Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A esperança é o combustível da vida

A esperança é o combustível da vida

02/05/2022 Padre Antônio Xavier

A esperança corresponde à aspiração de felicidade existente no coração de cada pessoa.

A esperança é o combustível da vida

A certeza que algo muito bom um dia acontecerá em sua vida. Interessante observar que quem perde a esperança mais profunda perde o sentido de sua vida, pois sem esperança, viver não tem sentido. O próprio antônimo dessa palavra é desespero, ou melhor, a perda quase que em estado definitivo da esperança. O desespero é capaz de corroer o coração.

A esperança é um recurso contra o desânimo, contra a possibilidade de invasão do egoísmo, porque é apoiados nela que nos dedicamos à construção de um mundo melhor. A perda da esperança endurece nossos sentimentos, enfraquece nossos relacionamentos, deixa “tudo” cinza, faz a vida perder parte do seu sabor. E todos os dias somos atingidos por inúmeras situações que podem nos desesperar.

A esperança é combustível da vida, e a forma de mantê-la viva é não prender os olhos na estratégia. Existe na mitologia grega a presença de uma figura interessante, que é a fênix, uma ave que quando morria entrava em autocombustão e, passado algum tempo, renascia das próprias cinzas. Nossa vida, por vezes, precisa passar por este processo. Várias vezes acontece num único dia, ou seja, sair das tragédias para contemplar a beleza que não morreu,  a vida que resiste ainda e se refaz como a fênix. Alguns estudiosos dizem que o que traria a fênix de volta à vida seria somente seu desejo de continuar viva. O desejo de continuar a viver era sua paixão pela beleza que é a vida.

Vida sem sabor é uma vida sem expectativas de quem cansou de tentar, de lutar, desistiu de tudo. Esta seria uma vida que apenas espera o seu fim por pensar que nada que se faça possa mudar coisa alguma; perdeu a capacidade de sonhar, o desejo de felicidade. Felizmente não existe motivo para desanimar, lembrando as palavras de São Paulo: “A esperança não decepciona” (Rm 5,5). Não falamos aqui de qualquer esperança, mas da autêntica esperança, que não apóia-se em ilusões, em falsas promessas, condicionada a uma ilusão popular que tenta explicar tudo.

A esperança vinda de Deus é muito realista, pois não tem medo de dar às situações seu verdadeiro nome, porque conserva a certeza de que Deus está sempre presente. Retira o medo de rever as próprias posições e leva a mudar o que precisa ser mudado. A verdadeira esperança vinda de Deus nada mais é que a certeza de que tudo pode ser melhor do que o que vemos, porque Deus nos aguarda no fim da estrada. Ela produz o desejo de caminhar na direção da vida, atraído por sua beleza que, no momento, pode somente ser sonhada, mas é contemplada pelo coração.

Assim nos convida a carta de São Pedro, a estarmos “prontos a dar o motivo de nossa esperança” (1Pd 3,15). Dar esse motivo com nossas palavras às pessoas e dar resposta às situações, que podemos viver, que Deus está conosco, e que eles não durarão para sempre. A esperança cresce em nós à medida que cresce a certeza de sermos amados por Deus. Ele que nos ama, jamais nos abandonará, afinal o que pode nos separar do amor de Cristo? Responde São Paulo que “em tudo somos mais que vencedores, graças àquele que nos amou” (Rm 8,35-37). Mas não é o desejo de vitória que nos aproxima de Deus, isso não seria esperança. É o desejo de Deus que nos aproxima da vitória, porque a esperança se apoia na certeza de que Deus está sempre conosco, porque realmente está!

* Padre Antônio Xavier é missionário da Comunidade Canção Nova.

Para mais informações sobre Esperança clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Fundação João Paulo II / Canção Nova



Amar a si mesmo como próximo

No documentário “Heal” (em Português, “Cura”), disponível no Amazon Prime, há um depoimento lancinante de Anita Moorjani, que, em Fevereiro de 2006 chegou ao final de uma luta de quatro anos contra o câncer.


O peso da improbidade no destino das pessoas

O homem já em tempos pré-históricos se reunia em volta das fogueiras onde foi aperfeiçoada a linguagem humana.


Terapia de estimulação cerebral profunda pode reduzir até 80% dos tremores causados pelo Parkinson

A cirurgia é um recurso muito importante e deve ser considerada para alguns pacientes.

Terapia de estimulação cerebral profunda pode reduzir até 80% dos tremores causados pelo Parkinson

A educação é o caminho da liberdade

O atendimento socioeducativo ao adolescente em conflito com a lei é um desafio e necessita de um olhar resiliente e reflexivo, visto que é considerado um momento oportuno de mudanças.


O Influenza também está no nosso foco

Falar em vacinação nos dias de hoje nos tende a remeter quase que exclusivamente ao combate à Covid-19.

O Influenza também está no nosso foco

A nova era da Telemedicina no Brasil

Alguns números atestam que as consultas virtuais estão sendo utilizadas cada vez mais no país.

A nova era da Telemedicina no Brasil

Para onde foram os nutrientes que estavam aqui?

A maioria das culturas vegetais são produzidas com a ajuda de solos fertilizados. O alto uso de fertilizantes nitrogenados tende a reduzir o teor de vitamina C em muitas frutas e hortaliças.


Transtornos psiquiátricos catalisados pelo luto de vítimas de COVID-19

Médico psiquiatra comenta a situação exclusiva de pessoas que perderam parentes queridos durante a pandemia. A ansiedade e o transtorno de humor são os mais prevalentes nesses casos.

Transtornos psiquiátricos catalisados pelo luto de vítimas de COVID-19

Pesadelo na hora do sono: apneia atinge 70 milhões de brasileiros

Por muito tempo o hábito de roncar tem sido visto como motivo de chacota ou algo corriqueiro.

Pesadelo na hora do sono: apneia atinge 70 milhões de brasileiros

Qual é o melhor presente do dia das mães?

O mês de maio é reconhecido como o mês das mães em vários lugares do mundo.

Qual é o melhor presente do dia das mães?

A felicidade faz parte do trabalho

“Trabalhe com o que ama e não precisará trabalhar um único dia em sua vida.”

A felicidade faz parte do trabalho

Cinco hábitos que prejudicam as mãos e como mudá-los

O WhatsAppinite, por exemplo é uma tendinite causada pelo uso excessivo do celular.

Cinco hábitos que prejudicam as mãos e como mudá-los