Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Comer bem: um hábito que começa cedo

Comer bem: um hábito que começa cedo

27/04/2024 Dr. Celso di Lascio

É possível que você já tenha ouvido dizer que determinada criança come bem.

Comer bem: um hábito que começa cedo

Até aí tudo bem, não fosse pelo conceito de ‘comer bem’ que perdurou por muitos anos. Muitas vezes, essa afirmação fazia referência à quantidade, não à qualidade. A criança consumia bastante carboidrato, gordura e glicose, mas ganhava o elogio pelos pratões que encarava.

Desde que a obesidade infantil se tornou uma pauta em todo o mundo, e particularmente no Brasil, notou-se que é preciso colocar um asterisco no que chamamos de comer bem. Entre se saciar de comidas mais pesadas ou diversificar o prato com frutas, legumes e verduras, ainda que dê espaço para algo mais calórico, o que afinal está mais próximo do ideal?

É evidente que você sabe a resposta, como também sabem os estudos sobre o tema. O Observatório de Saúde na Infância, produzido pela Fiocruz e pela Universidade de Medicina de Petrópolis (Unifase) revela que o quadro de crianças e adolescentes com sobrepeso e obesidade no Brasil deu um salto em 2022. Na faixa etária de até 5 anos de idade, atestou-se que uma em cada 10 crianças estão acima do peso. Já entre adolescentes, de 10 a 18 anos, a balança fica acima do ideal em uma a cada três pessoas.

O período da pandemia também não fez bem para a alimentação infanto-juvenil. Entre 2019 e 2021, o número de crianças acima do peso teve um aumento de 6,08%, ainda de acordo com o Observatório. Já entre os adolescentes, o crescimento representou um salto de 17,2%. É possível supor que esses casos tenham relação direta com o aumento da ansiedade e do próprio comportamento doméstico: mais tempo dentro de casa culminou com a necessidade de comer algo a mais para se distrair.

Na contramão de números pesados para a saúde infantil, a ciência já sabe que a alimentação saudável tem impactos importantes para o desenvolvimento físico, cognitivo e até emocional entre as crianças. Isto ajuda a explicar por que a necessidade de nutrientes é tão acelerada nos primeiros anos de vida, demandando o consumo apropriado de vitaminas, minerais, proteínas e gorduras saudáveis.

O comer bem, de que tratamos anteriormente, consiste portanto em suprimir essas carências. Há alimentos específicos para cada item do desenvolvimento infantil. Desde a formação dos circuitos neurais que darão suporte ao desenvolvimento cognitivo e emocional, passando por aqueles que auxiliarão na formação dos ossos e músculos, dando suporte ao crescimento físico, e aqueles que auxiliarão no funcionamento dos órgãos internos.

Estimular a alimentação saudável desde cedo significa oferecer à criança recursos para reduzir os riscos no futuro de sofrer com a obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares e outras igualmente crônicas. Quanto mais cedo o indivíduo assimila uma dieta adequada ao organismo, melhor aprende a importância desses alimentos e a tomar gosto por sabores e texturas que podem provocar certas resistências no início. Mas dá pra ressaltar que a alimentação é um exercício diário, e que a prática constante é que pode levar àquilo que se considera o ideal.

* Dr. Celso di Lascio é médico da You Saúde.

Para mais informações sobre obesidade infantil clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Risoto de cenoura e pupunha na pressão

Esse risoto vegetariano vai te fazer salivar! A receita demora só 30 minutinhos e fica muito saboroso.

Autor: Divulgação

Risoto de cenoura e pupunha na pressão

Frango com creme de milho: uma receita para descomplicar o seu dia-a-dia

Se tem algo que nunca decepciona é um bom prato de frango com creme de milho.

Autor: Divulgação

Frango com creme de milho: uma receita para descomplicar o seu dia-a-dia

Por que o açúcar é um vilão?

Quando se trata do açúcar, não adianta tentar um meio-termo. A ciência já refuta completamente qualquer possibilidade de diálogo.

Autor: Consolação Oliveira

Por que o açúcar é um vilão?

Vila Galé anuncia experimento de plantação de vinhas e oliveiras em Ouro Preto

Novidade foi divulgada durante eventos em Belo Horizonte e Ouro Preto.

Autor: Divulgação

Vila Galé anuncia experimento de plantação de vinhas e oliveiras em Ouro Preto

Que tal um sandubão de frango e milho?

Um sanduíche delicioso para inovar no lanche da tarde ou no jantar.

Autor: Divulgação

Que tal um sandubão de frango e milho?

Dieta ou restrição: saiba como escolher seu chocolate

Diabéticos, intolerantes e celíacos podem consumir chocolates, mas devem ficar atentos às descrições das rotulagens para evitar problemas de saúde.

Autor: Divulgação

Dieta ou restrição: saiba como escolher seu chocolate

Pintinhos de Páscoa: conquiste as crianças com essa receita

Uma receita leve e fácil de fazer.

Autor: Divulgação

Pintinhos de Páscoa: conquiste as crianças com essa receita

Saiba como manter a dieta e resolver o desejo por doces

Nutricionista explica maneiras de trocar as comidas açucaradas por opções mais saudáveis.

Autor: Divulgação

Saiba como manter a dieta e resolver o desejo por doces

Conheça 5 curiosidades sobre a pipoca de micro-ondas

Na última segunda-feira, 11 de março, foi comemorado no Brasil o Dia da Pipoca.

Autor: Divulgação

Conheça 5 curiosidades sobre a pipoca de micro-ondas

Adoçante ou mel: qual é a melhor opção para evitar diabetes?

A escolha deve ser individualizada e levar em consideração diversos fatores, como histórico de saúde, estilo de vida e preferências pessoais.

Autor: Divulgação

Adoçante ou mel: qual é a melhor opção para evitar diabetes?

Para quem não gosta de carne: berinjela à parmegiana

Quer uma dica de um prato sem carne para fazer uma refeição mais leve?

Autor: Divulgação

Para quem não gosta de carne: berinjela à parmegiana

Pão “Low Carb”

Esta receita é deliciosa e funcional, melhora o trato intestinal.

Autor: Divulgação