Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A escola de educação infantil e a pandemia

A escola de educação infantil e a pandemia

22/11/2020 Adriana Aparecida de Souza

As instituições de educação infantil são as mais prejudicadas.

A escola de educação infantil e a pandemia

A quarentena e, consequentemente, o isolamento social, afetaram diversos setores, entre eles o educacional, seja a rede pública – município e estado – ou privada. Nesse contexto, vimos nossas escolas procurando uma adaptação da rotina e organização pedagógica, fato totalmente novo e sem embasamento em vivências anteriores. É um acontecimento histórico e que, de fato, não há direcionamentos científicos ou até mesmo empíricos, assim, sejam pais, estudantes, equipe diretiva ou corpo docente, todos que formam a escola podem, em alguns momentos, repensar o caminho trilhado, questionar se estão escolhendo os melhores meios de continuar a educação, porém, é nítido que esforços estão sendo desprendidos a fim de promover a melhor educação dentro das novas condições apresentadas.

Nessa mesma caminhada estão as escolas particulares, essas, com agravantes que vão além dos conteúdos, avaliações e aprendizagens durante a pandemia, mas, por sua própria sobrevivência no mercado. As instituições de educação infantil são as mais prejudicadas, cerca de 80% das escolas particulares que atendem as crianças de zero a cinco anos podem simplesmente fechar suas portas a partir dessa realidade. Como não há a obrigatoriedade de frequentar a escola até os três anos, muitos pais buscaram a secretaria das escolas para cancelamento do contrato, ficando as crianças com os próprios pais em casa ou com parentes que estão em home office ou grupo de risco. Apenas aquelas famílias que dependem da escola, continuam tentando realizar os pagamentos das mensalidades. Essas, por sua vez, são negociadas com as instituições de ensino em parcelamento ou descontos consideráveis.

Ocorre que todos esses fatores geram um efeito chamado de “dominó”, alguns pais foram afetados pelo desemprego e, sem opções, cancelam a matrícula do filho ainda pequeno, a escola, passa a ter uma redução de suas receitas, professores são demitidos, profissionais que atuam nas escolas são demitidos, fornecedores de diferentes segmentos que abastecem a escola, como alimentos para o almoço, lanche e jantar das crianças, profissionais autônomos que realizam as aulas extra curriculares  por exemplo, deixam de receber seus salários e, na ponta desse emaranhado de fatos, fatores e sujeitos, está a escola fechando suas portas.

Em diversos municípios o retorno às instituições de ensino não é cogitado, por uma questão óbvia de saúde e propagação viral, porém, é preciso um olhar social e até mesmo governamental, direcionado aos  empresários do setor educacional, a fim de promover a sobrevivência das instituições particulares de educação infantil pós pandemia, garantindo espaços de atuação dos pedagogos, bem como das nossas crianças, uma vez que a rede pública não supre a necessidade de matrículas em totalidade.

* Adriana Aparecida de Souza é especialista em Educação Especial e Metodologia Religiosa, professora da Escola Superior de Educação do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Pg1 Comunicação



Empreendedorismo e a arte de sonhar

Sabe aquele empurrão que recebemos vez ou outra na vida?

Empreendedorismo e a arte de sonhar

Enem: 6 dicas para aumentar o foco

É muito comum se distrair enquanto estamos estudando.

Enem: 6 dicas para aumentar o foco

Qualidade na educação: muito mais que índices de aprendizagem

Qualidade na educação é um conceito complexo que pode se modificar conforme o contexto, os valores, a cultura e a identidade de cada local.

Qualidade na educação: muito mais que índices de aprendizagem

Um em cada dez estudantes já foi ofendido nas redes sociais, mostra IBGE

A coleta dos dados foi feita antes da pandemia, entre abril e setembro de 2019.

Um em cada dez estudantes já foi ofendido nas redes sociais, mostra IBGE

Senai abre inscrições para o Grand Prix de inovação

Desafios terão de ser resolvidos por estudantes.


Brincadeiras para fazer no Dia Mundial da Alfabetização

Para que o processo de alfabetização ocorra, as crianças precisam se conscientizar dos sons das palavras.

Brincadeiras para fazer no Dia Mundial da Alfabetização

Novo modelo de gestão para personalizar o ensino vai além da tecnologia

Precisamos falar de transformação digital. Ou melhor, precisamos traduzir a transformação digital (TD) para sua expressão mais completa e abrangente.

Novo modelo de gestão para personalizar o ensino vai além da tecnologia

O impacto das novas gerações nos modelos escolares

Seja nas instituições de ensino públicas ou privadas, a chegada de uma nova geração às salas de aula afeta os modelos escolares.

O impacto das novas gerações nos modelos escolares

Fundação Dom Cabral e Cotemig concedem bolsas de estudos para jovens de baixa renda

As oportunidades serão para Ensino Médio Técnico e graduação na área tecnológica.


Instituto Ling concede 25 bolsas de estudos para jovens brasileiros

Somente neste ano, a entidade investiu US$ 589 mil para auxiliar jornalistas, advogados, administradores, engenheiros e economistas a estudarem nos Estados Unidos e na Europa.

Instituto Ling concede 25 bolsas de estudos para jovens brasileiros

Técnicas para se concentrar nos estudos ouvindo música

Muitos alunos têm dúvidas se ouvir música durante os estudos pode melhorar o desempenho.

Técnicas para se concentrar nos estudos ouvindo música

Dicas para ajudar os pais na hora de fazer a matrícula dos filhos

Saiba o que considerar na hora de escolher a escola ideal, levando em conta questões como valores, religião, distância e formação dos professores.

Dicas para ajudar os pais na hora de fazer a matrícula dos filhos