Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Aulas online. Como preparar as crianças?

Aulas online. Como preparar as crianças?

29/05/2020 Leidiane Martinez S. Macedo

A pandemia da coronavírus (COVID-19), modificou, sobremaneira, a rotina das pessoas.

Aulas online. Como preparar as crianças?

 Atividades como trabalhar e estudar, passou a ser um grande desafio, principalmente para as crianças, pois, em tempo recorde o computador definitivamente, virou um instrumento de trabalho e estudo, mas com uma diferença: as pessoas passaram a utilizá-lo em suas próprias casas.

Com as escolas e universidades de todo o país fechadas e sem perspectiva de retorno, considera uma paralisação de 2 a 3 meses – praticamente um semestre perdido. Estima-se, também, que em todo o mundo quase 1 bilhão de estudantes ficarão sem aula. A resposta, na larga maioria dos países, tem sido dada com o uso das novas tecnologias, seja por meio de plataformas online, nas quais os alunos podem acessar conteúdos e interagir entre si, seja mediante de aulas virtuais.

E como preparar os pais e filhos para esta nova realidade?. Sendo, que a maior dificuldade é manter a rotina em dia, pois tudo parece “férias” o que não é!.

Confira às dicas, que podem ajudar neste momento:

1 - Não perca a “hora” de estudar! - Por mais que as crianças estejam em casa, é sempre bom manter uma boa rotina - alinhada aos horários das aulas e com a manutenção dos hábitos diários, como: levantar minutos antes da aula, realizar a higiene pessoal, tomar o café da manhã, vestir o uniforme e preparar todo o material escolar. Tais comportamentos, podem estabelecer uma conexão do presencial para com o remoto, de forma tranquila, sem grandes estresses. 

2 - Tenha um local para o estudo!   - Deixe um espaço reservado para a criança estudar, onde ela possa guardar os materiais, e conservar o “seu cantinho”, podendo se concentrar melhor e produzir mais!.

3 - Seja um grande incentivador do seu filho! - Elogie e ajude as crianças com as tarefas da escola. O fato dos pais acompanharem as aulas e as lições, faz com que elas se sintam mais protegidas, encorajadas e  confiantes,  diante das possíveis adversidades acadêmicas.

4 - Faça um Cronograma!  - Uma boa ideia, é fazer um calendário do mês em uma cartolina, onde contenha os dias da semana e horários para cada atividade do dia. Assim, a criança, poderá acompanhar o cronograma de uma forma dinâmica e divertida, deixando-as menos ansiosas e mais atentas às suas obrigações. 

5 - Pergunte como foi a aula – É importante que pais questionem as crianças, quanto ao rendimento das aulas online - uma boa forma de mensurar a qualidade do ensino, as facilidades e possíveis dificuldades apresentadas. Uma maior interação, neste momento, torna-se um diferencial, no quesito bem estar- emocional.

6 - Tente, invente e reinvente! - Tente, invente e reinvente, atividades que possam utilizar-se de objetos recicláveis e de fácil manuseio, que envolva pais e filhos, em momentos livres. Outra boa ideia, é compartilhar dessas atividades, nas redes sociais com os parentes, amigos, ocasionando uma maior interação social.

* Leidiane Martinez S. Macedo - psicóloga, especializanda em Avaliação Psicológica. É sócia da Core Psicologia Corporativa - Ribeirão Preto/SP.

Fonte: Sky Comunicação e Eventos



Todo dia é Dia da Educação

“A educação do homem começa no momento do seu nascimento; antes de falar, antes de entender, já se instrui.” Rousseau. “O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele.” Immanuel Kant.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra

Todo dia é Dia da Educação

A integração entre crianças no espaço escolar

A escola, mais do que um simples espaço de ensino, desempenha um papel essencial na formação social das crianças.

Autor: Michelle Norberto

A integração entre crianças no espaço escolar

Como dizer “oi em inglês” tem quase 50 mil buscas mensais no Brasil, segundo pesquisa

De acordo com levantamento da plataforma de idiomas Preply, expressões básicas como “oi”, “bom dia” e “boa noite” são as mais buscadas pelos brasileiros na tradução para o inglês.

Autor: Divulgação

Como dizer “oi em inglês” tem quase 50 mil buscas mensais no Brasil, segundo pesquisa

Educação especial e inclusiva: para onde avançar?

É preciso destacar que o Brasil avançou de forma muito significativa nas últimas décadas no que concerne a políticas de acesso.

Autor: Lucelmo Lacerda e Flávia Marçal

Educação especial e inclusiva: para onde avançar?

Acolhimento: um ato revolucionário de amor e empatia

Feche os olhos por um minuto e tente lembrar de um momento em que foi acolhida na infância ou adolescência.

Autor: Vanessa Nascimento

Acolhimento: um ato revolucionário de amor e empatia

A importância de diversificar as práticas esportivas nas escolas

Os impactos positivos das diversas práticas esportivas são inegáveis, especialmente quando se considera o contexto das instituições educacionais.

Autor: Kelly Soares Rosa

A importância de diversificar as práticas esportivas nas escolas

Afinal, vale a pena insistir no ensino da letra cursiva nas escolas?

Um assunto relevante para a educação está dividindo opiniões: o uso da letra cursiva nas escolas.

Autor: Liliani A. da Rosa

Afinal, vale a pena insistir no ensino da letra cursiva nas escolas?

Estudantes cativados, estudantes motivados

Contar com a participação da família nesse processo é fundamental para que a criança seja estimulada e reconhecida.

Autor: Cleonara Schultz Diemeier

Estudantes cativados, estudantes motivados

Quem faz pós graduação EaD pode estagiar?

A escolha pelo modelo híbrido de educação ganha força e esses alunos também podem pleitear as vagas.

Autor: Carlos Henrique Mencaci

Quem faz pós graduação EaD pode estagiar?

Livro ensina às crianças as verdadeiras cores da amizade

Obra infantil combina narrativa poderosa com ilustrações que ganham vida ao longo das páginas para incentivar a tolerância desde cedo.

Autor: Divulgação


A maldição da aula divertida

Nem tudo o que precisamos aprender para compreender o mundo é divertido ou pode ser aprendido em meio a jogos lúdicos ou brincadeiras dinâmicas.

Autor: Daniel Medeiros

A maldição da aula divertida

Era uma vez em uma escola na Suécia

O governo sueco resolveu dar uma guinada nas suas orientações escolares e agora estimula fortemente o uso de livros em vez de laptops.

Autor: Daniel Medeiros

Era uma vez em uma escola na Suécia