Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A escola da verdade

A escola da verdade

16/06/2020 Eduardo Emmerick e Jeff Freitas

Querem dizer que a experiência vem com o tempo.

A escola da verdade

As crianças e os jovens de hoje estão enfrentando desafios novos na sociedade do conhecimento, da informação, da tecnologia e do virtual. A escola não pode mais se limitar a ensinar a ler textos escritos em livros, jornais, revistas. Não basta decifrar letrinhas e captar a mensagem que a superfície escrita (impressa ou digital) apresenta. Tem que cuidar do que traz real impacto para a vida dos aprendizes.

Os gaúchos têm um ditado interessante: “pato novo não mergulha fundo”. Querem dizer que a experiência vem com o tempo. Ocorre que a velocidade da sociedade digital-midiática exige que nossos aprendizes possam mergulhar já um pouco mais na superfície para saber se não estão diante de notícias falsas (“fake news”). O que é verdadeiro no que estão lendo? Ser mero operador adestrado não permite a um profissional dar cumprimento aos desafios que, presentemente, a vida na comunidade e nas organizações apresentam.

Não é mais suficiente que os aprendizes recebam informações, notícias e definições sobre “fatos”. Eles precisam ser desafiados a buscar o entendimento das causas do que está sendo mostrado. Chuvas assustadoras e enchentes nunca vistas antes? Incêndios devastadores na Austrália, na Califórnia ou na Amazônia? Crises econômicas e sociais? Aquele meteoro perigoso que estaria vindo por aí? E a avalanche de notícias falsas que estariam a encher as mídias sociais? É preciso discernir entre o que é fato e o que é mentira, bem como captar o significado para a vida deles.

Da mesma forma, pode-se afirmar que eles devem ser preparados para reconhecer o que é relevante para a construção das competências de que carecem (e de que precisarão) para dirigir suas vidas e a vida do grupo social em que inseridos. Sócrates propôs, há quase três mil anos, que a vida exige que nós passemos tudo por três peneiras: “as peneiras da sabedoria”. Cada ser humano tem o desafio de estar em busca de três valores fundamentais. Para tanto, basta responder se o que você diz, faz, ou aprende está baseado, de modo correto, na verdade, na bondade e na utilidade.

Instituições de ensino reconhecidamente bem sucedidos já se deram conta do desafio atual de mudança e inovação e estão caminhando voltadas para essa nova direção. Diversas escolas no mundo e no Brasil estão criando hoje essa nova realidade. Avaliações indicam que já há colheita de consequências benéficas para os aprendizes, no relacionamento interpessoal, na autoconfiança, no respeito à diversidade, e na atitude de autonomia aliada à de pertencimento. Além da já tradicional excelência na construção de conhecimentos e habilidades, têm sido ampliadas as condições para que eles desenvolvam atitudes virtuosas, conquistando competências amplificadas.

Na sociedade atual, em que assumimos diferentes papéis e em que se exige a convivência e a cultura do diálogo, é fundamental que a escola e os professores possam permitir que os aprendizes dialoguem, questionem, duvidem, tenham atitudes e posicionamentos. A nova geração, com maior facilidade de acesso às informações e de contato com outras culturas, deve ser desafiada e orientada ao livre questionar, criar e participar. Afinal, é ela a autora da aprendizagem e construção ativa do exercício de cidadania. A escola tem o dever de assegurar que isso ocorra de modo efetivo.

* Eduardo Emmerick é professor de Filosofia e Sociologia do Colégio Positivo. Jeff Freitas é professor de Literatura e Arte do Ensino Médio do Colégio Positivo.

Fonte: Colégio Positivo



Violência escolar: qual a causa e como solucionar

Comportamentos violentos nas escolas se intensificam cada dia mais, ou pelo menos a sua relevância tem ficado mais clara.

Autor: Felipe Lemos

Violência escolar: qual a causa e como solucionar

Todo dia é Dia da Educação

“A educação do homem começa no momento do seu nascimento; antes de falar, antes de entender, já se instrui.” Rousseau. “O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele.” Immanuel Kant.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra

Todo dia é Dia da Educação

A integração entre crianças no espaço escolar

A escola, mais do que um simples espaço de ensino, desempenha um papel essencial na formação social das crianças.

Autor: Michelle Norberto

A integração entre crianças no espaço escolar

Como dizer “oi em inglês” tem quase 50 mil buscas mensais no Brasil, segundo pesquisa

De acordo com levantamento da plataforma de idiomas Preply, expressões básicas como “oi”, “bom dia” e “boa noite” são as mais buscadas pelos brasileiros na tradução para o inglês.

Autor: Divulgação

Como dizer “oi em inglês” tem quase 50 mil buscas mensais no Brasil, segundo pesquisa

Educação especial e inclusiva: para onde avançar?

É preciso destacar que o Brasil avançou de forma muito significativa nas últimas décadas no que concerne a políticas de acesso.

Autor: Lucelmo Lacerda e Flávia Marçal

Educação especial e inclusiva: para onde avançar?

Acolhimento: um ato revolucionário de amor e empatia

Feche os olhos por um minuto e tente lembrar de um momento em que foi acolhida na infância ou adolescência.

Autor: Vanessa Nascimento

Acolhimento: um ato revolucionário de amor e empatia

A importância de diversificar as práticas esportivas nas escolas

Os impactos positivos das diversas práticas esportivas são inegáveis, especialmente quando se considera o contexto das instituições educacionais.

Autor: Kelly Soares Rosa

A importância de diversificar as práticas esportivas nas escolas

Afinal, vale a pena insistir no ensino da letra cursiva nas escolas?

Um assunto relevante para a educação está dividindo opiniões: o uso da letra cursiva nas escolas.

Autor: Liliani A. da Rosa

Afinal, vale a pena insistir no ensino da letra cursiva nas escolas?

Estudantes cativados, estudantes motivados

Contar com a participação da família nesse processo é fundamental para que a criança seja estimulada e reconhecida.

Autor: Cleonara Schultz Diemeier

Estudantes cativados, estudantes motivados

Quem faz pós graduação EaD pode estagiar?

A escolha pelo modelo híbrido de educação ganha força e esses alunos também podem pleitear as vagas.

Autor: Carlos Henrique Mencaci

Quem faz pós graduação EaD pode estagiar?

Livro ensina às crianças as verdadeiras cores da amizade

Obra infantil combina narrativa poderosa com ilustrações que ganham vida ao longo das páginas para incentivar a tolerância desde cedo.

Autor: Divulgação


A maldição da aula divertida

Nem tudo o que precisamos aprender para compreender o mundo é divertido ou pode ser aprendido em meio a jogos lúdicos ou brincadeiras dinâmicas.

Autor: Daniel Medeiros

A maldição da aula divertida