Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Fábrica têxtil prevê a reciclagem de 120 toneladas de fios em 2023

Fábrica têxtil prevê a reciclagem de 120 toneladas de fios em 2023

28/04/2023 Divulgação

Processo de reciclagem adotado tem como objetivo reaproveitar sobras dos cortes e torná-las úteis para outros mercados econômicos.

Fábrica têxtil prevê a reciclagem de 120 toneladas de fios em 2023

A Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) confirma que o Brasil é o 5º país com a maior indústria têxtil do mundo, com faturamento superior a R$ 160 bilhões ao ano, e que ainda desponta como o 3º maior na produção de malhas, devido a autossuficiência da principal matéria-prima, o algodão, que possibilita produzir mais de 9 bilhões em peças de vestuário anualmente. Tamanha é a dimensão têxtil brasileira e pouco se fala do destino correto das toneladas de malhas que são descartadas. O Grupo Marlan, consciente do volume de produção da empresa, superior a 3 milhões de peças em 2022, há 7 meses recicla as sobras dos cortes das malhas e, até o final de 2023, tem projeção de reciclar até 120 toneladas de roupas e torná-las fios sustentáveis.

O processo de reaproveitamento é feito em parceria com a EuroFios, empresa nacional que é referência na produção de fios sustentáveis e que, nesta recente parceria, já reciclou pouco mais de 66 toneladas de fios do Grupo Marlan.

Ao todo, no último ano, a empresa EuroFios, com fábricas em Blumenau e Ascurra, SC, reciclou mais de 13 mil toneladas (13 milhões de kg) sendo que, desse volume, 6 milhões de quilos foram transformados em fios sustentáveis, destinados ao mercado de fios para artesanato e à tecelagens e malharias, em movimento de economia circular – processo de reciclar e reaproveitar para outros fins o material que seria descartado. De acordo com Adilson Moura, diretor de operações da EuroFios, se este volume não fosse reciclado, certamente seria descartado em aterros sanitários ou outros destinos, o que gera mais poluição ao meio ambiente.

“Com essa parceria, queremos intensificar a responsabilidade ambiental e social dos nossos produtos. Para a Marlan, a reciclagem de malhas pré-consumo é fundamental para que os retalhos descartados da nossa fábrica sejam destinados de forma correta, além de podermos contribuir com demais empreendedores e de certa forma conseguimos fortalecer outros mercados econômicos, como o de artesanato. Os profissionais dessa área podem produzir suas peças com matéria de qualidade, sem agredir o meio ambiente e com um ótimo custo-benefício”, comenta a gerente de marketing do Grupo Marlan Tálita Forlin Rincaweski.

Nos mais de 10 mil m² de área da fábrica, localizada em Guaramirim, região norte do estado de Santa Catarina, o Grupo Marlan tem instalado 5 coletores de resíduos, com capacidade para recolher até 10 toneladas por mês. Semanalmente é feita a coleta das peças e retalhos descartados, que são destinados ao processo de reciclagem, que leva cerca de 20 dias até que voltem a ser fios novamente.

* Tálita Forlin Rincaweski, gerente de marketing do Grupo Marlan.

Para mais informações sobre reciclagem clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp



A geopolítica do clima e as consequências de ignorar

Nos últimos anos, estamos percebendo de forma bastante clara como as questões climáticas vêm influenciando o xadrez geopolítico global.

Autor: João Alfredo Lopes Nyegray

A geopolítica do clima e as consequências de ignorar

Não, as praias não serão privatizadas – entenda a PEC 3/2022 e por que defendê-la

É necessário que o bem do Brasil esteja acima de qualquer preciosismo político.

Autor: Lucas Sampaio


Cemig recicla quase 100% dos resíduos sólidos gerados pela companhia

Desde 2020, a empresa evitou o descarte de 200 mil toneladas de materiais no meio ambiente.

Autor: Divulgação

Cemig recicla quase 100% dos resíduos sólidos gerados pela companhia

Minas garante a preservação de espécies raras de fauna e flora

As unidades de conservação (UCs) em Minas Gerais, geridas pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF), são verdadeiros oásis para a conservação da natureza.

Autor: Divulgação

Minas garante a preservação de espécies raras de fauna e flora

Traças de roupas e livros: curiosidades e prejuízos causados pelos insetos

Encontradas em lares, roupas e livros, as traças tem hábitos alimentares e de sobrevivência distintos, de acordo com Biólogo do CEUB.

Autor: Divulgação

Traças de roupas e livros: curiosidades e prejuízos causados pelos insetos

Rio Grande do Sul: a reconstrução passa pela recuperação da vegetação nativa

A nova realidade criada pela tragédia exige igualmente novas respostas da gestão pública, incluindo um olhar prioritário para a questão ambiental.

Autor: Divulgação

Rio Grande do Sul: a reconstrução passa pela recuperação da vegetação nativa

Investir em saneamento traz retorno para a saúde

A aprovação do Novo Marco Legal do Saneamento, em julho de 2020, trouxe novas e importantes perspectivas para o avanço da infraestrutura do setor.

Autor: Elzio Mistrelo

Investir em saneamento traz retorno para a saúde

Descoberta de Luzia, um dos esqueletos mais antigos das Américas, completa 50 anos

Arqueólogos encontraram os primeiros ossos em 1974, na área do Monumento Estadual Lapa Vermelha, em Pedro Leopoldo

Autor: Divulgação

Descoberta de Luzia, um dos esqueletos mais antigos das Américas, completa 50 anos

Governo de Minas e Ibama reabilitam onça parda atropelada e a devolvem à natureza

Animal havia sido atingido em rodovia, próximo a Campos Altos, e foi submetido a cirurgia; espécie é a segunda maior espécie de felino das Américas e está ameaçada de extinção.

Autor: Divulgação

Governo de Minas e Ibama reabilitam onça parda atropelada e a devolvem à natureza

Qual produto é mais recomendado para manutenção de fossa séptica?

A manutenção ideal de uma fossa séptica é crucial para manter um sistema de saneamento confiável e saudável.

Autor: Divulgação


A revolução das soluções baseadas na natureza

De acordo com um estudo liderado pela UFRJ, 48 mil pessoas morreram por ondas de calor entre 2000 e 2018 no Brasil.

Autor: Danilo Roberti Alves de Almeida

A revolução das soluções baseadas na natureza

Municípios têm oportunidades com o saneamento

O saneamento básico galgou um novo patamar no interesse de investidores e especialistas.

Autor: Maurício Vizeu de Castro

Municípios têm oportunidades com o saneamento