Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Os booktubers como auxiliares do professor na paixão dos alunos pela leitura

Os booktubers como auxiliares do professor na paixão dos alunos pela leitura

23/07/2020 Janaína Spolidorio

Mais do que nunca a tecnologia tem se mostrado presente na vida das pessoas.

Os booktubers como auxiliares do professor na paixão dos alunos pela leitura

A área da educação deve compreender seus benefícios e utilizá-los a favor da aprendizagem.

Algo que pode trazer um avanço positivo para nossos alunos é o fenômeno dos booktubers. É um termo relativamente novo que designa os youtubers que lidam com a leitura e análise de livros. E que tal trazê-los para a aula?

Assistir booktubers pode ser extremamente útil aos professores e suas aulas. Claro que haverá sempre aquele que irá cativar mais, trazer mais ideias para o professor do que outros, por ter uma linha de pensamento ou apresentação mais de acordo com o que buscam.

Além de conhecer melhor livros com eles, os professores podem, inclusive, utilizar como recurso pedagógico, mostrando o vídeo aos alunos, cativando-os para a leitura. Muito mais do que cativar os booktubers podem atrair e trazer maior vivacidade por alguns outros motivos. Veja alguns deles a seguir.

1. Honestidade com a audiência: como dão opiniões, é como se o internauta estivesse conversando com o booktuber. Canais de booktubers que não possuem compromissos editorias, ou seja, não são de divulgação de editoras específicas, são os melhores. É importante que o vídeo escolhido seja de um booktuber que se preocupa com a audiência e dá a opinião sincera sobre o livro. Certamente caberá ao professor avaliar e perceber se o conteúdo é honesto assistindo o vídeo. Ao apresentar aos alunos, essencial pontuar indicadores de que não é um vídeo feito para “vender” o livro e sim uma opinião sincera, formando também o cidadão digital.

2. Aproximação: booktubers têm o dom da aproximação, de cativar o público. Por mais que o professor se esforce é diferente de trazer uma outra opinião, com linguagem mais próxima do que os jovens estão acostumados. Tal aproximação produz um interesse singular, que pode até levar seus alunos a seguirem os canais do booktuber e se apaixonarem mais pela leitura. O poder de aproximação deles vem também do fato de fazerem os internautas terem uma imersão no universo do livro trazendo exatamente os pontos que serão interessantes e muitas vezes fazendo-os ler com mais curiosidade.

3. Variedade comunitária: os booktubers têm interesses específicos também. Há os que são mais generalizados, é verdade, contudo há os que falam só de romance, só de clássicos, só de terror. Os estilos de plano de fundo ficam de acordo com o tom que querem dar ao vídeo e isso ajuda a “entrar no clima” do gênero literário. Esta variedade comunitária de leitores ávidos que se tornam booktubers contribui para cativar o público. Seu aluno pode se identificar com um específico e começar sua paixão literária por ali, super valendo a pena você ter indicado.

4. Redes de Conhecimento: graças a estes youtubers específicos muitos alunos começam a seguir editoras. Eles percebem que grande parte dos livros com os quais eles se identificam são de determinada editora e isso amplia a rede de conhecimento deles. Seguir editoras é legal porque traz novidades do mundo literário. Começam a perceber que há eventos próprios para quem lê, comunidades, fóruns e até mesmo páginas interessantes que ampliam ainda mais o ser leitor de cada um. Os booktubers são grandes divulgadores das redes, porque lidam diretamente com este universo e estão antenados neste mundo que abre nossa mente a novas possibilidades e conhecimentos.

5. Não é obrigação, é diversão: a leitura, quando apresentada pelos olhos de um booktuber, pode se tornar uma diversão. O professor pode apresentar o livro que a turma vai ler e já passar o vídeo do booktuber falando sobre ele para instigar a vontade da leitura. Livros mais clássicos costumam causar o torcer do nariz dos alunos, porém quando apresentados com toda a pompa e glitter dos booktubers podem se tornar um grande prazer. Não deixa de ser a obrigação do ler para a escola, porém com um tom de diversão, com a vontade de descobrir na leitura a empolgação mostrada pelo booktuber. Eles fazem o aluno ter vontade de percorrer as linhas para encontrar as emoções que ali também encontraram.

