Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A escola pública sob administração privada

A escola pública sob administração privada

08/06/2024 Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves

O Estado do Paraná apresenta ao Brasil um novo formato de administração à rede escolar.

Foi aprovado nesta terça-feira (04/06), o projeto que estabelece a administração das casas de ensino estaduais por empresas privadas, à semelhança do que já ocorre nas com as unidades de saúde, mantidas com o trabalho administrativo das ditas organizações sociais. Pelo texto referendado pelos deputados estaduais e em seguida sancionado pelo governador Ratinho Jr., 204 das 2000 escolas estaduais paranaenses contratarão a administradora, que terá como função gerir o estabelecimento, liberando o diretor e os professores de atividades de manutenção e cuidados com a estrutura, para poderem atuar exclusivamente nas tarefas de ensino, sem outras preocupações.

A novidade é chamada Programa Parceiro da Escola. A organização contratada, mediante concorrência pública, se encarregará da manutenção, segurança, merenda escolar e outras atividades de gestão e será remunerada por isso. Ficara reservada aos diretores e professores a atuação propriamente dita no ensino com o objetivo de dar mais atenção e elevar a qualidade do aprendizado dos alunos e, inclusive, a satisfação deles próprios e de suas famílias. Os mestres continuarão como servidores do Estado, com todos os direitos e obrigações estabelecidos nos seus concursos de admissão, exceto com as tarefas administrativas, que passarão à parceira.

O sistema foi testado numa escola da rede paranaense, com bons resultados, segundo o governador e, depois de implantado nas 204 hoje escolhidas, deverá se expandir às demais, dentro de um processo de diálogo com a comunidade, especialmente os pais de alunos. Segundo Ratinho Jr., seu governo busca a excelência e tem como modelos a Coréia do Sul, onde os alunos recebem vauchers e com eles pode estudar na escola que escolher, e na Inglaterra, onde também há grande flexibilidade na rede de ensino e isso favorece ao aprendizado.

Como em tudo o que envolve mudança, a aprovação da matéria provocou a invasão da Assembleia Legislativa paranaense e chegaram a ocorrer algumas prisões de manifestantes contrários mais exaltados. O que se espera é que o governo tenha feito estudos suficientes para encontrar o formato adequado às escolas de sua rede e isso leve à melhor qualidade de ensino e, inclusive, nas condições de trabalho dos seus mestres. Quando esses resultados se tornarem conhecidos, é bem provável que o esquema venha a servir para os demais Estados, ou parte deles, também reformarem o seu relacionamento com os servidores da rede escolar e com os próprios alunos.

Apesar dos esforços da grande maioria dos professores, os levantamentos dizem que o rendimento das escolas brasileiras tem sido aquém das necessidades. É preciso iniciativas que possam vencer os obstáculos e fazê-las produzir o melhor que seu corpo docente pode dar e que os alunos sejam os grandes beneficiados. Os pais e familiares do alunado também deve ser motivado a participar do esforço pela melhora na qualidade do ensino, tentando entregar suas crianças à escola com os requisitos de educação familiar suficientes para que, a partir de então, passem a receber a educação formal e dela possam tirar proveito.

Que venham todas as inovações, desde que sejam capazes de otimizar o ensino e, principalmente, melhor preparar as nossas crianças e jovens para os desafios que terão de enfrentar na vida adulta e cidadania. Sem o peso da obrigação de administrar acessórios do estabelecimento, adquirir insumos e resolver questões do cotidiano, o diretor e os professores estarão o tempo todo cuidando do principal que é a educação do aluino, atividade para qual estudaram e foram contratados a executar. O diretor, por exemplo  em vez de administrar goteiras ou vazamentos, encomendar comida da merenda e coisas do gênero, terá tempo para planejar as atividades e acompanhar como suas orientações são executadas pelos professores sob seu comando. Só poderá dar certo...

* Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves - dirigente da ASPOMIL (Associação de Assist. Social dos Policiais Militares de São Paulo).

Para mais informações sobre escola clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Todos os nossos textos são publicados também no X

Quem somos

Fonte: ASPOMIL



Os jovens e o trabalho

A responsabilidade de gerar filhos é algo muito sério porque pai e mãe possibilitam a encarnação de uma alma para evoluir no mundo material, o aquém.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra

Os jovens e o trabalho

O fim da geração nem-nem está na aprendizagem?

No labirinto complexo das políticas trabalhistas, há uma série de fatores que merecem nossa atenção.

Autor: Francisco de Assis Inocêncio

O fim da geração nem-nem está na aprendizagem?

O compromisso das escolas privadas na educação antirracista

Alcançar o sucesso demanda comprometimento de faculdades e universidades com a formação inicial de professores.

Autor: Luana Tolentino

O compromisso das escolas privadas na educação antirracista

Inscrições abertas para os cursos de condutores de caminhões

A Fabet São Paulo está com inscrições abertas para três cursos avançados voltados a formação e aperfeiçoamento de condutores de caminhões.

Autor: Marcos Villela Hochreiter


Exercitando a empatia

No meu último ano de sala de aula, tive uma turma de quarto ano que se tornou muito querida.

Autor: Vanessa Nascimento

Exercitando a empatia

Conhecimento é combustível para a motivação

Não são incomuns as histórias de profissionais que, voluntariamente, trocam de emprego para ganhar menos do que em suas posições anteriores.

Autor: Yuri Trafane

Conhecimento é combustível para a motivação

Violência escolar: qual a causa e como solucionar

Comportamentos violentos nas escolas se intensificam cada dia mais, ou pelo menos a sua relevância tem ficado mais clara.

Autor: Felipe Lemos

Violência escolar: qual a causa e como solucionar

Todo dia é Dia da Educação

“A educação do homem começa no momento do seu nascimento; antes de falar, antes de entender, já se instrui.” Rousseau. “O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele.” Immanuel Kant.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra

Todo dia é Dia da Educação

A integração entre crianças no espaço escolar

A escola, mais do que um simples espaço de ensino, desempenha um papel essencial na formação social das crianças.

Autor: Michelle Norberto

A integração entre crianças no espaço escolar

Como dizer “oi em inglês” tem quase 50 mil buscas mensais no Brasil, segundo pesquisa

De acordo com levantamento da plataforma de idiomas Preply, expressões básicas como “oi”, “bom dia” e “boa noite” são as mais buscadas pelos brasileiros na tradução para o inglês.

Autor: Divulgação

Como dizer “oi em inglês” tem quase 50 mil buscas mensais no Brasil, segundo pesquisa

Educação especial e inclusiva: para onde avançar?

É preciso destacar que o Brasil avançou de forma muito significativa nas últimas décadas no que concerne a políticas de acesso.

Autor: Lucelmo Lacerda e Flávia Marçal

Educação especial e inclusiva: para onde avançar?

Acolhimento: um ato revolucionário de amor e empatia

Feche os olhos por um minuto e tente lembrar de um momento em que foi acolhida na infância ou adolescência.

Autor: Vanessa Nascimento

Acolhimento: um ato revolucionário de amor e empatia