Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Aprenda a lidar com a ansiedade na quarentena

Aprenda a lidar com a ansiedade na quarentena

29/10/2020 Patrícia Rondon Gallina

O Brasil tem 18 milhões de pessoas que sofrem com ansiedade. A maior parte são mulheres entre 19 e 60 anos.

Aprenda a lidar com a ansiedade na quarentena

A ansiedade é um distúrbio que ocorre quando a pessoa gera muita expectativa sobre algum acontecimento, mas essa expectativa não ocorre de forma isolada, muito pelo contrário, trata-se de episódios constantes na vida do indivíduo. Este excesso de apreensão e expectativa pode desencadear sintomas psicológicos como medo, preocupação, hiperatividade, dificuldades para lidar com problemas, estresse e também sintomas físicos como por exemplo, o suor, tremores, náuseas, dores abdominais, dor no peito e respiração ofegante.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, no Brasil mais de 18 milhões de pessoas sofrem com a ansiedade, destes a maior parte são mulheres entre 19 e 60 anos de idade.

Algumas situações do dia a dia podem desencadear ou favorecer quadros de ansiedade. É o que vem acontecendo na quarentena com o distanciamento social, incertezas sobre o futuro, crises financeiras, de saúde e políticas, fatores que fizeram disparar o número de pessoas que passaram a lidar com a ansiedade no atual momento.

Segundo os levantamentos do IQVIA, o uso de medicamentos neste período para tratar sintomas de ansiedade aumentou de forma significativa, os remédios controlados da classe dos ansiolíticos que agem diretamente no sistema nervoso central, cresceram cerca de 15% enquanto que os medicamentos fitoterápicos que buscam tratar os mesmos sintomas cresceram cerca de 40%. Os médicos entrevistados ainda relataram o número crescente de pacientes novos que passaram a fazer algum tipo de tratamento ou acompanhamento psicológico.

Se você está passando pelo desconforto das crises de ansiedade e acredita que pode lidar com isso sozinho, você deve desenvolver alguns hábitos que irão lhe ajudar na manutenção dos sintomas. E os principais hábitos que devem ser adquiridos são aqueles que nos auxiliam no relaxamento tais como:

Dormir bem - a qualidade do sono reflete diretamente no nosso desgaste físico e emocional, portanto uma noite bem dormida melhora o humor e a disposição.

Praticar atividades físicas - os exercícios físicos regulares auxiliam no bem-estar físico e psíquico.

Fazer meditação - cinco minutos por dia já são suficientes para trabalhar a tranquilidade e também a inteligência emocional.

Ter um hobbie - ocupe a mente com atividades que lhe proporcionem prazer e ocupem a mente.

Mudar a sua perspectiva de vida - pessoas ansiosas tendem a pensar em tudo que pode acontecer de ruim em uma determinada situação, mude o ângulo e tente ser mais positivo, ver o lado bom da vida vai gerar menos angústia.

Vale destacar que a ansiedade possui vários níveis de gravidade e que deve ser diagnosticada por especialistas e tratada com uso de medicação somente quando necessário, evitando a automedicação.

* Patrícia Rondon Gallina é farmacêutica e professora do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Pg1 Comunicação



O peso da improbidade no destino das pessoas

O homem já em tempos pré-históricos se reunia em volta das fogueiras onde foi aperfeiçoada a linguagem humana.


Terapia de estimulação cerebral profunda pode reduzir até 80% dos tremores causados pelo Parkinson

A cirurgia é um recurso muito importante e deve ser considerada para alguns pacientes.

Terapia de estimulação cerebral profunda pode reduzir até 80% dos tremores causados pelo Parkinson

A educação é o caminho da liberdade

O atendimento socioeducativo ao adolescente em conflito com a lei é um desafio e necessita de um olhar resiliente e reflexivo, visto que é considerado um momento oportuno de mudanças.


O Influenza também está no nosso foco

Falar em vacinação nos dias de hoje nos tende a remeter quase que exclusivamente ao combate à Covid-19.

O Influenza também está no nosso foco

A nova era da Telemedicina no Brasil

Alguns números atestam que as consultas virtuais estão sendo utilizadas cada vez mais no país.

A nova era da Telemedicina no Brasil

Para onde foram os nutrientes que estavam aqui?

A maioria das culturas vegetais são produzidas com a ajuda de solos fertilizados. O alto uso de fertilizantes nitrogenados tende a reduzir o teor de vitamina C em muitas frutas e hortaliças.


Transtornos psiquiátricos catalisados pelo luto de vítimas de COVID-19

Médico psiquiatra comenta a situação exclusiva de pessoas que perderam parentes queridos durante a pandemia. A ansiedade e o transtorno de humor são os mais prevalentes nesses casos.

Transtornos psiquiátricos catalisados pelo luto de vítimas de COVID-19

Pesadelo na hora do sono: apneia atinge 70 milhões de brasileiros

Por muito tempo o hábito de roncar tem sido visto como motivo de chacota ou algo corriqueiro.

Pesadelo na hora do sono: apneia atinge 70 milhões de brasileiros

Qual é o melhor presente do dia das mães?

O mês de maio é reconhecido como o mês das mães em vários lugares do mundo.

Qual é o melhor presente do dia das mães?

A felicidade faz parte do trabalho

“Trabalhe com o que ama e não precisará trabalhar um único dia em sua vida.”

A felicidade faz parte do trabalho

Cinco hábitos que prejudicam as mãos e como mudá-los

O WhatsAppinite, por exemplo é uma tendinite causada pelo uso excessivo do celular.

Cinco hábitos que prejudicam as mãos e como mudá-los

Saiba como escolher os melhores vinhos para sua comemoração

Reunir as pessoas mais queridas, escolher a playlist, caprichar na decoração e acertar no cardápio e arrasar na escolha dos vinhos.

Saiba como escolher os melhores vinhos para sua comemoração