Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como celebrar Corpus Christi em tempos de pandemia?

Como celebrar Corpus Christi em tempos de pandemia?

02/06/2021 Padre Flávio Sobreiro

Por mais um ano consecutivo, viveremos um Corpus Christi diferente, porém não com menos intensidade.

Como celebrar Corpus Christi em tempos de pandemia?

A solenidade litúrgica de Corpus Christi é uma demonstração pública da fé que temos na Eucaristia, Corpo e Sangue de Cristo, que nos alimenta em cada Missa que participamos. Antes da pandemia do coronavírus, todos os anos, pequenas e grandes cidades transformavam suas ruas em belíssimos tapetes para receber Jesus, presente no Santíssimo Sacramento.

As ruas utilizadas por ricos e pobres, empregados e desempregados, ateus e cristãos, enfermos e saudáveis, dependentes químicos e recuperados, famílias e solitários, crianças e idosos, são revestidas de tapetes confeccionados com diversos elementos que, juntos, compõem a arte do amor que simboliza nossa devoção a Jesus Cristo. Por onde todos caminham, as mesmas ruas que seus filhos e filhas, todos os dias, percorrem, Jesus, presente na Eucaristia, é levado com devoção e adoração.

É o sublime encontro do Salvador com os que ainda caminham rumo à pátria celeste. Jesus caminha conosco sempre, e ao acolhermos Jesus, espiritualmente, numa demonstração amorosa de nosso amor para com Ele, estamos afirmando: “O Senhor percorre comigo os caminhos da vida, e sua presença me sustenta, restaura-me e renova-me”.

Por mais um ano consecutivo, viveremos um Corpus Christi diferente, porém não com menos intensidade. Na maioria das paróquias do Brasil, não teremos procissões com a presença dos fiéis. Contudo, somos convidados a prepararmos o nosso coração com tapetes de amor, devoção, louvor, agradecimento, súplica, esperança, misericórdia, caridade.

Jesus Cristo, que todos os anos passa solenemente pelas ruas de nossas cidades, passará novamente, neste ano, pelas praças e avenidas, becos escuros e jardins floridos de nossa alma, com o mesmo amor e intensidade dos tempos de outrora. Jesus não foi roubado nem se escondeu de nós em meio à pandemia, mas Ele continua vivo, presente em nossa história, curando-nos e socorrendo-nos em meio a tantas necessidades. E Jesus veio e virá sempre a nosso encontro, para que tenhamos vida e vida em plenitude (cf. Jo 10,10).

Procure celebrar o dia Corpus Christi junto aos seus familiares utilizando um roteiro celebrativo (várias dioceses por meio de suas comissões litúrgicas têm preparado excelentes materiais). Caso não seja possível reunir-se com sua família, ou caso more sozinho, busque vivenciar, de modo profundo, essa solenidade litúrgica. Prepare seu coração por meio da oração, do silêncio contemplativo, e acolha Jesus que o visita e permanece sempre com você. Confeccione, com suas orações, o mais belo tapete de amor para acolher Jesus nesse dia.

O mesmo Cristo, que todos os anos foi acolhido por nós com tanto amor, nas ruas de nossas cidades, vem, nesse tempo de distanciamento social, visitar-nos em nossa casa e adentrar em todos os territórios de nossa alma. Preparemo-nos com fervor espiritual para acolher o Senhor em nossa tão frágil alma. Que, em sua infinita misericórdia, Ele “conserte” nossos caminhos para que, quando retornarmos à normalidade das celebrações litúrgicas presenciais, estejamos renovados interiormente.

* Padre Flávio Sobreiro é Bacharel em Filosofia e Teólogo, pároco da Paróquia São José, em Toledo (MG). É autor de livros publicados pela Editora Canção Nova, e colunista do Portal Canção Nova.

Para mais informações sobre Corpus Christi clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Fundação João Paulo II / Canção Nova



Temos uma Mãe!

Assim como o mês de maio, outubro também é um mês dedicado a Maria.

Temos uma Mãe!

Sorriso nos olhos é cartão de visita no retorno presencial ao trabalho

Quem não gosta de ser recebido em um ambiente profissional com um sorriso largo dos colegas?

Sorriso nos olhos é cartão de visita no retorno presencial ao trabalho

Brincar é coisa séria!

A brincadeira é fundamental para o desenvolvimento emocional, cognitivo e social da criança.

Brincar é coisa séria!

Açúcar: O grande vilão da boca das crianças

O consumo excessivo de açúcar e a má escovação podem levar ao aparecimento de cáries.

Açúcar: O grande vilão da boca das crianças

Estudo mostra que longevidade está ligada à prática de exercícios

Pessoas obesas e sedentárias que começam a se exercitar podem diminuir o risco de morte prematura em 30% ou mais.

Estudo mostra que longevidade está ligada à prática de exercícios

No Brasil, 14% da população se considera vegetariana

Dietas vegetarianas adequadamente planejadas são saudáveis e nutricionalmente adequadas.

No Brasil, 14% da população se considera vegetariana

Mais de 20 monumentos aderem à campanha de conscientização do Setembro Roxo

Campanha alerta sobre a existência da fibrose cística para milhares de pessoas em todo o país.

Mais de 20 monumentos aderem à campanha de conscientização do Setembro Roxo

Canal Angelini aborda as histórias das religiões

Nunca foi tão importante entender a história das religiões.

Canal Angelini aborda as histórias das religiões

Vulnerabilidade a seu favor: a verdadeira liderança

Vulnerabilidade: não podemos evitá-las e viver apenas em momentos seguros.

Vulnerabilidade a seu favor: a verdadeira liderança

Você controla seu celular ou é ele que te controla?

No ano de 2020, cada brasileiro que possui smartphone passou, em média, 4,8 horas por dia utilizando o seu aparelho, segundo o novo relatório anual da App Annie.

Você controla seu celular ou é ele que te controla?

O chá e seus efeitos benéficos

Quem nunca tomou algum medicamento medicamento sem receita médica?

O chá e seus efeitos benéficos

Direitos de crianças e adolescentes em meio à pandemia

As políticas públicas e a atuação das instituições que trabalham para garantir os direitos da criança e do adolescente, tema debatido há vários anos no meio público, ganharam um novo sentido durante a pandemia.

Direitos de crianças e adolescentes em meio à pandemia