Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Saiba como economizar e planejar a compra do material escolar

Saiba como economizar e planejar a compra do material escolar

22/01/2020 Caco Santos

O começo do ano é o momento mais complicado para o planejamento financeiro das famílias brasileiras.

Saiba como economizar e planejar a compra do material escolar

Além das despesas mensais normais, entram na ordem do dia os pagamentos de impostos como IPVA e IPTU, as pesadas faturas de cartão de crédito com as compras de final de ano e a “temida” lista de material escolar. A compra do material escolar é um dos principais desafios financeiros dos pais no início do novo ano. A variação de preços entre as lojas – físicas e online – é enorme e a melhor forma de economizar continua sendo pesquisar antes de ir às compras.

Importante frisar que, antes de sair comprando a lista que a escola envia, os pais devem fazer uma crítica minuciosa. Primeiro, o que seu filho já tem e consegue continuar usando, ou o que pode ir de um irmão para outro. Nesse caso vale destacar a recomendação para os filhos, durante todo o ano, de cuidarem de seus materiais. Segundo, com a lista de materiais em mãos, verificar se tudo o que a escola pede é realmente necessário e nas quantidades indicadas? Por exemplo, conheci um caso que uma escola que solicitou  “um bloco de papel canson”, produto caríssimo. Entretanto, os alunos utilizaram apenas uma folha do papel canson durante o ano todo. Ou seja, um bloco poderia ter sido utilizado para a sala toda. O bloco foi solicitado de maneira desnecessária e encareceu as listas dos pais.

Os pais, com a lista dos materiais que realmente precisam ser adquirido em mãos, devem realizar uma pesquisa minuciosa. Não devem deixar de ir aos estabelecimentos perto de sua residência e abusar das oportunidades de pesquisa online. Neste começo de ano, por exemplo, o Procon de São Paulo constatou que a diferença de preços dos materiais escolares pelas lojas podem chegar até 333%. A maior variação ocorreu na venda da borracha látex branca da Faber Castell, que em um estabelecimento foi encontrado por R$ 2,60 e no outro, por R$ 0,60. Realmente são números que chamam a atenção, mas o consumidor deve ter cuidado com essa medida, pois o preço menor está sendo praticado pode ser de uma loja longe de sua residência e, só por esse item, pode não valer a pena percorrer uma longa distância. O ideal é calcular o valor total em reais que irá economizar se fizer as compras em lugares diferentes, levando em conta quanto tempo e dinheiro custaria para ir a cada lugar, pois a conveniência pode sair barato ou não.

Outra dica importante é participar ou organizar de um grupo de mães e pais para realizar uma compra, do que for possível, em lojas de atacado. Importante ressaltar que é necessária uma pesquisa para indicar se vale a pena comprar no atacado, para que as famílias dividam os valores e os produtos. Uma vantagem adicional é o de usar o tempo de menos mães para as compras. Umas podem pesquisar online, outras irem efetivamente às compras, por exemplo.

Uma outra vantagem do grupo de pais e mães é a possível troca de livros didáticos e paradidáticos. Em algumas escolas, as associações de pais fazem esse trabalho há anos, com esquemas de pontuação maior e prioridade para quem doa livros em bom estado. Neste item estamos falando de potenciais centenas de reais de economia. Vale destacar também que os pais e alunos podem verificar se os livros paradidáticos estão disponíveis em bibliotecas públicas, ou na própria biblioteca da escola. Visitas a sebos (online ou de rua) podem também render boas pechinchas.

Os pais devem ter cuidado com os pedidos das crianças por itens de marca. É comum eles quererem a mochila da marca x, estojo da marca y, canetinhas caríssimas, etc.. Cabe, então, aos pais educar seus filhos sobre o valor versus o custo das coisas, e saber o que faz sentido pra você e para seu filho. Já que a educação financeira ainda não faz parte oficialmente do currículo escolar, esse é um bom momento para discutir sobre a economia da família com os filhos.

Educação financeira é uma parte da educação que você dá a seus filhos. E seus filhos sempre olharão para você para aprenderem o que é certo, como se faz as coisas da melhor maneira. É essencial ser consciente e dar bons exemplos.

* Caco Santos é planejador financeiro com certificação CFP (Certified Financial Planner),sócio da GFAI – Empresa Especializada em Planejamento Financeiro , formado em Administração de Empresas pela FEA-USP e MBA em Finança pela FIA –USP e produtor e apresentador do podcast “Planejamento Financeiro”.

Fonte: Ex Libris Comunicação



Os jovens e o trabalho

A responsabilidade de gerar filhos é algo muito sério porque pai e mãe possibilitam a encarnação de uma alma para evoluir no mundo material, o aquém.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra

Os jovens e o trabalho

O fim da geração nem-nem está na aprendizagem?

No labirinto complexo das políticas trabalhistas, há uma série de fatores que merecem nossa atenção.

Autor: Francisco de Assis Inocêncio

O fim da geração nem-nem está na aprendizagem?

A escola pública sob administração privada

O Estado do Paraná apresenta ao Brasil um novo formato de administração à rede escolar.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O compromisso das escolas privadas na educação antirracista

Alcançar o sucesso demanda comprometimento de faculdades e universidades com a formação inicial de professores.

Autor: Luana Tolentino

O compromisso das escolas privadas na educação antirracista

Inscrições abertas para os cursos de condutores de caminhões

A Fabet São Paulo está com inscrições abertas para três cursos avançados voltados a formação e aperfeiçoamento de condutores de caminhões.

Autor: Marcos Villela Hochreiter


Exercitando a empatia

No meu último ano de sala de aula, tive uma turma de quarto ano que se tornou muito querida.

Autor: Vanessa Nascimento

Exercitando a empatia

Conhecimento é combustível para a motivação

Não são incomuns as histórias de profissionais que, voluntariamente, trocam de emprego para ganhar menos do que em suas posições anteriores.

Autor: Yuri Trafane

Conhecimento é combustível para a motivação

Violência escolar: qual a causa e como solucionar

Comportamentos violentos nas escolas se intensificam cada dia mais, ou pelo menos a sua relevância tem ficado mais clara.

Autor: Felipe Lemos

Violência escolar: qual a causa e como solucionar

Todo dia é Dia da Educação

“A educação do homem começa no momento do seu nascimento; antes de falar, antes de entender, já se instrui.” Rousseau. “O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele.” Immanuel Kant.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra

Todo dia é Dia da Educação

A integração entre crianças no espaço escolar

A escola, mais do que um simples espaço de ensino, desempenha um papel essencial na formação social das crianças.

Autor: Michelle Norberto

A integração entre crianças no espaço escolar

Como dizer “oi em inglês” tem quase 50 mil buscas mensais no Brasil, segundo pesquisa

De acordo com levantamento da plataforma de idiomas Preply, expressões básicas como “oi”, “bom dia” e “boa noite” são as mais buscadas pelos brasileiros na tradução para o inglês.

Autor: Divulgação

Como dizer “oi em inglês” tem quase 50 mil buscas mensais no Brasil, segundo pesquisa

Educação especial e inclusiva: para onde avançar?

É preciso destacar que o Brasil avançou de forma muito significativa nas últimas décadas no que concerne a políticas de acesso.

Autor: Lucelmo Lacerda e Flávia Marçal

Educação especial e inclusiva: para onde avançar?