Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Veja o que analisar antes de partir para a frota própria

Veja o que analisar antes de partir para a frota própria

07/09/2018 Transporte Mundial

Especialista alerta que a tomada de decisão deve analisar dimensionamento da frota necessária e nível de ocupação desta ao longo do ano.

Veja o que analisar antes de partir para a frota própria

Especialista alerta que a tomada de decisão deve analisar dimensionamento da frota necessária e nível de ocupação desta ao longo do ano, se motoristas seriam próprios ou terceirizados e os riscos trabalhistas entre outros pontos.

Encerrada a greve dos caminhoneiros em junho deste ano e a ameaça de uma nova paralisação há muitas expectativas no mercado sobre quais seriam os impactos do movimento no custo do transporte. Alguns estudos, como os realizados pela Esalq-Log/USP, apontam uma alta mínima no custo do transporte de commodities agropecuárias até os portos de pelo menos 70%, ou até 154%, se o contratante pagar o frete de retorno, com o caminhão vazio.

“Esse cenário tem levado muitas empresas a cogitar internalizar suas operações de transporte. Se por um lado é direta a identificação do impacto no custo operacional devido à adoção da tabela de frete mínimo, por outro é bem mais complexa a estimativa de como se dará essa operação”, completa o consultor Rodrigo Arozo, sócio da Diagma Supply Chain Consulting.

Questões a serem avaliadas

Segundo ele, o custo da aquisição de veículos é apenas um dos fatores a serem considerados. Outras questões precisam ser avaliadas, antes de se decidir pela frota com veículos próprios ou pela terceirização. Confira:

- Propriedade dos cavalos, dos complementos ou do conjunto completo?

- Qual a estratégia de aquisição e renovação da frota?

- Qual o dimensionamento da frota necessária? Qual será o nível de ocupação desta ao longo do ano?

- Qual o nível de flexibilidade necessário neste dimensionamento?

- A operação própria deve ser utilizada para todas as rotas?

- Motoristas próprios ou terceirizados? Qual o risco trabalhista nesta possível terceirização de mão de obra?

- Como fica a manutenção da frota? Própria ou terceirizada?

- Qual a estrutura interna de gestão necessária para a operação?

- Quais impactos em sistemas ou funcionalidades adicionais de gestão, planejamento e controle serão necessárias?

- Quais outros riscos operacionais podem surgir com o aumento da complexidade desta gestão operacional?

Arozo também aconselha que as empresas estudem eventuais ganhos com a gestão da operação e a aposta no relacionamento com as transportadoras, antes de se definir pela primarização.

Fonte: Transporte Mundial 



Produção de motocicletas aumenta 8,4% no primeiro semestre

Dados do primeiro semestre deste ano mostram que foram emplacadas 530.034 motocicletas no país

Produção de motocicletas aumenta 8,4% no primeiro semestre

Brasileiro cria sistema eletrônico de comunicação entre motoristas para evitar acidentes

Produto tem usabilidade muito mais simples do que smartphones, mais acessível ao grande público e de baixo custo.

Brasileiro cria sistema eletrônico de comunicação entre motoristas para evitar acidentes

BRT da Colômbia renova frota com ônibus brasileiro

Já são mais de 5.000 ônibus articulados e biarticulados operando em BRTs em toda região

BRT da Colômbia renova frota com ônibus brasileiro

Iveco apresenta novo pesado com conectividade desenvolvida com a Microsoft

Novo Iveco S-Way é apresentado na Europa. Trata-se de um caminhão pesado totalmente para substituir o Hi-Way.

Iveco apresenta novo pesado com conectividade desenvolvida com a Microsoft

Venda de veículos tem alta de 13,45% no semestre

As vendas levam em conta automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus e motocicletas.

Venda de veículos tem alta de 13,45% no semestre

Radar: um mal necessário

O limite de velocidade de uma rodovia não é escolhido por acaso.

Radar: um mal necessário

Apple compra startup de veículos autônomos Drive.ai

A Apple comprou todo o portfólio da Drive.ai de tecnologia em veículos autônomos; startup estava prestes a fechar.

Apple compra startup de veículos autônomos Drive.ai

Tecnologias de segurança vão ajudar mais o motorista brasileiro

Estudos técnicos já são realizados com foco na regulamentação de várias soluções tecnológicas desde dezembro de 2017.

Tecnologias de segurança vão ajudar mais o motorista brasileiro

Placa do Mercosul é adiada para janeiro de 2020

Esta é a sexta vez que o novo processo de emplacamentos é adiado

Placa do Mercosul é adiada para janeiro de 2020

Tecnologias de segurança vão ajudar mais o motorista brasileiro

Novos recursos de assistência ao motorista irão equipar os veículos nacionais em atendimento à demanda do mercado e à força da legislação.

Tecnologias de segurança vão ajudar mais o motorista brasileiro

Startup Voltz lançará scooter elétrica, em agosto, a R$ 9 mil

Startup de Recife traz scooters elétricas que chegam a 60 km/h e possuem autonomia de 60 km; bateria é portátil e recarregável.

Startup Voltz lançará scooter elétrica, em agosto, a R$ 9 mil

Uso de simulador para obtenção de CNH será facultativo

Governo estima uma redução de até 15% no valor cobrado nos centros de formação de condutores

Uso de simulador para obtenção de CNH será facultativo