Portal O Debate
Grupo WhatsApp

IA traz avanços à educação, mas não substitui o professor

IA traz avanços à educação, mas não substitui o professor

13/09/2023 Roberto Leal

Com as IAs, é possível disponibilizar conteúdos educacionais de alta qualidade para um público mais amplo.

IA traz avanços à educação, mas não substitui o professor

Nos últimos anos, a tecnologia tem tido um desenvolvimento significativo, e uma das mais impactantes é a Inteligência Artificial (IA), que está emergindo de forma transformadora. Sua aplicação no campo da educação tem sido analisada dentro e fora de sala de aula, gerando especulações sobre o futuro do trabalho e como essas tecnologias podem afetar diversas profissões. Uma área que desperta interesse é a educação: os professores podem se beneficiar do crescimento das IAs?

As IAs podem fornecer recursos educacionais personalizados, adaptando o conteúdo às necessidades e ao ritmo de aprendizagem de cada aluno. Nós, professores, podemos nos beneficiar ao contar com assistentes virtuais ou plataformas de ensino inteligentes, que auxiliam na identificação de lacunas no conhecimento dos estudantes, sugerem atividades adequadas e fornecem feedback individualizado. Isso nos permite direcionar nosso tempo e esforços para outras áreas, como o apoio emocional e o desenvolvimento de habilidades sociais.

As IAs podem automatizar certas tarefas administrativas repetitivas, como correção de provas, monitoramento de presença e organização de notas. Ao liberar o professor dessas atividades, podemos dedicar mais tempo ao planejamento de aulas, à criação de materiais educacionais inovadores e ao aperfeiçoamento profissional contínuo.

Com as IAs, é possível disponibilizar conteúdos educacionais de alta qualidade para um público mais amplo. Plataformas de ensino on-line, tutoriais interativos e assistentes virtuais podem ajudar estudantes que têm dificuldade de acesso à educação tradicional, como aqueles em áreas remotas ou com limitações físicas. Nós podemos nos envolver nesses recursos e alcançar um número maior de alunos, expandindo o impacto educacional.

Embora as IAs tenham o potencial de oferecer suporte valioso, é essencial reconhecer que o professor desempenha um papel fundamental na educação. A interação humana, o estímulo criativo, o desenvolvimento de habilidades sociais e o apoio emocional são aspectos que não podem ser substituídos por tecnologia. Portanto, é necessário um equilíbrio adequado entre o uso das IAs e a presença ativa do docente. 

Contudo, para aproveitar ao máximo as IAs, precisaremos nos capacitar e nos adaptar às novas tecnologias. A formação contínua será essencial para que entendamos como integrar as IAs em nosso processo de ensino, como interpretar os dados fornecidos pelas tecnologias e como trabalhar em colaboração com essas ferramentas.

Em um mundo cada vez mais impulsionado pela tecnologia, é importante considerar como as IAs podem contribuir para a educação. Certamente, podemos nos beneficiar do crescimento das IAs ao recebermos apoio na personalização do ensino, na eficiência administrativa e na ampliação do acesso ao conhecimento. No entanto, é crucial lembrar que o professor continua sendo uma figura insubstituível, responsável por proporcionar uma experiência educacional significativa e holística. À medida que a tecnologia evolui, é fundamental que tenhamos a certeza da necessidade de nos capacitar e  adaptar, encontrando um equilíbrio entre o uso das IAs e a interação humana, para promover uma educação de qualidade e preparar os alunos para os desafios do futuro.

* Roberto Leal, especialista em Supervisão e Orientação Escolar e em Metodologia do Ensino de Língua Inglesa, é professor de Língua Inglesa do Colégio Semeador.

Para mais informações sobre aprendizagem clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Entre para o nosso grupo de notícias no WhatsApp

Fonte: Central Press



Como as competições podem melhorar o desempenho dos alunos

O Brasil é um dos países que menos investe em educação básica no mundo, segundo a OCDE.

Autor: Divulgação

Como as competições podem melhorar o desempenho dos alunos

Volta às aulas: como evitar o estresse e a ansiedade?

Milhares de crianças e adolescentes estão de volta às salas de aula.

Autor: Divulgação

Volta às aulas: como evitar o estresse e a ansiedade?

Educação para autistas: se não agora, quando?

Nos últimos 10 anos muitas foram as conquistas alcançadas pelas pessoas com autismo, fruto de suas lutas e de suas famílias.

Autor: Lucelmo Lacerda e Flávia Marçal

Educação para autistas: se não agora, quando?

Readaptação das crianças ao ambiente escolar na volta às aulas

O início do ano letivo se aproxima e com ele muitas expectativas, o período de volta às aulas é um momento de novos desafios e oportunidades.

Autor: Divulgação

Readaptação das crianças ao ambiente escolar na volta às aulas

O direito de estudar também vale para pessoas com autismo

Pautado na perspectiva de um direito humano e fartamente fundamentado nas legislações, o parecer orientador fura a bolha da invisibilidade.

Autor: Lucelmo Lacerda

O direito de estudar também vale para pessoas com autismo

Precisamos ajudar os jovens na conquista de uma autonomia saudável

Criar autonomia não significa agir sem orientação, e é nesse contexto que destaco a importância de auxiliar os jovens em suas escolhas.

Autor: Rafaelle Benevides

Precisamos ajudar os jovens na conquista de uma autonomia saudável

Inovação na educação: o impacto transformador das telas interativas

As telas interativas têm emergido como catalisadoras de mudanças significativas no cenário educacional.

Autor: Severino Sanches

Inovação na educação: o impacto transformador das telas interativas

Revolução educacional e estudantes com autismo: o impacto do CNE

A cada 36 crianças, uma é diagnosticada com autismo. E a garantia do direito à educação desses estudantes se apresenta como tema de interesse público nacional.

Autor: Lucelmo Lacerda e Flávia Marçal

Revolução educacional e estudantes com autismo: o impacto do CNE

Caneta, régua, borracha e apontador são os materiais escolares mais tributados

Pesquisa realizada pela Sovos aponta que tributos incidentes sobre os principais itens escolares podem chegar a 50% do preço final repassado ao consumidor.

Autor: Divulgação

Caneta, régua, borracha e apontador são os materiais escolares mais tributados

Adaptação da criança na escola é momento crítico para pais e educadores

Especialistas dão dicas de como lidar com esse momento de choradeira e inseguranças.

Autor: Divulgação

Adaptação da criança na escola é momento crítico para pais e educadores

Estudantes brasileiros rejeitam FIES como forma de financiamento

30% dos entrevistados não aceitariam de forma alguma o financiamento ou preferem outras formas de pagamento, mesmo se houvesse vaga disponível.

Autor: Divulgação

Estudantes brasileiros rejeitam FIES como forma de financiamento

Estratégias para poupar na compra de material escolar

Dicas sobre como se organizar para que o retorno às aulas não cause um grande impacto financeiro.

Autor: Divulgação

Estratégias para poupar na compra de material escolar