Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Farmácia na cozinha: economizando em saúde com a dieta correta

Farmácia na cozinha: economizando em saúde com a dieta correta

26/07/2023 Alessandra Feltre

Comer bem é, sem dúvida, um dos pilares para a manutenção da saúde e qualidade de vida.

Farmácia na cozinha: economizando em saúde com a dieta correta

Uma dieta equilibrada e rica em nutrientes contribui para uma vida mais longa e saudável. Por outro lado, uma alimentação inadequada pode levar ao desenvolvimento de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e obesidade.

Muitas pessoas consideram que a alimentação saudável é mais cara, no entanto, o custo-benefício deve ser avaliado a longo prazo. Quando se investe em saúde por meio da alimentação, os custos com tratamentos médicos, medicamentos e internações podem ser significativamente reduzidos.

“Uma alimentação saudável é a chave para a manutenção da saúde. Quando nutrimos nosso corpo com alimentos naturais, ricos em nutrientes, estamos dando a ele as ferramentas necessárias para funcionar adequadamente. Isso inclui não apenas a prevenção de doenças, mas também a promoção de uma melhor saúde mental, mais energia e uma vida mais longa e feliz”, explica Alessandra Feltre, que é nutricionista da Puravida, empresa brasileira de produtos naturais. 

Para começar, a dica é eliminar a dieta monocromática e dar mais cor ao cardápio, incluindo frutas, verduras, legumes e evitar alimentos gordurosos, açucarados e industrializados. Alimentos ultraprocessados, em sua maioria, apresentam muitos aditivos artificiais e uma quantidade muito alta de sódio que pode comprometer a saúde com o tempo.

Alimentação 

Diversas pesquisas científicas já comprovaram a relação entre a alimentação e a prevenção de problemas de saúde. A dieta mediterrânea, por exemplo, rica em frutas, vegetais, grãos integrais, azeite de oliva e peixes pode ser muito benéfica para a saúde, além de ajudar na melhora do desempenho cognitivo e contribuir para a diminuição de demência entre idosos. Em um estudo, a adesão rigorosa ao protocolo também coincidiu com o início tardio de Parkinson em até oito anos.

“Dificilmente um problema de saúde começa de um dia para o outro. Normalmente, é o resultado de uma dieta desregrada, sedentária e com alguns vícios, como o tabagismo e o álcool”, pontua a nutricionista. 

Ela também aconselha sobre pequenas mudanças. “Uma boa dieta deve ter vegetais frescos no almoço e jantar, sendo 70% cru e 30% refogado ou levemente cozido. Não se esqueça do tomate, da beterraba e cenoura. Dê preferência para alimentos fontes de proteínas mais magras e saudáveis como as de origem vegetal: feijão, lentilhas, grão-de-bico, ervilha, cereais integrais, sementes, castanhas e vegetais verdes escuros. Tempere generosamente com cúrcuma, coentro, orégano, cebola e abuse do azeite. Na hora da sobremesa, prefira frutas, dando preferência às cítricas, como acerola, laranja, mexerica, kiwi e abacaxi”, diz. 

Economia a longo prazo

Ao investir em uma alimentação saudável, é possível economizar a longo prazo com gastos em saúde. As doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes, hipertensão e obesidade, estão entre as principais causas de morte no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Estas doenças, além de afetar a qualidade de vida, geram altos custos com consultas médicas, medicamentos, exames e internações.

“Muitas pessoas têm a impressão de que a alimentação saudável é mais custosa, mas se pensarmos no longo prazo, o cenário muda. Os gastos associados ao tratamento de doenças crônicas podem ser muito mais altos do que o investimento em uma dieta regenerativa e poderosa no aspecto da saúde como um todo”, aponta Alessandra Feltre.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é a suplementação. A estratégia nutricional visa dar ao organismo algo que falta. É importante esclarecer que suplemento não é um remédio, mas, sim, uma extensão natural da nutrição que pode ser aplicada em várias fases da vida. Entre os mais recomendados em consultório estão: ômega 3, vitaminas do complexo B, multivitamínicos e o zinco.

“Os multivitamínicos, por exemplo, são combinações concentradas de nutrientes e minerais, que beneficiam todo o organismo. Já as vitaminas do complexo B são importantes para evitar insônia, irritação, fadiga e perda de apetite, além de ajudar na disposição”, finaliza Feltre.

* Alessandra Feltre, é nutricionista da Puravida, empresa brasileira de produtos naturais. 

Para mais informações sobre dieta clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte Visar Planejamento



Risoto de cenoura e pupunha na pressão

Esse risoto vegetariano vai te fazer salivar! A receita demora só 30 minutinhos e fica muito saboroso.

Autor: Divulgação

Risoto de cenoura e pupunha na pressão

Comer bem: um hábito que começa cedo

É possível que você já tenha ouvido dizer que determinada criança come bem.

Autor: Dr. Celso di Lascio

Comer bem: um hábito que começa cedo

Frango com creme de milho: uma receita para descomplicar o seu dia-a-dia

Se tem algo que nunca decepciona é um bom prato de frango com creme de milho.

Autor: Divulgação

Frango com creme de milho: uma receita para descomplicar o seu dia-a-dia

Por que o açúcar é um vilão?

Quando se trata do açúcar, não adianta tentar um meio-termo. A ciência já refuta completamente qualquer possibilidade de diálogo.

Autor: Consolação Oliveira

Por que o açúcar é um vilão?

Vila Galé anuncia experimento de plantação de vinhas e oliveiras em Ouro Preto

Novidade foi divulgada durante eventos em Belo Horizonte e Ouro Preto.

Autor: Divulgação

Vila Galé anuncia experimento de plantação de vinhas e oliveiras em Ouro Preto

Que tal um sandubão de frango e milho?

Um sanduíche delicioso para inovar no lanche da tarde ou no jantar.

Autor: Divulgação

Que tal um sandubão de frango e milho?

Dieta ou restrição: saiba como escolher seu chocolate

Diabéticos, intolerantes e celíacos podem consumir chocolates, mas devem ficar atentos às descrições das rotulagens para evitar problemas de saúde.

Autor: Divulgação

Dieta ou restrição: saiba como escolher seu chocolate

Pintinhos de Páscoa: conquiste as crianças com essa receita

Uma receita leve e fácil de fazer.

Autor: Divulgação

Pintinhos de Páscoa: conquiste as crianças com essa receita

Saiba como manter a dieta e resolver o desejo por doces

Nutricionista explica maneiras de trocar as comidas açucaradas por opções mais saudáveis.

Autor: Divulgação

Saiba como manter a dieta e resolver o desejo por doces

Conheça 5 curiosidades sobre a pipoca de micro-ondas

Na última segunda-feira, 11 de março, foi comemorado no Brasil o Dia da Pipoca.

Autor: Divulgação

Conheça 5 curiosidades sobre a pipoca de micro-ondas

Adoçante ou mel: qual é a melhor opção para evitar diabetes?

A escolha deve ser individualizada e levar em consideração diversos fatores, como histórico de saúde, estilo de vida e preferências pessoais.

Autor: Divulgação

Adoçante ou mel: qual é a melhor opção para evitar diabetes?

Para quem não gosta de carne: berinjela à parmegiana

Quer uma dica de um prato sem carne para fazer uma refeição mais leve?

Autor: Divulgação

Para quem não gosta de carne: berinjela à parmegiana