Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Impacto da participação dos pais na vida escolar das crianças

Impacto da participação dos pais na vida escolar das crianças

08/06/2021 Candice Almeida

"Puxa, professora, o problema é que meu filho odeia ler".

Impacto da participação dos pais na vida escolar das crianças

Ouço com muita frequência esse tipo de desculpa para justificar a falta de repertório do filho no texto. As notas baixas, dizem eles, são por conta desse bendito celular. Não tem como competir. De fato, devo concordar que as redes sociais são sim tentadoras e, olhando por esse lado, não dá exatamente para dizer que eles não leem; leem até muito, mas nada (ou muito pouco) que agregue valor ou conhecimento. Mais uma coisa para a lista de culpa dos pais, talvez esta esteja até no topo: a atenção à rotina escolar.

Segundo Nicholas Papageorge, economista da Universidade Johns Hopkins, duas pessoas que são geneticamente semelhantes podem ter pontuações surpreendentemente diferentes no teste de QI porque algumas famílias, geralmente as mais ricas, investiram mais em seus filhos: alimentando-os bem, lendo para eles em taxas mais altas e inscrevendo-os em mais atividades.

O papel dos pais, portanto, é preponderante. No entanto, participar da vida escolar do filho não é fácil. Afinal de contas, os pais também devem ter repertório para poder cobrar um. Como tornar um filho leitor se eles mesmos não o são? Como convencer de que a leitura te faz melhor se a própria definição de pessoa melhor não me é clara? Aliás, a atriz Reese Witherspoon faz uma excelente interpretação de uma mãe obcecada pela rotina escolar dos filhos na série Big Little Lies. O equilíbrio nem sempre é fácil. Mas há algumas unanimidades.

Participar da vida dos filhos não é fiscalizar professor ou tolher acesso a certo tipo de conhecimento, mas sim oferecer o contato com o contraditório para que, a partir de informações, a criança e o adolescente consigam formar sua opinião. Quando se participa da vida escolar, percebe-se que a liberdade de ensinar deve ser soberana. Os docentes nunca deveriam ser auditados pelas suas opiniões. Participar da vida escolar do filho é defender a escola como instituição, é lutar contra seu sucateamento e a favor da laicidade. É combater o desrespeito, enaltecer as diferenças e ensinar a tolerar.

Participar da vida escolar do filho é dar poder a ele por meio das palavras e do conhecimento e não ensinar a força pela violência, como bem distingue Hannah Arendt. Participar da vida escolar dos filhos é, por vezes, aprender mais e melhor, é mudar de opinião, o que não exige mudar de caráter, apesar de que o conhecimento tem esse poder. Participar da vida escolar do filho é defender a rotina, as obrigações e os horários determinados pela instituição. Ou seja, é defender a cidadania.

Participar da vida escolar dos filhos é ficar mais tempo com eles, é ler para eles, é participar de atividades culturais, debater questões políticas, econômicas e sociais, é escolher junto. O respeito não deve vir 'porque eu sou seu pai/ sua mãe', mas porque todos devem ter lugar de fala e devem, sim, ser respeitados pelo que são, pelas suas escolhas. A boa escola dará continuação a isso, um papel suplementar. O tripé escola, família e aluno ainda continua sendo a base da formação de uma sociedade democrática.

Candice Almeida, professora de Redação do Colégio Positivo e assessora pedagógica de Redação no Centro de Inovação Pedagógica, Pesquisa e Desenvolvimento (CIPP) dos colégios do Grupo Positivo.

Para mais informações sobre Educação clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Central Press



Educação para autistas: se não agora, quando?

Nos últimos 10 anos muitas foram as conquistas alcançadas pelas pessoas com autismo, fruto de suas lutas e de suas famílias.

Autor: Lucelmo Lacerda e Flávia Marçal

Educação para autistas: se não agora, quando?

Readaptação das crianças ao ambiente escolar na volta às aulas

O início do ano letivo se aproxima e com ele muitas expectativas, o período de volta às aulas é um momento de novos desafios e oportunidades.

Autor: Divulgação

Readaptação das crianças ao ambiente escolar na volta às aulas

O direito de estudar também vale para pessoas com autismo

Pautado na perspectiva de um direito humano e fartamente fundamentado nas legislações, o parecer orientador fura a bolha da invisibilidade.

Autor: Lucelmo Lacerda

O direito de estudar também vale para pessoas com autismo

Precisamos ajudar os jovens na conquista de uma autonomia saudável

Criar autonomia não significa agir sem orientação, e é nesse contexto que destaco a importância de auxiliar os jovens em suas escolhas.

Autor: Rafaelle Benevides

Precisamos ajudar os jovens na conquista de uma autonomia saudável

Inovação na educação: o impacto transformador das telas interativas

As telas interativas têm emergido como catalisadoras de mudanças significativas no cenário educacional.

Autor: Severino Sanches

Inovação na educação: o impacto transformador das telas interativas

Revolução educacional e estudantes com autismo: o impacto do CNE

A cada 36 crianças, uma é diagnosticada com autismo. E a garantia do direito à educação desses estudantes se apresenta como tema de interesse público nacional.

Autor: Lucelmo Lacerda e Flávia Marçal

Revolução educacional e estudantes com autismo: o impacto do CNE

Caneta, régua, borracha e apontador são os materiais escolares mais tributados

Pesquisa realizada pela Sovos aponta que tributos incidentes sobre os principais itens escolares podem chegar a 50% do preço final repassado ao consumidor.

Autor: Divulgação

Caneta, régua, borracha e apontador são os materiais escolares mais tributados

Adaptação da criança na escola é momento crítico para pais e educadores

Especialistas dão dicas de como lidar com esse momento de choradeira e inseguranças.

Autor: Divulgação

Adaptação da criança na escola é momento crítico para pais e educadores

Estudantes brasileiros rejeitam FIES como forma de financiamento

30% dos entrevistados não aceitariam de forma alguma o financiamento ou preferem outras formas de pagamento, mesmo se houvesse vaga disponível.

Autor: Divulgação

Estudantes brasileiros rejeitam FIES como forma de financiamento

Estratégias para poupar na compra de material escolar

Dicas sobre como se organizar para que o retorno às aulas não cause um grande impacto financeiro.

Autor: Divulgação

Estratégias para poupar na compra de material escolar

Ortopedista se surpreende com o peso das mochilas na porta das escolas e faz alerta

Mês de janeiro e as crianças e adolescentes começam a preparar a lista de material que vai acompanhá-los ao longo do ano escolar.

Autor: Dr. Maurício Martelletto

Ortopedista se surpreende com o peso das mochilas na porta das escolas e faz alerta

Confira cinco tendências da educação para 2024

De metodologias inovadoras a abordagens tecnológicas, o futuro da educação está se moldando para ser mais inclusivo.

Autor: Mara Duarte

Confira cinco tendências da educação para 2024