Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Prorrogada suspensão de desocupações e despejos até outubro

Prorrogada suspensão de desocupações e despejos até outubro

26/07/2022 Beatriz Cadore

O Ministro Luís Roberto Barroso do Supremo Tribunal Federal prorrogou até 31 de outubro a suspensão de despejos e desocupações coletivas, para áreas urbanas e rurais, devido a pandemia da covid-19, conforme os critérios estabelecidos na Lei nº 14.216/2021.

É necessário ressaltar que a referida legislação determina a suspensão, em razão da Pandemia Covid-19, do cumprimento de medida judicial, extrajudicial ou administrativa que resulte em desocupação ou remoção forçada coletiva em imóvel público ou particular, exclusivamente urbano e a concessão de liminar em ação de despejo.

Além disso, tal medida legal se aplica tão somente aos contratos cujo valor mensal de aluguel não seja superior da R$ 600,00 (seiscentos reais), em caso de locação de imóvel residencial e, R$ 1.200,00 (mil e duzentos reais), em caso de locação de imóvel não residencial.

A decisão foi tomada na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 828, onde o Relator enfatizou que a prorrogação “não deve se estender de maneira indefinida” e que com a nova data “evita-se qualquer superposição com o período eleitoral”.

Barroso mencionou que os aumentos dos casos de covid-19 no Brasil, bem como a vulnerabilidade social do país, com o aumento do número de pessoas passando fome ou em situação de rua justifica tal prorrogação.

Na liminar, o Ministro enfatizou que compete ao Poder Legislativo juntamente do Poder Executivo formular políticas públicas sobre desocupação coletiva e despejo e, que nos casos em que não haja consenso, a Corte vai orientar os órgãos do Poder Judiciário.

A liminar que estendeu o prazo da medida cautelar será submetida a referendo do Plenário, em sessão extraordinária nos dias 4 e 5 de agosto.

* Beatriz Cadore é advogada do BLJ Direito e Negócio.

Para mais informações sobre desocupação coletiva e despejo clique aqui…

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Naves Coelho Comunicação



Chegou a vez das falências?

O governo enviou ao Congresso um conjunto de alterações com o objetivo de dar mais protagonismo aos credores no processo de falência.

Autor: Leonardo Ribeiro Dias e João Máximo Rodrigues


Transferir bens em vida é dar poder de escolha ao doador

Planejar a sucessão de bens é um momento importante para qualquer família que tem patrimônio.

Autor: Divulgação


Perícia online para benefícios por incapacidade: vantagens e desvantagens

É importante lembrar que o acesso a benefícios previdenciários é um direito assegurado pela Constituição.

Autor: Carla Benedetti


PL que garante água gratuita em eventos é bem-vindo, mas deveria virar lei

A fatalidade que envolveu Ana Benevides deve se converter numa lei que representa um avanço aos direitos sociais.

Autor: Ianka De Paul


Os efeitos danosos da venda sem receita de medicamentos tarjados em drogarias

Nos últimos meses, alguns medicamentos ficaram “famosos” ao se tornarem extremamente populares no país.

Autor: Claudia de Lucca Mano


Relatório de Transparência Salarial e o prazo de preenchimento para as empresas

Em janeiro, foi anunciado o prazo para as empresas com mais de 100 empregados realizarem o preenchimento ou retificação do Relatório de Transparência Salarial.

Autor: Anna Carolina Gogolla Kalmus 


Eleitores abrem processo contra a cidade devido ao fluxo de imigrantes ilegais

O movimento destaca a necessidade de uma abordagem imigratória que favoreça a população local.

Autor: Divulgação


Cancelamento do plano de saúde por falta de pagamento

Nos últimos anos, tem se tornado cada vez mais comum ouvir relatos de consumidores que tiveram seus planos de saúde cancelados de forma abrupta e sem aviso prévio devido à falta de pagamento.

Autor: José Santana Júnior


Associação das Microcervejarias do Paraná processa CREA/PR e CRQ/PR

Uma ação civil pública da Associação das Microcervejarias do Estado do Paraná (Procerva) contra o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (CREA/PR) e o Conselho Regional de Química (CRQ/PR) questiona a obrigatoriedade que os órgãos impunham ao setor sobre a necessidade de registro das cervejarias nas entidades, principalmente, sobre o pagamento de taxas e anuidades.

Autor: Divulgação


Lei de Improbidade e a exigência da comprovação do dolo

Não se pode condenar um servidor público, por exemplo, por indícios de improbidade.

Autor: Ana Toledo


Existe prisão em flagrante por homofobia?

Indignação com caso de homofobia ocorrido em padaria gera dúvidas sobre punição prevista para crimes de preconceito.

Autor: Divulgação


Mudanças nas regras sobre nacionalidade brasileira

No âmbito do Direito Constitucional, 2023 ficou marcado por mais uma mudança nas regras que disciplinam a nacionalidade brasileira.

Autor: Michele Hastreiter e Mariane Silverio