6. Ler é legal: esta é a cereja do bolo! Os booktubers contribuem para passar a imagem de que quem lê é legal e de que a leitura é apaixonante. Entrar em comunidades leitoras sugeridas pelos booktubers ajuda os alunos a conhecerem novas pessoas com os mesmos gostos e até traz novas amizades saudáveis, que gostam de discutir sobre leitura, trocar experiências e inclusive formar clubes de leitura. O ‘fazer parte’ de uma comunidade leitora é algo especial, quase como se a pessoa fosse transportada para outro mundo, porque fica inserida nas histórias lidas com um vínculo especial.

Muitas histórias aguardam seus leitores nas escolas e o professor pode utilizar este grande auxílio para apresentar aos alunos os mundos fantásticos que podem visitar, as pistas escondidas de um livro ou mesmo seu novo amigo leitor, que tem os mesmos gostos de leitura que ele. Basta estar aberto à experiência e se deixar testar o recurso com a ajuda de um booktuber que escolher para apresentar a próxima leitura aos alunos.

* Especialista em educação, Janaína Spolidorio é formada em Letras, com pós-graduação em consciência fonológica e tecnologias aplicadas à educação e MBA em Marketing Digital.

Fonte: EVCOM



Violência escolar: qual a causa e como solucionar

Comportamentos violentos nas escolas se intensificam cada dia mais, ou pelo menos a sua relevância tem ficado mais clara.

Autor: Felipe Lemos

Violência escolar: qual a causa e como solucionar

Todo dia é Dia da Educação

“A educação do homem começa no momento do seu nascimento; antes de falar, antes de entender, já se instrui.” Rousseau. “O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele.” Immanuel Kant.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra

Todo dia é Dia da Educação

A integração entre crianças no espaço escolar

A escola, mais do que um simples espaço de ensino, desempenha um papel essencial na formação social das crianças.

Autor: Michelle Norberto

A integração entre crianças no espaço escolar

Como dizer “oi em inglês” tem quase 50 mil buscas mensais no Brasil, segundo pesquisa

De acordo com levantamento da plataforma de idiomas Preply, expressões básicas como “oi”, “bom dia” e “boa noite” são as mais buscadas pelos brasileiros na tradução para o inglês.

Autor: Divulgação

Como dizer “oi em inglês” tem quase 50 mil buscas mensais no Brasil, segundo pesquisa

Educação especial e inclusiva: para onde avançar?

É preciso destacar que o Brasil avançou de forma muito significativa nas últimas décadas no que concerne a políticas de acesso.

Autor: Lucelmo Lacerda e Flávia Marçal

Educação especial e inclusiva: para onde avançar?

Acolhimento: um ato revolucionário de amor e empatia

Feche os olhos por um minuto e tente lembrar de um momento em que foi acolhida na infância ou adolescência.

Autor: Vanessa Nascimento

Acolhimento: um ato revolucionário de amor e empatia

A importância de diversificar as práticas esportivas nas escolas

Os impactos positivos das diversas práticas esportivas são inegáveis, especialmente quando se considera o contexto das instituições educacionais.

Autor: Kelly Soares Rosa

A importância de diversificar as práticas esportivas nas escolas

Afinal, vale a pena insistir no ensino da letra cursiva nas escolas?

Um assunto relevante para a educação está dividindo opiniões: o uso da letra cursiva nas escolas.

Autor: Liliani A. da Rosa

Afinal, vale a pena insistir no ensino da letra cursiva nas escolas?

Estudantes cativados, estudantes motivados

Contar com a participação da família nesse processo é fundamental para que a criança seja estimulada e reconhecida.

Autor: Cleonara Schultz Diemeier

Estudantes cativados, estudantes motivados

Quem faz pós graduação EaD pode estagiar?

A escolha pelo modelo híbrido de educação ganha força e esses alunos também podem pleitear as vagas.

Autor: Carlos Henrique Mencaci

Quem faz pós graduação EaD pode estagiar?

Livro ensina às crianças as verdadeiras cores da amizade

Obra infantil combina narrativa poderosa com ilustrações que ganham vida ao longo das páginas para incentivar a tolerância desde cedo.

Autor: Divulgação


A maldição da aula divertida

Nem tudo o que precisamos aprender para compreender o mundo é divertido ou pode ser aprendido em meio a jogos lúdicos ou brincadeiras dinâmicas.

Autor: Daniel Medeiros

A maldição da aula divertida