram no Nordeste, ES e DF

Veículos elétricos crescem em todo o país e aceleram no Nordeste, ES e DF

11/01/2024 Divulgação

Vendas em 2023 subiram mais de 170% em Campinas, Vitória, Maceió, Brasília e Fortaleza.

Veículos elétricos crescem em todo o país e aceleram no Nordeste, ES e DF

No melhor ano da eletromobilidade no Brasil, as vendas de veículos leves eletrificados (PHEV+BEV+HEV) cresceram em todas as regiões do país em 2023. Apenas quatro estados tiveram aumento de emplacamentos inferior a 50% em relação a 2022. Todas as regiões cresceram acima de 50% sobre o ano anterior. O Sudeste continuou liderando o crescimento das vendas (+101%), mas o Nordeste também teve desempenho expressivo (+91%), seguido pelo Sul (+82%), Centro-Oeste (+73%) e Norte (+67%).

Em oito Estados os emplacamentos aumentaram mais de 100%. Os destaques foram Espírito Santo (+169%), Distrito Federal (+161%) e Alagoas (+146%), seguidos por Ceará (+113%), Sergipe (+107%), São Paulo (+105%), Rio Grande do Norte (+103%) e Santa Catarina (+101%). O crescimento de 91% no Nordeste, com 11.788 emplacamentos em 2023 (contra 6.175 em 2022), indica que a eletromobilidade deixa de ser um fenômeno dos estados do Sudeste e começa a se espalhar por todo o país.

A evolução das vendas de eletrificados no Nordeste foi puxada pelo forte aumento em cidades como Maceió (+192%), Fortaleza + (173%) e Recife (+134%). Outras cidades também se destacaram em 2023, com crescimento na faixa de 200%. Exemplos: Campinas (+247%), Vitória (+195%), Maceió (+192,2%) e Brasília (+192,1%).

Vendas totais

Em números absolutos, a liderança por cidades segue com São Paulo (15.648 emplacamentos em 2023), seguida por Brasília (6.401), Rio de Janeiro (4.332), Belo Horizonte (3.689) e Curitiba (3.152). Por Estados, São Paulo mantém a liderança isolada das vendas totais de eletrificados (32.787 em 2023, ou 35% do total), seguido por Rio de Janeiro (6.901 - 7,3%), Minas Gerais (6.413 – 6,8%) e Distrito Federal (6.401 – 6,8%). E o Sudeste segue sendo a região que mais emplacou veículos leves eletrificados, com 52% do total (48.947 veículos) - aumento de 101% sobre 2022 (24.332).

No total nacional, o Brasil emplacou 93.927 veículos leves eletrificados em 2023, batendo todas as previsões, com crescimento de 91% sobre 2022 (49.245). Só em dezembro, as vendas chegaram a 16.279, quase o triplo das 5.587 de dezembro de 2022 (+191%), superando todos os recordes mensais da série histórica da ABVE Data. Os números de eletrificados se referem à soma de veículos elétricos híbridos plug-in (PHEV), elétricos 100% a bateria (BEV) e elétricos híbridos convencionais sem recarga externa (HEV). Automóveis, SUV e comerciais leves.

Para mais informações sobre veículo elétrico clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Grupo Printer Comunicação



Sustentabilidade automotiva além dos elétricos

O avanço contínuo no campo dos carros elétricos tem gerado entusiasmo considerável e motivado inovações.

Autor: Mariano Perez

Sustentabilidade automotiva além dos elétricos

MME aprova isenção fiscal para projetos de biometano

O biometano é um combustível renovável e limpo, que pode substituir o gás natural em diversos setores.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

MME aprova isenção fiscal para projetos de biometano

O futuro dos financiamentos automotivos: um panorama sobre tecnologias emergentes

Desbravar novos caminhos e estar na vanguarda das inovações é essencial para auxiliar no desenvolvimento e na democratização dos produtos.

Autor: Paulo Noman

O futuro dos financiamentos automotivos: um panorama sobre tecnologias emergentes

Pé na areia e água de coco: como evitar desgastes do automóvel na praia

Areia fina, maresia e exposição prolongada ao sol podem prejudicar veículos.

Autor: Divulgação

Pé na areia e água de coco: como evitar desgastes do automóvel na praia

Gasmig anuncia redução do preço do GNV

Demais segmentos acumulam baixa nos preços nos últimos 12 meses.

Autor: Divulgação

Gasmig anuncia redução do preço do GNV

Concorrências e desafios no cenário da mobilidade urbana

No Brasil, conforme levantamentos da Liga Ventures e do Sem Parar, constatam-se 157 empresas atuantes no segmento de mobilidade (mobitechs) no país.

Autor: Thiago Hidalgo

Concorrências e desafios no cenário da mobilidade urbana

Carros elétricos em condomínios e o Judiciário

A nova era da tecnologia automotiva também está mudando a vida dos condomínios residenciais no Brasil.

Autor: Divulgação

Carros elétricos em condomínios e o Judiciário

Caminhões e ônibus: a revolução da indústria nas duas últimas décadas

Quem dirige um caminhão, especialmente um biarticulado com bitrem ou rodotrem, precisa de muito treinamento.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Caminhões e ônibus: a revolução da indústria nas duas últimas décadas

Tecnologia de ponta a ponta: 5 tendências que vão moldar o mercado automotivo

Com desafio de alcançar números positivos, concessionárias precisam se adaptar, elevar experiência e abraçar inovações nos próximos meses.

Autor: Cesar Cantarella

Tecnologia de ponta a ponta: 5 tendências que vão moldar o mercado automotivo

A indústria brasileira de biodiesel deveria investir em HVO

Sistemas de armazenamento são capazes de permitir o uso combinado de várias fontes de energia limpa, garantindo mais eficácia e segurança.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

A indústria brasileira de biodiesel deveria investir em HVO

Gastos com o automóvel é a segunda maior despesa do orçamento familiar

31% admitem gastar mais com o veículo do que o planejado e 62% têm uma reserva de emergência para lidar com surpresas na manutenção.

Autor: Ana Carolina Ribeiro

Gastos com o automóvel é a segunda maior despesa do orçamento familiar

Veículos elétricos: Roberto Drummond já avisava sobre as pedras no caminho

Temos muitas notícias positivas sobre os lançamentos de carros elétricos potentes, bonitos, evolutivos etc.

Autor: Marcos Villela Hochreiter

Veículos elétricos: Roberto Drummond já avisava sobre as pedras no caminho