Portal O Debate
Grupo WhatsApp

AGU recupera R$ 35 milhões em recursos de colaboradores da Lava Jato

AGU recupera R$ 35 milhões em recursos de colaboradores da Lava Jato

27/01/2021 Divulgação

Valores vão retornar ao erário federal após serem desviados por atos de corrupção.

AGU recupera R$ 35 milhões em recursos de colaboradores da Lava Jato

A Advocacia-Geral da União (AGU) garantiu para os cofres públicos federais a transferência de R$ 35.406.168,33 de recursos depositados por colaboradores premiados da Operação Lava Jato. A decisão foi publicada este mês e é do juiz federal Marcelo Bretas da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. O magistrado atendeu a um pedido da União. A Advocacia-Geral solicitou a transferência porque os recursos foram desviados do erário federal por atos de corrupção.

Cinco colaboradores da Lava Jato nas ações penais que tramitam no estado depositaram em contas judiciais, a título de multa, o total de R$ 70.812.336,66. Como os crimes lesaram os cofres federais e fluminenses, a AGU e o estado do Rio de Janeiro pediram a transferência dos valores. O magistrado então determinou o repasse do montante na proporção de 50% para cada ente - estado e União.

A determinação segue decisões anteriores que já repassaram valores depositados por colaboradores premiados da Lava Jato, no Rio de Janeiro. Em 2020, o magistrado determinou transferências em favor da União que somam R$ 460 milhões. Em um dos despachos, o juiz federal enfatizou à época que muitos dos colaboradores premiados “não quitaram integralmente as penas estipuladas, por não terem decorrido os prazos estabelecidos nos respectivos acordos, de forma que, após o adimplemento integral das respectivas multas, as novas quantias daí resultantes serão objeto de outra divisão”. Este mês, Marcelo Bretas expediu nova decisão. No despacho, ele afirma que o pedido de destinação dos recursos já foi deferido e que a nova determinação alcança “os novos depósitos realizados pelos colaboradores nas contas judiciais”.

O Advogado da União João Paulo Lawall, que atuou no caso, destaca que os recursos serão usados em benefício da sociedade. Ele também lembra o caráter pedagógico da sentença. “A importância da decisão é garantir que valores subtraídos indevidamente do erário retornem e permitam a sua utilização nas diversas políticas públicas em curso no país. Além disso, garante a devida penalização daqueles que lesaram os cofres públicos, fomentando a cultura da probidade no país.” João Paulo Lawall explica que o dinheiro está depositado em contas na Caixa Econômica Federal e que deve ser transferido, muito em breve, para os cofres públicos.

Fonte: ASCOM AGU



Pesquisa mostra brasileiros mais preocupados com pobreza e pandemia

Poluição e escassez de água potável também preocupam.

Pesquisa mostra brasileiros mais preocupados com pobreza e pandemia

Aumento da expectativa de vida não considera efeitos da Covid-19

De acordo com o IBGE, a expectativa de vida no Brasil era de 76,8 anos em 2020.

Aumento da expectativa de vida não considera efeitos da Covid-19

A Glamourização do Alcoolismo

Junto com a pandemia do Covid 19 surgiu uma outra pandemia, sutilmente disfarçada de status ou “momento de relaxamento”: o consumo excessivo de álcool.

A Glamourização do Alcoolismo

Governo sanciona lei que institui o auxílio gás

Auxílio será destinado às famílias inscritas no CadÚnico

Governo sanciona lei que institui o auxílio gás

Regras para as confraternizações de fim de ano em condomínios

Os salões de festas e churrasqueiras estão novamente disponíveis aos moradores para receber seus convidados.

Regras para as confraternizações de fim de ano em condomínios

Black Friday é o Natal dos golpistas – veja 8 caminhos para se proteger

Na Black Friday os cuidados devem ser enormes, pois sofremos com uma avalanche de promoções.

Black Friday é o Natal dos golpistas – veja 8 caminhos para se proteger

Belo Horizonte recebe o maior “Feirão Limpa Nome” de todos os tempos

Com recorde de pontos de atendimento físico no país, seis capitais devem receber milhares de brasileiros para consulta e renegociação de dívidas entre 23 e 27 de novembro

Belo Horizonte recebe o maior “Feirão Limpa Nome” de todos os tempos

Em 10 anos, Lei de Acesso à Informação contabiliza 1 milhão de pedidos

Registros de óbitos no Brasil têm alta de 14,9% em 2020

De acordo com o IBGE foi a maior alta desde 1984.

Registros de óbitos no Brasil têm alta de 14,9% em 2020

Governo lança nova versão do ID Jovem

Beneficiários terão transporte coletivo com desconto.

Governo lança nova versão do ID Jovem

GP de Fórmula 1 deve gerar R$ 810 milhões para o estado de São Paulo

Corrida será no próximo domingo, no Autódromo de Interlagos

GP de Fórmula 1 deve gerar R$ 810 milhões para o estado de São Paulo

BNDES apoiará 21 projetos de patrimônio histórico

Programa contribui para o desenvolvimento local, com geração de emprego e renda e estímulo ao turismo.

BNDES apoiará 21 projetos de patrimônio histórico