Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Volta às aulas: como a família pode se preparar!

Volta às aulas: como a família pode se preparar!

31/01/2020 Milena Kendrick Fiuza

Os alunos precisam se adaptar a novos horários, regras e professores.

Volta às aulas: como a família pode se preparar!

As escolas se transformam em um território desconhecido para as crianças no início do ano letivo, resultando em um misto de emoções. Muitas delas estão iniciando sua vida escolar; outras, trocando de escola; algumas,ainda, estão mudando de sala, período ou professor. Em todos esses momentos,é necessária a adaptação. Nesse período, há crianças ávidas para ver amigos, conhecer novas pessoas e retomar atividades. Já outras podem sentir ansiedade e preocupação.

Há algumas maneiras de ajudá-las a se sentirem mais confortáveis com o retorno à rotina escolar. Quando o assunto vem à tona, é importante evitar o tom preocupante ou de suspense evidenciado em frases do tipo: “Ih, as férias já estão acabando hein...”, ou “Vai acabar a moleza! Semana que vem tem aula”, ou, ainda, “Já, já vai começar tudo de novo”. Nesse momento, é preciso auxiliar as crianças a ver esse retorno como uma oportunidade de que tudo seja diferente e melhor, e não necessariamente dizer que ela terá “mais do mesmo”, acarretando uma rotina cansativa e desmotivadora.

Os alunos precisam se adaptar a novos horários, regras e professores. Tanta novidade pode tornar o novo ambiente um cenário assustador, capaz de causar até mesmo pânico. Nessa fase, a família desempenha um papel importante, amenizando o desconforto para que cada aluno enfrente com mais segurança essa etapa da vida.

As crianças pequenas têm menos recursos emocionais para mudanças, pois tudo que é diferente e acontece longe dos pais as deixam inseguras. Não é recomendável fazer mudanças sem preparar a criança; por isso busque acompanhá-la na visita ao espaço e conhecer as pessoas com quem ela vai se relacionar. Faça um tour pela escola, conheça os professores. São esses gestos que a ajudarão na preparação para a rotina, principalmente em uma escola nova. Aos que vão frequentar a mesma escola, é preciso voltar ao ritmo. Por isso, cerca de uma semana antes, retome o horário de dormir e de acordar para preparar o corpo da criança. Você pode organizar também os mesmos horários de refeição estabelecidos na escola. Além disso, arrume o espaço para as tarefas. Sente-se com o seu filho e, em conjunto, designe um horário e um local para que ele possa fazer as lições que estão por vir. O importante é que haja um espaço em que a criança se mantenha focada na atividade, pois tarefa de casa é extensão da escola. Certifique-se também de escolher um horário em que você esteja disponível, caso seu filho precise de ajuda.

Levar as crianças para a escola sem lágrimas e resistência também auxilia no bom começo. Quando o responsável deixa o filho na sala e sente medo ou considera que ficar ali é um sofrimento, toda essa energia é captada pela criança.

A segurança na escolha da escola é primordial para abrir seu coração a esse novo ambiente. Os pais são um espelho para os filhos, um exemplo a ser seguido. Por isso, se você se sentir seguro, seu filho assim também se sentirá. Uma ótima estratégia para a volta às aulas é incentivar o comportamento positivo. Uma das maneiras mais eficazes de aguçar esse tipo de sentimento é encorajá-lo. Quando a criança se comportar de maneira positiva, elogie-a e incentive-a a manter a boa postura. Se ajudou o professor em sala ou um amigo que estava com dificuldades, mostre que está orgulhoso e que ela mesma também deve se orgulhar do comportamento que teve. Se ficou na escola sem qualquer birra ou choro, fez um amigo, brincou, interessou-se por alguma atividade, igualmente se mostre orgulhoso de sua conduta. Assim, as crianças vão retomando a rotina habitual de vida escolar, que contempla competências científicas e habilidades socioemocionais.

* Milena Kendrick Fiuza é gerente pedagógica do Sistema Positivo de Ensino

Fonte: Central Press



Os jovens e o trabalho

A responsabilidade de gerar filhos é algo muito sério porque pai e mãe possibilitam a encarnação de uma alma para evoluir no mundo material, o aquém.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra

Os jovens e o trabalho

O fim da geração nem-nem está na aprendizagem?

No labirinto complexo das políticas trabalhistas, há uma série de fatores que merecem nossa atenção.

Autor: Francisco de Assis Inocêncio

O fim da geração nem-nem está na aprendizagem?

A escola pública sob administração privada

O Estado do Paraná apresenta ao Brasil um novo formato de administração à rede escolar.

Autor: Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves


O compromisso das escolas privadas na educação antirracista

Alcançar o sucesso demanda comprometimento de faculdades e universidades com a formação inicial de professores.

Autor: Luana Tolentino

O compromisso das escolas privadas na educação antirracista

Inscrições abertas para os cursos de condutores de caminhões

A Fabet São Paulo está com inscrições abertas para três cursos avançados voltados a formação e aperfeiçoamento de condutores de caminhões.

Autor: Marcos Villela Hochreiter


Exercitando a empatia

No meu último ano de sala de aula, tive uma turma de quarto ano que se tornou muito querida.

Autor: Vanessa Nascimento

Exercitando a empatia

Conhecimento é combustível para a motivação

Não são incomuns as histórias de profissionais que, voluntariamente, trocam de emprego para ganhar menos do que em suas posições anteriores.

Autor: Yuri Trafane

Conhecimento é combustível para a motivação

Violência escolar: qual a causa e como solucionar

Comportamentos violentos nas escolas se intensificam cada dia mais, ou pelo menos a sua relevância tem ficado mais clara.

Autor: Felipe Lemos

Violência escolar: qual a causa e como solucionar

Todo dia é Dia da Educação

“A educação do homem começa no momento do seu nascimento; antes de falar, antes de entender, já se instrui.” Rousseau. “O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele.” Immanuel Kant.

Autor: Benedicto Ismael Camargo Dutra

Todo dia é Dia da Educação

A integração entre crianças no espaço escolar

A escola, mais do que um simples espaço de ensino, desempenha um papel essencial na formação social das crianças.

Autor: Michelle Norberto

A integração entre crianças no espaço escolar

Como dizer “oi em inglês” tem quase 50 mil buscas mensais no Brasil, segundo pesquisa

De acordo com levantamento da plataforma de idiomas Preply, expressões básicas como “oi”, “bom dia” e “boa noite” são as mais buscadas pelos brasileiros na tradução para o inglês.

Autor: Divulgação

Como dizer “oi em inglês” tem quase 50 mil buscas mensais no Brasil, segundo pesquisa

Educação especial e inclusiva: para onde avançar?

É preciso destacar que o Brasil avançou de forma muito significativa nas últimas décadas no que concerne a políticas de acesso.

Autor: Lucelmo Lacerda e Flávia Marçal

Educação especial e inclusiva: para onde avançar?