Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Estudo reúne pesquisas sobre educação na pandemia

Estudo reúne pesquisas sobre educação na pandemia

09/02/2021 Divulgação

Suspensão de aulas presenciais mostrou uma série de desigualdades.

Estudo reúne pesquisas sobre educação na pandemia

A pandemia do novo coronavírus teve grande impacto na educação brasileira em 2020. A suspensão das aulas presenciais nas escolas públicas e particulares evidenciou uma série de desigualdades, deixando, inclusive, estudantes sem atendimento. A publicação Retratos da Educação no Contexto da Pandemia do Coronavírus - Um olhar sobre múltiplas desigualdades reúne cinco estudos, realizados entre maio e julho de 2020, que se propuseram a coletar dados e depoimentos sobre o ensino no país.

“A ideia é ter um material que traga as visões de diferentes atores, como foi esse período para os professores, como foi para os pais, como foi para os gestores, em se tratando de tomada de decisão para a educação. Assim, passar uma visão completa de qual foi o cenário educacional nesse período”, explica o diretor-fundador do Interdisciplinaridade e Evidências no Debate Educacional (Iede), Ernesto Faria, um dos participantes do estudo.

A compilação pode, de acordo com Faria, servir como subsídio para que redes de ensino e escolas possam se preparar melhor para 2021. “[A pandemia] é um período que gera várias desigualdades. A gente precisa entender quais desigualdades são essas para daí poder tentar se antecipar a alguns problemas, como a evasão dos alunos”, diz.

Uma das pesquisas que integram a publicação, realizada pela Fundação Lemann, o Itaú Social e Imaginable Futures, mostra que, três meses depois do início da suspensão das aulas presenciais, ainda havia cerca de 4,8 milhões de estudantes, o equivalente a 18% do total de alunos do ensino fundamental e do ensino médio da rede pública, que não teriam recebido nenhum tipo de atividade, nem por meios eletrônicos, nem impressos.

Além disso, mais de quatro em cada dez estudantes, o equivalente a 42%, não teriam, segundo seus familiares, equipamentos e condições de acesso adequados para o contexto da educação não presencial. Ficaram também evidentes desigualdades regionais. Enquanto quase sete em cada dez estudantes do ensino médio na Região Sudeste tiveram aulas online mediadas por seus professores, essa proporção foi de pouco mais de quatro em cada dez nas regiões Nordeste e Sul.

Um dos grandes impactos a ser sentido ainda este ano, de acordo com Faria, poderá ser o aumento da evasão escolar daqueles que não seguirão estudando em 2021. Mais de um em cada quatro jovens do ensino médio já pensou em não voltar para a escola ao final do período de suspensão das aulas, segundo estudo realizado pelo Conselho Nacional de Juventude (Conjuve) e por parceiros.

Com análise e texto de Ana Lúcia Lima, da Conhecimento Social, integram a publicação a Fundação Carlos Chagas, Fundação Roberto Marinho, Fundação Lemann, o Itaú Social, Instituto Península e Iede.

Fonte: Agência Brasil




Ensino remoto não é homeschooling

Já faz um ano que a maior parte das crianças e jovens brasileiros precisou alterar completamente sua rotina de estudo para o ensino remoto.

Ensino remoto não é homeschooling

Semantix oferece 100 vagas para capacitação gratuita em engenharia de dados

Voltado para programadores, analistas de dados, cientistas e engenheiros de computação que estejam interessados em ingressar no mercado na área de Engenharia para Big Data.

Semantix oferece 100 vagas para capacitação gratuita em engenharia de dados

Inep remarca provas do Encceja 2020 para agosto

Cenário de pandemia fez com que o Inep alterasse cronograma.

Inep remarca provas do Encceja 2020 para agosto

Alguém quer saber como estão os professores durante a pandemia?

Alguns governos locais se esforçam para conseguir mais recursos, outros desviam tais recursos ou apenas investem em propagandas enganosas.

Alguém quer saber como estão os professores durante a pandemia?

Senai e Huawei oferecerão capacitações para o setor de telecomunicações

Colaboração prevê certificações internacionais em TIC e três laboratórios de fibra óptica no DF, na BA e em TO. Até final do ano, espera-se formar 2 mil profissionais.


A Educação Superior e o Novo Mercado de Trabalho

Nunca tivemos tanto acesso a conteúdos de maneira livre e gratuita na Internet como temos hoje.

A Educação Superior e o Novo Mercado de Trabalho

VW oferece nova rodada de cursos gratuitos para motoristas

Direção defensiva e direção econômica são os temas das capacitações.

VW oferece nova rodada de cursos gratuitos para motoristas

Professor cria versões de clássicos do Rock and Roll para ensinar português

Novo projeto une duas grandes paixões do professor Pablo Jamilk, o ensino e a música.

Professor cria versões de clássicos do Rock and Roll para ensinar português

FIEMG e ITA lançam o primeiro mestrado em computação aeronáutica do país

Com inscrições abertas até dia 27/04, curso é voltado à profissionais das áreas da engenharia, exatas ou ciências econômicas.

FIEMG e ITA lançam o primeiro mestrado em computação aeronáutica do país

Inscrições para o Sisu podem ser feitas do dia 6 a 9 de abril

O resultado para a única chamada do Sisu será divulgado em 13 de abril.

Inscrições para o Sisu podem ser feitas do dia 6 a 9 de abril

Digitalização e investimentos em tecnologia: como será o futuro da educação?

Na era da digitalização, a educação foi uma das áreas mais resistentes às facilidades e oportunidades que a tecnologia apresenta.

Digitalização e investimentos em tecnologia: como será o futuro da educação?

O futuro será de aulas online, o governo precisa melhorar o nível do ensino EAD

Mais de 100 países fecharam suas escolas para tentar conter a propagação do coronavírus.

O futuro será de aulas online, o governo precisa melhorar o nível do ensino EAD