Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como estudar e trabalhar nas melhores empresas da Alemanha?

Como estudar e trabalhar nas melhores empresas da Alemanha?

24/06/2019 Bruno Galli

É possível trabalhar nas melhores empresas do mundo, em um dos melhores países do mundo, diz especialista

Como estudar e trabalhar nas melhores empresas da Alemanha?

A Alemanha possui a maior economia da Europa, sendo a quarta maior potência mundial. Isso diz muito sobre as oportunidades profissionais do país, sobretudo considerando que seu território não é tão extenso, e essa é a terra natal de grandes empresas, como a Volkswagen, BMW, Bosch e Continental.

As taxas de crescimento também se refletem na empregabilidade. O desemprego é o menor em 30 anos, desde a reunificação. A mão de obra qualificada nunca foi tão necessária e incentivada. Universidades investem em cursos que cada vez mais buscam preparar os profissionais para os desafios de um mundo em transição, focado no futuro.

É por isso que trabalhar nas melhores empresas do mundo, e em um dos melhores países do mundo, nunca esteve tão ao alcance. Há um forte incentivo para que se formem profissionais que possam atender a essas demandas, e movimentar a economia, para que ela continue crescendo.

Dito isso, vale ressaltar que a Alemanha ainda possui políticas de intercâmbio estudantil e profissional, bem abertas. Por exemplo, quem busca uma universidade alemã, seja para graduação ou pós, tem 18 meses de visto de trabalho garantido, e após três anos trabalhando, ele tem como renovar seu visto para permanente. Quem nunca estudou no país precisa trabalhar cinco anos para ter essa chance.

A taxa de empregabilidade em universidades de ponta chega a 80% durante o período letivo. As carreiras são variadas, e mesmo os cursos mais tradicionais de administração ou comunicação, tem um enfoque no cenário mundial, com currículos atualizados. Os alemães incentivam a vinda de profissionais em momentos de crescimento, busca por novos rumos, e até quem está entrando no mercado de trabalho e tem um pouco mais para investir em algo que visa mudar os rumos do mercado.

Começar estudando na Alemanha é um dos melhores caminhos para ter acesso a esse mercado de trabalho crescente, relevante e de olhos no futuro. As empresas, hoje, buscam profissionais com uma visão diferente do mundo, e suas formações devem acompanhar essa visão.

Certo, mas geralmente o que se pensa é: "E a língua alemã, não é muito difícil?". A verdade é que não. Ela pode ser aprendida no mesmo período de tempo em que se aprende o inglês, com tranquilidade, ela só é menos globalizada do que o inglês. Justamente por isso, é possível se virar muito bem com o inglês, na Alemanha.

Há universidades em que se pode estudar em inglês, sobretudo nas cidades mais cosmopolitas, como Berlim. A barreira da língua não chega a fazer diferença nesse cenário, e a convivência nos centros urbanos é tranquila. Aprender alemão sempre será um diferencial, mas em suma não é mais um pré-requisito. Vale a pena encarar essa grande oportunidade de crescimento profissional!

Texto: Bruno Galli - mentor e coach de educação internacional, gestor LATAM da UE - University of Applied Sciences.



Abertas inscrições para a primeira edição do Prêmio BEI de Educação Financeira para Escolas Públicas

A iniciativa premiará projetos que abordaram o tema educação financeira em todo o país; ao todo, mais de R$ 50 mil serão distribuídos.


Experiência escolar: a importância de recursos que apoiem a aprendizagem

O material didático nada mais é do que um instrumento de apoio educacional que oferece ferramentas de suporte ao processo de aprendizagem.

Experiência escolar: a importância de recursos que apoiem a aprendizagem

Pesquisa vai traçar perfil de jovens cientistas e auxiliar criação de políticas públicas

Em 2022, mais da metade dos recursos destinados ao desenvolvimento científico e tecnológico foram bloqueados.

Pesquisa vai traçar perfil de jovens cientistas e auxiliar criação de políticas públicas

Reino Unido disponibiliza bolsas de mestrado para alunos de 160 países

Além de bolsa de estudos, os aprovados terão passagens pagas.

Reino Unido disponibiliza bolsas de mestrado para alunos de 160 países

Por que o jovem abandona os estudos?

O aluno precisa receber da escola aquilo que cada curso traz em seu enunciado.

Por que o jovem abandona os estudos?

Projeto “Encontro Marcado com Fernando Sabino” chega à Igarapé e Mateus Leme

A ação de incentivo à leitura coordenada pelo Instituto Fernando Sabino já esteve em mais de 90 cidades, contemplando cerca de 900 mil alunos.

Projeto “Encontro Marcado com Fernando Sabino” chega à Igarapé e Mateus Leme

Concurso de poesias celebra bicentenário da Independência do Brasil

Inscrições para alunos da rede pública vão até 2 de setembro.

Concurso de poesias celebra bicentenário da Independência do Brasil

Sinduscon-MG oferece cursos para profissionais da construção civil

Sindicato da Indústria da Construção Civil de Minas está com inscrições abertas para novos cursos on-line com temas de interesse do setor.

Sinduscon-MG oferece cursos para profissionais da construção civil

Volta às aulas X evasão escolar. O que esperar do mês de agosto?

Com a pandemia, Brasil sofre retrocesso e volta a ter o mesmo nível de evasão escolar de 20 anos atrás.

Volta às aulas X evasão escolar. O que esperar do mês de agosto?

Vende-se Gamificação, mas esquece do ensino

Os estudos sobre gamificação não surgiram no campo da educação, e sim no mundo coorporativo.

Vende-se Gamificação, mas esquece do ensino

Ensino básico presencial: importância do espaço escolar para a construção das oportunidades

A importância da educação para o desenvolvimento socioeconômico de um país é matéria de amplo conhecimento da sociedade.

Ensino básico presencial: importância do espaço escolar para a construção das oportunidades

O que o novo Ensino Médio tem a ensinar ao Enem?

A lição mais valiosa do Novo Ensino Médio para o Novo Enem envolve o protagonismo juvenil.

O que o novo Ensino Médio tem a ensinar ao Enem?