Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A crise energética na Venezuela e as consequências para o Brasil

A crise energética na Venezuela e as consequências para o Brasil

29/05/2019 Samuel Polato Ribas

O estado de Roraima é afetado diretamente pelos sucessivos apagões que afetam a Venezuela, já que grande parte da energia consumida no estado é proveniente do país vizinho.

Isso foi confirmado, inclusive, com o apagão do último dia 7 de março, fato este que faz com que o estado receba energia elétrica de usinas termoelétricas. Além disso, a nova tentativa de depor o presidente Nicolas Maduro, iniciada no dia 30 de abril, pode piorar a situação. Logo, a forma mais segura de trazer tranquilidade aos roraimenses seria interligar o estado com o sistema elétrico nacional.

Essa interligação evitaria os prejuízos com o corte de fornecimento da usina hidrelétrica de Guri, na Venezuela, e permitiria que a energia produzida em outras regiões do Brasil chegasse até Roraima de forma segura e sem riscos de interrupção. Obviamente, nenhum sistema elétrico é totalmente imune a falhas, mas a interligação com a rede nacional traria mais confiabilidade e flexibilidade do que temos agora. Isso porque falhas que possam ocorrer em um determinado ponto do sistema não são sentidas de forma significativa em outros pontos, pois o sistema como um todo acaba se compensando.

Outro fator determinante é a economia que esse sistema gera. A implementação da linha de transmissão de 721 quilômetros necessária para a interligação geraria um custo inicial alto, mas a geração de energia a partir de usinas termoelétricas é mais cara do que em usinas hidrelétricas, de onde vem a maior parte da energia elétrica gerada no Brasil. Logo, o dinheiro seria recuperado com o tempo.

Sabe-se também que o sistema elétrico brasileiro não é composto somente por usinas hidrelétricas. A parcela de energia proveniente da energia solar e eólica vem aumentando consideravelmente, e com um custo de produção muito abaixo da produção de hidrelétricas. Aliás, a interligação do estado de Roraima ao sistema poderia incentivar o investimento nessas fontes de energia na região, fortalecendo e ampliando o desenvolvimento tecnológico.

Por fim, a interligação energética do estado de Roraima com o restante do Brasil praticamente resolveria o problema no fornecimento de energia, pois seria, na prática, o mesmo sistema do restante do país. Além disso, traria mais possibilidades de desenvolvimento e crescimento econômico ao estado. O pontapé para isso deve ser dado pelo governo público, com o apoio da sociedade. Sociedade esta que seria beneficiada com a geração de empregos e a possibilidade de melhora na qualidade de vida da população.

Samuel Polato Ribas é engenheiro eletricista, mestre em processamento de energia pela UFSM e professor do curso de Engenharia Elétrica do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Pg1 Comunicação



Brasil é 4º país no mundo que mais cresceu com projetos de energia solar no último ano

Brasil acrescentou em 2021 cerca de 5,7 gigawatts (GW) da fonte solar na geração própria de energia em residências e empresas.

Brasil é 4º país no mundo que mais cresceu com projetos de energia solar no último ano

Redução da taxa de energia vai favorecer pequenos negócios, diz Sebrae

Segmento foi o mais afetado pela pandemia, afirma economista.

Redução da taxa de energia vai favorecer pequenos negócios, diz Sebrae

Minas Trifásico vai investir R$ 1,8 bilhão na modernização da rede elétrica rural

Até 2027, serão 30 mil quilômetros de novas linhas rurais, aumentando a capacidade de carga em benefício da população.

Minas Trifásico vai investir R$ 1,8 bilhão na modernização da rede elétrica rural

Fontes de energia eólica e solar geraram em 2021, 10% da eletricidade global

Dados estão no relatório Revisão Global de Eletricidade.

Fontes de energia eólica e solar geraram em 2021, 10% da eletricidade global

Lojistas já economizaram mais de R$ 2 milhões na tarifa de energia elétrica

Economia foi possível após contratação, via CDL/BH,de energia solar ofertada pela Cemig SIM.

Lojistas já economizaram mais de R$ 2 milhões na tarifa de energia elétrica

O mercado livre de energia e os novos desafios da era digital

Hoje em dia temos várias fontes além das hidrelétricas, como as energias eólica, biomassa ou solar.

O mercado livre de energia e os novos desafios da era digital

Programa de Gestão Energética de São Paulo economiza R$ 3,3 milhões

Somente com as revisões e adequações de 723 aditivos de contratos por demanda, a economia gerada representará R$ 19 milhões aos cofres do estado.

Programa de Gestão Energética de São Paulo economiza R$ 3,3 milhões

PL que moderniza sistema elétrico brasileiro pode diminuir o preço da energia

O Projeto de Lei 414/2021 oferece a oportunidade do cliente escolher o seu fornecedor e a fonte da energia que irá utilizar.

PL que moderniza sistema elétrico brasileiro pode diminuir o preço da energia

Capacitação sobre Eficiência Energética e Economia de Energia no Poder Público

O programa aborda as diferentes formas e ferramentas para obter maior eficiência energética em edificações e infraestruturas de saneamento.

Capacitação sobre Eficiência Energética e Economia de Energia no Poder Público

Comercializadora assina contrato inédito para importar gás natural da Bolívia

Tradener fecha contrato com a YPFB e poderá trazer inicialmente até 2,2 milhões de metros cúbicos de gás natural para o mercado livre brasileiro.

Comercializadora assina contrato inédito para importar gás natural da Bolívia

Fontes de energia renovável: vantagens e desvantagens das usadas atualmente no Brasil

Embora muito se fale sobre a necessidade de substituir as energias não renováveis por renováveis, alguns detalhes são importantes para entender até onde é possível avançar e colocá-las em prática.

Fontes de energia renovável: vantagens e desvantagens das usadas atualmente no Brasil

O perigo ligado à tomada

Todo circuito elétrico bem dimensionado dispõe de disjuntores que protegem os fios que alimentam as tomadas que por sua vez, atendem as cargas.

O perigo ligado à tomada